Terça, 17 de julho de 2018

Programa Diário da Manhã


Ouvir a Rádio Diário Ao Vivo

Morre Clezildo Barros, o ‘mago’ da TV que colocou o Festival de Parintins na Rede Globo

Clesildo (de amarelo) gostava disso: uma cervejinha com os amigos mais próximos. Era amigo de influentes e endinheirados, mas preferia os bares mais simples para confraternizar

O Festival de Parintins é hoje uma festa glamorosa, cara, que atrai público internacional e encanta a mídia. Nem sempre foi assim. No começo da década de 1980, o jornalista Clezildo Barros, prestigiado diretor da TV Ajuricaba, foi decisivo para introduzir o evento na TV Globo. Nesta segunda (18/09), o generoso coração dele parou de bater.

O então prefeito de Parintins Raimundo Reis queria porque queria uma inserção dos bumbás parintinenses na Globo. A cidade estava nos primeiros meses de sinal de TV e os raros aparelhos que existiam na ilha eram colocados nas janelas das salas… virados para fora. A plateia era, literalmente, comunitária.

Reis intuia que o povo queria se ver na TV. Foi aí que entrou Clezildo Barros.

O diretor da Ajuricaba, retransmissora da TV Globo, vivia recebendo repórteres e diretores da emissora em Manaus. Ele se tornou amigo de um gentleman, um cara cuja história um dia precisa ser contada em detalhes, João Baptista de Freitas, por muitos anos correspondente do Jornal do Brasil, o JB, no Amazonas.

João Baptista, um cara cuja modéstia e paciência eram bem acima da média, é irmão de José Itamar de Freitas, na época o poderoso diretor do Fantástico.

Clezildo falou com João Baptista, este com José Itamar e logo estava tudo afinado para exibir o Festival Folclórico no Fantástico.

José Itamar fez mais. Promoveu uma reportagem longa no Jornal Nacional, à guisa de “chamada” para o Fantástico. Muita gente ainda lembra da introdução lida no teleprompter pelo apresentador Celso Freitas: “Carnaval fora de época na Amazônia. É na ilha de Parrantan, no Amazonas”.

Até hoje ninguém sabe como a pavulagem parintinense, que trata a cidade como “Paris”, chegou à pronúncia do nome da cidade pelo apresentador do telejornal de maior audiência do País. Mas estava lá, em rede nacional.

Este blogueiro acompanhou o prefeito Reis, nos estúdios da TV Ajuricaba, quando Clezildo editava a matéria que iria para o Fantástico. Reis levou as fotos, coloridas, para completar o material. Delas Clezildo fez os inserts para preencher buracos da cobertura.

A filmagem original tinha um câmera só, o Jorge Ferraz. Embora o trabalho dele fosse sempre de alta qualidade, uma andorinha só não faz verão – Jorge chegou a dar cursos para os demais cinegrafistas da Globo.

O Festival de Parintins, depois do Jornal Nacional, teve amplo destaque também no Fantástico.

O reflexo foi visto nos anos seguintes. O prefeito Gláucio Gonçalves teve que improvisar um bumbódromo de madeira (1986-1987) e o governador Amazonino Mendes construiu o bumbódromo de alvenaria (1.988).

Lá no lead, em cima, está escrito que o “generoso” coração de Clezildo parou de bater nesta segunda (18/09).

Generoso sim. (O leitor vai entender que preciso escrever o parágrafo seguinte na primeira pessoa).

Clezildo sempre foi uma valiosa ajuda, quando Hermengarda Junqueira me levou para a TV Ajuricaba. Eu não sabia quase nada de TV. Ele cuidava, nos bastidores, para evitar minhas mancadas.

Quando fui secretário de Comunicação, a primeira vez, lá estava ele, ajudando, montando equipes, estruturando o trabalho.

Agora, a última vez que fiquei desempregado, Clezildo foi o primeiro a ligar oferecendo ajuda. E foi na minha casa levar um telefone de lapela, que ajudou (muito) a melhorar o som dos vídeos que fiz nesse período.

Aí virei secretário novamente. Clezildo sumiu. Quando foi me procurar foi para interceder por um vereador.

É esse cara talentoso, cheio de histórias, amigo dos amigos e que cultivou companheiros fieis – que hoje devem estar arrasados -, o dono do coração generoso que parou de funcionar.

A Câmara de Parintins deveria fazer uma homenagem póstuma a Clezildo, levando a família para acompanhar. A Câmara de Manaus, onde ele trabalhou durante anos, certamente o homenageará. É justo. O cara era correto.

Vá em paz, Clezildo, amigo.

Veja também

Shoppings anunciam liquidação com descontos de até 70% Lojas do Shopping Ponta Negra estão liquidando produtos com até 70% de desconto. Foto: Divulgação Dois shoppings de Manaus, o Millennium e o Ponta Negra, anunciaram uma megaliquidação neste mês com descontos de até 70% em seus produtos. O Millennium Shopping, que fica...
Eleições 2018: Prazo para requerer voto em trânsito começa hoje (17/07)   O voto em trânsito pode ocorrer somente em capitais e municípios com mais de 100 mil eleitores. Foto: Reprodução A partir desta terça-feira (17) até o dia até 23 de agosto, o eleitor poderá habilitar-se perante a Justiça Eleitoral para votar em trânsito (fora d...
Prefeitura lança livro ‘Planejamento Estratégico Manaus 2030’ O prefeito Arthur Virgílio Neto participou do lançamento do livro “Planejamento Estratégico Manaus 2030”. Foto: Mário Oliveira/Semcom A Prefeitura de Manaus reuniu gestores e membros da comunidade empresarial para o lançamento do livro “Planejamento Estratégico Manaus 2030...
Na festa da Padroeira de Parintins, Braga anuncia que será o relator do orçamento do Ministério das ... “Assim que terminarem as eleições deste ano, volto para o Senado Federal para ser o relator do Orçamento de 2019 do Ministério das Cidades”. A revelação foi feita pelo senador Eduardo Braga, na manhã desta segunda-feira (16/07), durante entrevista a emissoras de rádio em...
Marcelo Amil lança pré-candidatura ao Governo pelo PMN O vereador Chico Preto é pré-candidato ao Senado e Marcelo Amil disputará o Governo do Estado pelo PMN. Foto: Divulgação O advogado Marcelo Amil foi lançado, nesta segunda-feira (16/07), como pré-candidato a governador pelo Partido de Mobilização Nacional (PMN), nas elei...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook