Sexta-feira, 20 de abril de 2018

Ex-diretor do Detran afirma que não tirou multa, mas atual manda apurar denúncia do Portal

Atual diretor-presidente do Detran-AM, Vinicius Diniz, determinou abertura de sindicância para apurar denúncia publicada pelo portal de que coordenadora de Leilão do órgão licenciou o próprio carro sem pagar 10 multas em aberto. Foto: Divulgação

O diretor-presidente do Departamento Estadual de Trânsito (Detran-AM), Vinicius Diniz, determinou abertura de sindicância para apurar denúncia publicada hoje pelo Portal Marcos Santos sobre licenciamento, com multas em aberto, de veículo de propriedade da coordenadora da Comissão Administrativa de Leilão do órgão.

O carro, uma Toyota Hillux de placas PHA-0001, em nome de Eliane Souza, servidora do Detran e coordenadora da comissão desde 2013, da gestão do ex-diretor Leonel Feitoza, conseguiu licenciar o próprio veículo sem pagar multas de trânsito em aberto e sem recursos.

Em nota, a assessoria do Detran-AM afirmou que tão logo a sindicância seja concluída, “adotará as providências que o caso exigir”. O diretor Vinicius Diniz afirma, ainda, que não compactua com atos de ilegalidade e irregularidades, e que, se for comprovada a existência de culpa, os autores serão responsabilizados de acordo com a lei.

Ex-diretor

O ex-diretor Leonel Feitoza informou ao Portal que a coordenadora é servidora efetiva do Detran e que quando ele assumiu o cargo só a manteve no posto, não sendo ela de confiança dele.

Feitoza explicou que é de praxe retirar as multas para o licenciamento quando há recurso, o que não existe neste caso, conforme consulta feita também junto ao Instituto Municipal de Engenharia e Fiscalização de Trânsito (Manaustrans), não tendo a proprietária apresentado pedido à Junta Administrativa de Recursos de Infrações (Jari).

O ex-presidente ainda afirmou que, à época, como gestor do órgão, não teve participação neste processo, que tem instâncias próprias e independentes.

Denúncia

Conforme documentos enviados ao Portal Marcos Santos e em consulta simples aos sites do próprio Detran-AM, buscando pelo número do Renavam do carro da coordenadora de Leilão do Detran, as 10 multas existentes no sistema foram suspensas em 28 de julho de 2017, liberando o carro para licenciamento, uma Toyota Hillux.

A multa em aberto mais antiga data de 6 de maio de 2015, por executar operação de retorno em locais proibidos pela sinalização, no valor de R$ 191,54, estando vencido também o prazo de recurso.

Há ainda uma notificação de penalidade de multa de 22 de outubro de 2015, duas de 2016 e mais 6 de 2017. O valor total das multas é de R$ 1.285,10, sem incluir os juros.

Quitação de multas

O licenciamento só poderia ocorrer com quitação das multas, mas foi feito com uma alteração no sistema do Detran, com a suspensão das multas.

O servidor que suspendeu as infrações, sem previsão legal, violou os artigos 130 e 131, §2º do Código de Trânsito Brasileiro. Segundo o art. 130, “todo veículo automotor, elétrico, articulado, reboque ou semi-reboque, para transitar na via, deverá ser licenciado anualmente pelo órgão executivo de trânsito do Estado, ou do Distrito Federal, onde estiver registrado o veículo”.

E o parágrafo segundo, do art. 131, diz que “o veículo somente será considerado licenciado estando quitados os débitos relativos a tributos, encargos e multas de trânsito e ambientais, vinculados ao veículo, independentemente da responsabilidade pelas infrações cometidas”.

Inserção de dados

Além de violar o CTB, o servidor, ao inserir a suspensão das multas, cometeu, em tese, o crime de inserção de dados falsos em sistema de informações que está previsto no artigo 313-A do Código Penal Brasileiro, que prevê pena de 2 anos a 12 anos de reclusão e multa: “Art. 313-A. Inserir ou facilitar, o funcionário autorizado, a inserção de dados falsos, alterar ou excluir indevidamente dados corretos nos sistemas informatizados ou bancos de dados da Administração Pública com o fim de obter vantagem indevida para si ou para outrem ou para causar dano: (incluído pela Lei nº 9.983, de 2000).

Veja também

Detran-AM abre inscrições para curso de Mecânica de Salto Alto Estão abertas as inscrições para o curso Mecânica de Salto Alto do Departamento Estadual de Trânsito do Amazonas (Detran-AM). O curso é direcionado exclusivamente para mulheres maiores de 18 anos que procuram conhecer seu veículo. As inscrições podem ser realizadas na Gerê...
Três retornos são fechados para evitar acidentes na avenida Coronel Teixeira Um dos pontos fechados foi o retorno em frente ao Condomínio Jardim das Américas. Foto: Marcelo Lima/Manaustrans Para garantir trânsito com mais segurança, as áreas de canteiro central utilizadas para retorno de veículos na avenida Coronel Teixeira, Ponta Negra, zona Oeste...
Eixo de ônibus quebra em passagem de nível em avenida de Manaus Um ônibus da linha 423, que faz rota para a Zona Norte de Manaus, sofreu uma pane mecânica no fim da manhã desta terça-feira, 17, na avenida Humberto Caldeiraro Filho, bairro Adrianópolis, em Manaus. Segundo o Manaustrans, agentes foram deslocados para o local, para orie...
Lista dos beneficiários do projeto CNH Social só sai após o período eleitoral Lista de beneficiários da CNH Social só será divulgada depois de outubro. Foto: Arquivo O Departamento Estadual de Trânsito do Estado do Amazonas (Detran-AM) informou, nesta segunda-feira (16/04), que a divulgação da lista dos beneficiários do projeto “CNH Social” só poder...
Mais de 250 motoristas são autuados pelo Detran-AM durante o fim de semana Foto: Divulgação O Departamento Estadual de Trânsito (Detran-AM) intensificou a realização das blitz e de fiscalização da Lei Seca, que desde o inicio do ano passaram a ser realizadas quase que diariamente, em pontos estratégicos, em todas as zonas da cidade. Somente no ...

Um comentário para “Ex-diretor do Detran afirma que não tirou multa, mas atual manda apurar denúncia do Portal

  1. Jamil Derzi Jr disse:

    E a “síndrome do esquecimento” continua firme e forte na seara de políticos e secretários!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook