Quinta-feira, 19 de julho de 2018

Programa Diário da Manhã


Ouvir a Rádio Diário Ao Vivo

Juiz decreta prisão de 205 indiciados por envolvimento no massacre do Compaj. Trinta e sete estão foragidos

Justiça do Amazonas decretou a prisão preventiva de 205 pessoas por envolvimento na morte dos 56 detentos durante a maior chacina ocorrida no Amazonas e uma das mais sangrentas do Brasil. Foto: Reprodução

O Juízo da 2ª Vara do Tribunal do Júri da Comarca de Manaus decretou a prisão preventiva de 205 pessoas que teriam tido participação ou envolvimento na morte de 56 detentos, durante rebelião ocorrida no Complexo Penitenciário Anísio Jobim (Compaj), ocorrido nos primeiros dias de janeiro deste ano, na capital amazonense.

A Justiça acompanhou parecer do Ministério Público do Estado do Amazonas (MPE), e despachou na última sexta-feira (27), deferindo os decretos de prisão preventiva.

Na decisão, o Juízo determinou a prisão e custódia nos presídios federais de segurança máxima de 9 indiciados; mais 159 que encontram-se no sistema prisional amazonense em função de outros processos; e de mais 37 indiciados – estes, fugiram do Compaj durante as rebeliões e encontram-se foragidos.

Lei penal

O decreto de prisão se baseia no art. 312 do Código de Processo Penal (CPP), que prevê a aplicação da medida para a garantia da ordem pública, da ordem econômica, por conveniência da instrução criminal ou para assegurar a aplicação da lei penal.

Aos presos transferidos para presídio de segurança máxima, o Juízo determinou a expedição de Carta Precatória ao Juízo competente federal, na forma do art. 4º da Lei n.º 11.671/08, bem como determinou, em obediência ao art. 5º, §5º e artigo 10º, §1º, da Lei n.º 11.671/08, que os presos permaneçam no estabelecimento penal federal pelo prazo determinado de 360 dias, podendo ser renovável pelo Juízo processante caso seja necessário.

Os nomes dos acusados e o número dos autos não serão divulgados em função do processo tramitar em segredo de justiça.

Veja também

TRE atende pedido do MPE e determina remoção de foto de perfil por propaganda antecipada de Nejmi Az... TRE atendeu pedido do MPE para determinar remoção de foto que faz propaganda antecipada em favor da pré-candidata Nejmi Aziz. Foto: Reprodução O Tribunal Regional Eleitoral do Amazonas (TRE-AM) atendeu ao pedido do Ministério Público Eleitoral (MP Eleitoral) e determinou...
Eucatur é condenada a indenizar em R$ 100 mil família de homem morto atropelado em ponto de ônibus... Foto: Divulgação A 3ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM) confirmou decisão de 1ª instância e condenou a empresa de transporte urbano Eucatur a indenizar em R$ 100 mil, a título de danos morais, os filhos de um cidadão morto por atropelamento em um pon...
Delegado Sotero é ouvido sobre assassinato de advogado, defesa pede sua liberdade e TJ conclui audiê... Processo entra, agora, na fase de alegações finais por parte da acusação e da defesa. Foto: Chico Batata/ TJAM O juiz da 1ª Vara do Tribunal do Júri da Comarca de Manaus, Celso Souza de Paula, conduziu nesta quarta-feira (18), no Fórum Ministro Henoch Reis, no Aleixo, a ...
Ministro Fachin nega liminar contra eleição de Lafayette Vieira Júnior para corregedor do TJAM Fachin negou liminar que pedia para suspender efeitos da votação que elegeu desembargador Lafayette para Corregedoria-Geral da Justiça do Amazonas. Foto: Raphael Alves/ TJAM O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Edson Fachin negou liminar que pedia para suspender ...
Testemunhas são ouvidas na segunda audiência do caso Sotero. Delegado responde por homicídio de advo... Testemunhas de defesa e acusação foram ouvidas nesta terça, no processo que trata do homicídio do advogado Wilson Filho. Delegado Sotero esteve na audiência. Foto: Chico Batata/ TJAM O juiz da 1ª Vara do Tribunal do Júri da Comarca de Manaus, Celso Souza de Paula, conduz...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook