Terça, 17 de julho de 2018

Programa Diário da Manhã


Ouvir a Rádio Diário Ao Vivo

Enquanto Brasília não ata nem desata o PROS de Melo pode se unir ao PMDB de Braga em chapa na Assembleia Legislativa

aleam-rebeliao

Sidney Leite (esquerda), José Melo, Belão e David Almeida já celebraram vitórias pelo PROS. Agora podem se enfrentar

Uma chapa dissidente à oficial, do deputado líder governista, David Almeida (PSB), está sendo formada para concorrer à sucessão de Josué Neto na Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam), dia 22/12. Envolve integrantes do PROS, PMDB e PT. Isso mesmo. Uma salada partidária, em hora na qual os líderes no Amazonas do PROS, o governador José Melo, e do PMDB, o senador Eduardo Braga, estão se engalfinhando na Justiça pelo Governo do Estado. Pior é que as articulações indicam que o PSDB, do prefeito Arthur Virgílio, pode se envolver nessa formação. Os entendimentos entraram pela noite desta quarta (23/11) e o martelo deve ser batido nesta quinta (24/11). É só esperar e ver no que vai dar esse panavueiro, que também pode ser chamado de samba do crioulo doido.

 

Madrinha e cardeais

A revolta política na Aleam se deve à dedicação, praticamente integral, do governador José Melo à lide processual em Brasília e o apadrinhamento da chapa de David Almeida pela primeira-dama do Estado, Edilene Oliveira, apoiada pela Secretária Estadual de Ação Social, Regina Fernandes. David, aliás, foi motorista de Regina. Os cardeais do parlamento estadual não gostaram do jeito como as coisas foram conduzidas e estão pertíssimo de concretizar a rebelião.

 

Nome

Qual seria o nome alternativo para a presidência da Aleam? Está entre Sidney Leite e Belarmino Lins, o Belão. Ambos são do PROS e quem estiver melhor sai na frente. E o vice sairia do PMDB. Mas muita água ainda passa debaixo dessa ponte.

 

Articulações no TSE

Saiu na Folha de S. Paulo, nesta quinta (24/11), que o presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Gilmar Mendes, não aceitará pressão sobre a corte. Reclamação específica seria de um avanço do ex-ministro e ex-presidente do Superior Tribunal de Justiça (STJ), César Asfor Rocha, pedindo a cassação do governador José Melo.

 

Não ata nem desata

Esta quarta (23/11), o TSE não colocou em pauta, como esperado, o julgamento do processo de José Melo, um recurso àquele em que o TRE-AM o cassou. A pressão de que se queixa Gilmar Mendes é, portanto, para que o tribunal faça seu trabalho. Porque esse negócio de não ata nem desata só prejudica o Amazonas. Ou deixa Melo ou empossa Braga. Se o governador ficar, por uma dessas zebras brasileiras, pode ser que resolva trabalhar um pouquinho e prender a parcela do secretariado que está fazendo o que quer.

 

Articulação na Prefeitura

Uma corrente do PMDB está tentando emplacar a deputada estadual Alessandra Campelo numa secretaria municipal. Seria ou a da Mulher ou a do Esporte. Problema é que esse movimento arregalou os olhos sempre cobiçosos do ex-presidente do Sindicato dos Rodoviários e irmão do presidente atual, Josildo Oliveira, primeiro suplente de Campelo. Está parecendo que essa é uma das razões pelas quais os rodoviários fizeram a última greve: uma demonstração de força para pressionar o prefeito Arthur Virgílio e conseguir a vaguinha para Josildo.

 

Ponte Rio Negro

A coluna não desiste. Agora estão roubando os vidros dos refletores da ponte Rio Negro. Que, por sinal, recebeu uma iluminação engana-besta, na parte central, enquanto o resto permanece às escuras.

Conselho Nacional do Ministério Público

A Corregedoria Nacional do Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP) fez correção ordinária nos órgãos disciplinares do MP amazonense, esta semana. Corregedoria, Conselho e Colégio de Procuradores estaduais passaram pelo crivo.

 

Corregedoria

O corregedor estadual do MP, José Roque Marques, explicou que na corregedoria foram fiscalizados o cumprimento das resoluções do CNMP, as correições e as inspeções realizadas, além dos procedimentos disciplinares.

 

Queixas

Houve queixas de que, devido à pouca divulgação da presença dos corregedores, a população não pode apresentar suas reclamações. Ocorre que não se tratou de inspeção geral nas promotorias e procuradorias de Justiça. E hoje, conforme José Roque Marques, qualquer cidadão pode acessar o site do CNMP (www.cnmp.mp.br), deflagrando procedimento disciplinar. Não há porque, portanto, esperar uma inspeção nacional para isso.

 

Moro e Lula

Dizem que Lula está processando o juiz Sérgio Moro. Aquela torcida, parecida com a formada embaixo do prédio de onde o suicida tenta se jogar e grita “pula, pula”, espera agora para ver quem prende quem primeiro. Se o juiz ou o… réu.

Veja também

Na festa da Padroeira de Parintins, Braga anuncia que será o relator do orçamento do Ministério das ... “Assim que terminarem as eleições deste ano, volto para o Senado Federal para ser o relator do Orçamento de 2019 do Ministério das Cidades”. A revelação foi feita pelo senador Eduardo Braga, na manhã desta segunda-feira (16/07), durante entrevista a emissoras de rádio em...
Marcelo Amil lança pré-candidatura ao Governo pelo PMN O vereador Chico Preto é pré-candidato ao Senado e Marcelo Amil disputará o Governo do Estado pelo PMN. Foto: Divulgação O advogado Marcelo Amil foi lançado, nesta segunda-feira (16/07), como pré-candidato a governador pelo Partido de Mobilização Nacional (PMN), nas elei...
Amazonino busca alianças, mas sem apetite para governar o círculo limitado derrubará o dominó chinês... Amazonino busca alianças, mas sem apetite para governar ele corre o sério risco de derrubar o dominó chinês que precisa ficar de pé para reelegê-lo O governador Amazonino Mendes sempre se mostrou especialista na "guerra com a espada embainhada". Antes do confronto propri...
Prefeitura de Manaus lança edital para implantação de curso de artes na Zona Leste Foto: Divulgação Está aberto o edital de chamamento público nº 07/2018, da Prefeitura de Manaus, destinado a Organizações da Sociedade Civil (OSCs) interessadas em implantar e desenvolver o projeto "Cursos Livres em Artes na Comunidade". O edital foi publicado na edição 43...
Sexta Alfredo e Pauderney com Amazonino e sábado com Omar. O que houve? E mais o panavueiro das pesq... Sexta Alfredo e Pauderney com Amazonino e sábado com Omar. O que houve? Pauderney (esquerda) e Alfredo (direita) são pré-candidatos a senador e correm atrás de apoios, como o de Silas Câmara (centro) que se definiu por Omar Aziz. Entenda o panavueiro Os deputados federai...

5 comentários para “Enquanto Brasília não ata nem desata o PROS de Melo pode se unir ao PMDB de Braga em chapa na Assembleia Legislativa

  1. Alexis Uchôa disse:

    A Política esta desde jeito, o inimigo de Hoje é o Amigo de Amanhã, se esses acordos forem para o bem da sociedade vale apena ,porque dessa vida não vamos levar nada material, mas deixa um bom legado isso é importante, Ass: Alexis Uchôa.

  2. Plínio Mendes disse:

    Na minha humilde opinião, o que se vê são pressões em torno do processo de cassação do Governador Melo. Confirmando aos quatro cantos: um desespero de uma das partes para que a ação seja julgada o quanto antes. para Eduardo Braga,voltar ao governo seria um OÁSIS”: assim seria só investigado pela lava jato no STJ apenas se houvesse a aprovação da Assembleia Legislativa do Amazonas. “SEDE DE PODER” Eis o segundo motivo para o desespero se o processo do José Melo for empurrado para ser julgado em 2017 ano que vem, e o TSE confirmar a CASSAÇÃO, o presidente do Legislativo Estadual assumirá o Governo, mas terá que chamar novas eleições. Aumentando uma briga de interesse pela presidência na Assembleia Legislativa. O Mestre dos Magos, parece ter o corpo fechado e irá sem dúvida nem uma ganhar essa briga na alta corte. E terminar seu mandato,que o povo amazonense OUTORGOU nas URNAS. “Melhor para o AMAZONAS”

    1. Rildo disse:

      Você está em que lugar do mundo? ?? O Melo como governador foi e está sendo o pior de todos! Fato até os próprios amigos dele dizem isso nas entrelinhas

  3. Rildo disse:

    Você deve ser um puxa saco daqueles né Plínio, só assim entendo o seu desespero de querer que o Melo continue como governador… ora esse senhor sem dúvida nenhuma é o pior governo que já tivemos

    1. Plínio Mendes disse:

      Caro Sr. Rildo, não faço parte de nem uma cartilha de políticos e sim tenho livre arbítrio, para me expressar e dar minha opinião. Agora, se por acaso o Sr. Se ofendeu com tal fato!… Não será eu o puxa saco como me relacionou no seu comentário. O Amazonas e seu povo a qual faço parte, não merece essa briguinha pelo poder. E sim, deixar esse Governo terminar seu mandato para depois em 2018 os AMAZONENSES votar em quem mereça ser Governador do Estado. Seria, na minha humilde opinião um retrocesso na economia do Estado essa troca de comando e ainda no TAPETÃO”. Um forte abraço, Ass: Plínio Mendes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook