Terça, 17 de julho de 2018

Programa Diário da Manhã


Ouvir a Rádio Diário Ao Vivo

Começou a Lava Jato do Amazonas. Guerra dos juízes e MPF nas prisões de Melo e ex-secretários fica em segundo plano

Começou a Lava Jato do Amazonas

Começou a Lava Jato do Amazonas. Ana Paula Serizawa, jovem, sorridente (vestindo branco e preto), na foto ao lado da também juíza Jaiza Fraixe: Sérgio Moro de saias do Amazonas?

O Ministério Público Federal no Amazonas (MPF), a Polícia Federal e a Receita Federal estão atuando em conjunto no Estado. Cruzaram os dados do ex-governador José Melo. Quebraram o sigilo bancário. Viram que ele declarou à Justiça Eleitoral bens de R$ 699 mil e movimentou muito, mas muito mais. Não declarou a casa atual, que vale R$ 7 milhões. Nem o famoso sítio de Rio Preto da Eva, com ramal asfaltado – um luxo, no Amazonas dos ramais de piçarra. E isso é só uma parte. Os cruzamentos abriram o apetite dos analistas. Mais gente terá bens e renda cruzados. Ou deixaram o leão morder ou terão problemas agora. Mansões, empreendimentos e ostentação viraram alvos. Nem Maus Caminhos, Custo Político ou Estado de Emergência. O nome é Lava Jato Baré. Está ficando difícil fazer festa com o dinheiro público.

 

Começou a Lava Jato do Amazonas (2)

De que é feita a Lava Jato Brasil? De uma série de dados, que foram surgindo meio ao acaso. Depois foram cruzados. Acabaram aparecendo brechas no sistema secular de roubo ao Estado Brasileiro. Os promotores encontraram suporte em alguns juízes federais de tutano, como Sérgio Moro. E estava feita a receita para a operação mais profunda contra a corrupção do País.

 

Guerra de juízes e MPF

O juiz federal Wendelson Pereira Pessoa transformou a prisão preventiva de Evandro Melo em domiciliar. E negou os demais pedidos. Ricardo Sales, que o sucedeu, soltou José Melo, Afonso Lobo, Pedro Elias e Wilson Alecrim. O MPF alegou que Sales feriu o direito ao contraditório e apelou por correição de suas decisões. Chegou Ana Paula Serizawa, juíza natural do feito e plantonista neste domingo (29/12). Desfez tudo e mandou Melo, Evandro, Afonso, Pedro e Alecrim de volta à cadeia. É um panavueiro estranho para o distingo jusrisdicionado. O Tribunal Regional Federal 1ª Região (TRF1), que subordina a Justiça Federal do Amazonas, terá que chamar todos à ordem.

 

Raul Zaidan

Raul Zaidan, ex-chefe da Casa Civil, não foi preso novamente porque a soltura dele se deu em decisão de Ana Paula Serizawa. Ela própria entendeu que não havia razão para mantê-lo preso. E plantonista não pode refazer decisões já tomadas pelo juízo natural. Foi aí que a própria Ana Paula encontrou espaço para desfazer o feito de Ricardo Sales.

 

Novas buscas

Entre os documentos que vazaram dos processos de ex-governador e ex-secretários há algumas informações importantes. Novas buscas foram feitas e novas provas estão sendo estudadas. O MPF-AM chega a afirmar que as novidades são “robustas”.

 

Para Guardar

O MPF-AM deixa escapar, de leve, que o mandado de busca e apreensão cumprido na empresa Para Guardar deu resultado. Afirma que ali há novas provas contra José Melo e a ex-primeira-dama Edilene.

 

TCE e Mouhamad

Surgiu também a informação de que a Polícia Civil está investigando o “apagão” na informática do TCE. O MPF-AM deixou escapar a suspeita de que ele tenha saído de uma ordem de Mouhamad Moustafa.

 

Boquirroto

Problema é que Mouhamad Moustafa fala muito. Gabava-se de dar dinheiro e presentes caros para ocupantes do poder. Chegou a dizer que tinha um avião. E, efetivamente, viajava de um lado para o outro em uma aeronave de luxo. Mas o avião não era dele. Só aluguel.

 

MPE-AM com dedo no gatilho

O Ministério Público Estadual do Amazonas (MPE-AM) está com o dedo no gatilho. O Grupo de Atuação Especial Regional para Prevenção e Repressão ao Crime Organizado (Gaeco) tem uma série de ações contra prefeitos e ex-prefeitos. Envolvem mais de 30 Municípios. Tem feito uma série de movimentos de estruturação. Está chegando a hora de disparar.

 

Feliz 2018

Escrevo a poucas horas da virada. De nada vale esse barulho todo se não representar mudança. O Portal do Marcos Santos publicou íntegras de processos envolvendo políticos com um objetivo: mostrar como o Amazonas tem sido dirigido por quem não está à altura da tarefa. Tal constatação, porém, só tem valor se, em 2018, o eleitor fizer sua parte. Sem a confirmação do voto qualquer operação, como Maus Caminhos, Custo Político e Estado de Emergência, vale quase nada. Nem a Lava Jato nacional se sustenta. Façamos nossa parte. Vamos amar o Amazonas. O Brasil precisa de amor. Feliz Ano Novo.

Veja também

Conheça os recursos do MPF para prisão de Melo e ex-secretários estaduais. Veja documentos na íntegr... Conheça os recursos do MPF contra os ex-secretários Evandro Melo (primeiro à esquerda), Afonso Lobo, Pedro Elias, Raul Zaidan e Wilson Alecrim, além do ex-governador José Melo (centro) O temor de que os implicados no desvio de verbas da saúde do Amazonas dificultem as in...
Panavueiro do cárcere 2: bomba, sangue, dominó e a reunião que deveria ser evitada e foi ‘prom... Panavueiro do cárcere 2: representantes do Ministério Público Federal (MPF) e Controladoria Geral da União (CGU) explicam a Operação Custo Político. Eles agiram em conjunto para alcançar os presos Evandro Melo, Afonso Lobo, Wilson Alecrim e Pedro Elias, presos na Operaçã...
Panavueiro do cárcere. Os erros de Melo. Lista de blogs. Alecrim tem câncer e precisa de médico Panavueiro do cárcere mostra bastidores das prisões do ex-governador José Melo e ex-secretários José Melo foi preso. O penúltimo governador eleito do Amazonas está na cadeia. Foi preso na Operação Estado de Emergência. O irmão dele, Evandro Melo, já havia sido preso. Esp...
Juíza Serizawa refaz decisões e Melo e ex-secretários voltam à cadeia antes do Réveillon. Veja decis... Juíza federal plantonista acatou parcialmente pedido de revogação de prisão domiciliar de Melo e ex-secretários. Foto: Arquivo O ex-governador José Melo e mais os ex-secretários Afonso Lobo (Sefaz), Wilson Alecrim (Saúde) e Evandro Melo (Sead) vão voltar para a cadeia. A...
Na festa da Padroeira de Parintins, Braga anuncia que será o relator do orçamento do Ministério das ... “Assim que terminarem as eleições deste ano, volto para o Senado Federal para ser o relator do Orçamento de 2019 do Ministério das Cidades”. A revelação foi feita pelo senador Eduardo Braga, na manhã desta segunda-feira (16/07), durante entrevista a emissoras de rádio em...

9 comentários para “Começou a Lava Jato do Amazonas. Guerra dos juízes e MPF nas prisões de Melo e ex-secretários fica em segundo plano

  1. Paulo Cezar disse:

    São boas as informações. O aspecto da síntese mostra a profundidade da notícia.

  2. Rodrigo Andrade disse:

    Parabéns a juíza federal, quantas pessoas então nós corredores dos hospitais 28 de agosto, João Lúcio, Francisca Mendes, estão morrendo! Esses saqueadores fazendo farra com dinheiro público, obrigado Dr. A senhora por favor torne as prisões em preventivas, esses chefes de quadrilha tem que passar um bom tempo na cadeia refletindo nos seus erros…. Falta Omar Aziz, Eduardo Braga.

  3. Jacques disse:

    Quem diria que professor é esse?

    Deve ser professor do crime roubando dinheiro público e ainda da saúde!

    Quantos pessoas morreram por falta de medicamentos, leitos nos hospitais e os servidores demitidos não receberam seus salários e os facínoras comprando mansões, carrões, tomando vinho de primeira e comendo KVA.

    Cadeia é pouco.

  4. Maureen disse:

    Que continuem as investigaçoes, pois, acredito, que o número de maus políticos e gestores é bem mais expressivo que esse aí. Que sejam investigados todos e volocados na cadeia, onde é o lugar deles.

  5. Eduardo Fonseca disse:

    Agora eu tenho certeza que o Eduardo Braga vai preso

  6. Amarildo disse:

    Depois que prender todos os politicos curruptos da capital,tem que prender os dos municípios menores,em muitos municípios pequenos,ex-prefeitos ficaram ricos da noite pro dia,as custas de dinheiro público que roubaram,por isso acho que as operações,tanto do ministério público,quanto da polícia federal,precisa chegar nas prefeituras do interior do estado,tem municípios pequenos que ex-prefeitos estão milionário,que o patrimônio deles chega a ser maior do que as despesas do município todas juntas,num período de quatro anos,se investigar vai ter muitos milionários do interior presos,basta começar investigar

  7. Valmir Vinhote disse:

    Muito bem se juiz é concursado não deve favores a políticos corruptos . Botar esses caras na cadeia e cassar o direito político de cada um por 50 anos e confiscar os bens maus adquiridos devolvendo para os cofres públicos o nosso dinheiro que tanto está fazendo falta

  8. Eulogio santos disse:

    Tem que investigar políticos como Eduardo Braga, Omar Aziz, Pauderney Avelino, Família Lins, Silas Câmara, e muitos outros que estão roubando o Amazonas Anos e anos

  9. Ivonildo Reis disse:

    Cambada de ladrões, tem que colocar todos no presídio

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook