San Francisco, da Golden Gate aos vinhos do Napa Valley, em meio a cartões postais conhecidos mundialmente

Metrópole mais charmosa da Califórnia atrai muitos brasileiros, apesar de estar a 6 longas horas de voo de Miami

Localizada na costa oeste dos Estados Unidos, San Francisco tem vários atrativos para satisfazer os turistas mais exigentes. A beleza de sua geografia é um deles, já que a cidade está situada na ponta de uma península que tem o oceano Pacífico a Oeste e a baía de San Francisco a leste. É cercada, para completar, por montanhas e estima-se que tenha 43 morros que dão uma inclinação inigualável às suas ruas. A cidade é cada vez mais visitada por brasileiros, apesar das cansativas 6 horas de voo de distância, a partir de Miami.

Os cable cars enfrentam as ruas inclinadas de San Francisco.

Os cable car enfrentam as ruas inclinadas de San Francisco.

O contraste entre o novo e o antigo também dá um charme especial à cidade, que é uma das mais visitadas dos Estados Unidos. Os cable car – os bondinhos elétricos criados em 1873 – continuam a desafiar as ruas inclinadas, criando um clima nostálgico que se estende às casas de arquitetura vitoriana. Por outro lado, há o alegre bairro do Castro, ponto de encontro da turma GBLT,  os imponentes arranha-céus do Financial District, centro financeiro da cidade, e a movimentada Chinatown, a pioneira no mundo e uma das maiores dos EUA.

A Golden Gate Bridge é um marco de San Francisco conhecido mundialmente.

A Golden Gate Bridge é um marco de San Francisco conhecido mundialmente.

Cosmopolita, multicultural – quase 50% dos seus habitantes são imigrantes ou de ascendência estrangeira –, San Francisco ainda oferece boas opções de compras e de gastronomia.

De San Francisco é possível seguir para a região vinícola do Napa Valley e Vale do Sonoma ou começar o percurso pela Highway 1, uma das mais belas estradas panorâmicas do mundo, que margeia o Pacífico até San Diego, quase fronteira com o México (ver posts anteriores).

Os cable car foram criados em 1873 e até hoje estão em funcionamento.

Os cable car foram criados em 1873 e até hoje estão em funcionamento.

O que fazer na cidade

Golden Gate Bridge – Inaugurada em 1957 é o marco turístico de San Francisco, conhecido mundialmente. A ponte, com seis pistas para veículos e uma passagem para pedestres, é uma admirável obra de engenharia. Sua imensa estrutura suporta ventos de até 160km/h.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Joseph Strauss, o engenheiro responsável pela obra da ponte, é homenageada num dos inúmeros points views (pontos de visão), que fazem a delícia dos fotógrafos, profissionais ou amadores. Pontos de visão que, aliás, fariam enorme bem à ponte Rio Negro, em Manaus.

Fisherman’s Wharf – É a área do porto da cidade, com dezenas de restaurantes e barraquinhas que vendem mariscos preparados na hora a preços baixos. A especialidade é o caranguejo do Pacífico.

O Fisherman Warf é a área portuária, com muitas opções de restaurantes especializados em frutos do mar e peixes.

O Fisherman’s Wharf é a área portuária, com muitas opções de restaurantes especializados em frutos do mar e peixes, além de cenário obrigatório para fotos.

Embarcadero – Com 39 píers, é a área onde artistas de rua se apresentam. O píer 39 é um dos mais visitados pelos turistas porque concentra um grande número de lojas de souvenir, restaurantes e também abriga uma colônia de leões-marinhos. No 39 fica localizado o Aquarium of the Bay, para quem quer conhecer um pouco mais da vida marinha.

O píer 39 concentra um grande número de lojas e restaurantes

O píer 39 concentra um grande número de lojas e restaurantes

Leões marinhos também frequentam o local, para tomar sol

Leões marinhos também frequentam o local, para tomar sol

Casas vitorianas – As casas de estilo vitoriano, difundido no final do século 19 pelo Reino Unido, estão concentradas por Haight-Ashburry, Mission District, Potrero Hill, Eureka, Glen Park, Nob Hill e pela Van Ness Avenue. Até hoje essas residências abrigam famílias ricas da cidade.

Presídio de Alcatraz – A ilha onde está localizado o Presídio de Alcatraz, a prisão que abrigou criminosos famosos como Al Capone, pode ser vista de vários pontos da cidade. Para visitar o local basta fazer a travessia de “ferryboat”, que parte do Pier 33, no Embarcadero. Há várias saídas durante o dia.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

O presídio de Alcatraz, onde ficaram presos alguns dos mais perigosos criminosos dos EUA, é aberto à visitação.

Civic Center – O centro administrativo de San Francisco reúne monumentos importantes, como o War Memorian Opera House, City Hall, Symphony Hall e a principal biblioteca pública da cidade.

O City Hall, um dos monumentos do Civic Center

O City Hall, um dos monumentos do Civic Center

Ghirardelli Square – Próxima ao Fisherman’s Wharf. A praça abriga uma famosa fábrica de chocolate californiana, lojas e restaurantes.

Golden Gate Park – um dos maiores parques da cidade. Também abriga o Jardim Japonês, California Academy of Sciences e o The Young Museum. 

O Jardim Japonês é uma das atrações do Golden Gate Park.

O Jardim Japonês é uma das atrações do Golden Gate Park.

Coit Tower – Um torre de 65m de altura, com belos murais e um deque de observação, fica no alto de Telegraph Hill.

Union Square – Fica no centro do principal bairro comercial da cidade, onde se concentram as grandes lojas de departamentos. É ladeada por palmeiras.

Chinatown – É uma das maiores dos Estado Unidos e foi a primeira grande concentração de chineses a receber esse nome. A principal via turística é a Grant Avenue, com muitas lojas que vendem uma variedade de produtos. Na Stockton Street ficam os estabelecimentos que vendem frutas, verduras e peixes frescos, onde os locais fazem suas compras.

Chinatown tem um intenso comércio de produtos variados.

Chinatown tem um intenso comércio de produtos variados.

Lombard Street – Conhecida como a rua mais sinuosa do mundo, já apareceu em vários filmes de Hollywood. É construída em um morro e tem um inclinação acentuada.

A rua mais sinuosa do mundo já apareceu em vários filmes de Hollywood.

A rua mais sinuosa do mundo já apareceu em vários filmes de Hollywood.

 

Sausalito, um belo mirante de San Francisco

Almoçar peixes ou frutos do mar frescos, tendo como vista a baía de San Francisco. Essa experiência pode ser vivida na pequena vila pesqueira de Sausalito, localizada a pouco mais de meia hora de carro da cidade de San Francisco. Também é possível fazer a travessia de ferry, desde o Ferry Building.

Sausalito tem uma bela vista da baía de San Francisco.

Sausalito oferece uma bela vista da baía de San Francisco.

A cidade é charmosa e pequena. É fácil conhecê-la, já que na avenida central, a Bridgeway Avenue, há várias lojinhas e restaurantes à beira-mar.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Muitos restaurantes ficam sobre as águas

Muitos restaurantes ficam sobre as águas

E você pode saborear a comida sentado em balcões de frente para o mar.

E você pode saborear a comida sentado em balcões de frente para o mar.

As especialidades são os peixes e frutos do mar, como esse espeto de salmão e camarão

As especialidades são os peixes e frutos do mar, como esse espeto de salmão e camarão

ou camarão coberto com massa folhada.

ou camarão coberto com massa folhada.

 Cupertino, a sede da Apple

Cupertino é uma das cidades que fazem parte do chamado “Vale do Silício”, que abriga mais de 60 empresas de alta tecnologia. Os ‘applemaníacos’ batem ponto na cidade, onde fica a sede da Apple. Infelizmente, não é possível entrar no campus da empresa, a não ser que você seja convidado de algum funcionário. Ao lado, fica The Company Store, praticamente a primeira loja da empresa, onde é possível comprar produtos como camisetas, canetas, canecas, bonés com a logo da Apple.

Cupertino fica a uma hora de carro de San Francisco, mas evite os horários de rush porque o trânsito fica muito lento.

Sede da Apple em Cupertino

Sede da Apple em Cupertino, ao lado da qual fica a The Company Store

 

 

 

Placas de identificação das ruas na quadra da Apple, todas com a logomarca da empresa.

Placas de identificação das ruas na quadra da Apple, todas com a logomarca da empresa.

Wine Country, um passeio pelas vinícolas 

No Norte do Estado da Califórnia, a pouco mais de 1h de San Francisco, está o Wine Country, que reúne mais de 400 vinícolas e produz os melhores vinhos do país. Duas das principais áreas vinícolas são o Vale do Sonoma e o Napa Valley. Vale a pena essa visita porque, cada vez, a produção que sai do local ganha espaço no mundo, com vinhos ricos nos diversos componentes da bebida e cada vez mais requeridos presentes nas cartas dos melhores restaurantes internacionais.

Sonoma, pequena cidade do Vale do Sonoma, tem um centrinho charmoso, com várias lojas, principalmente de vinhos, ótimos restaurantes e prédios históricos em estilo espanhol.

No Napa Valley, que abriga as cidades de Yountville, Oakville, St. Helena, Rutherford e Calistoga, há cerca de 250 vinícolas e os melhores rótulos. Com tantas opções, o difícil é escolher as vinícolas para visitar. Duas boas sugestões: o Chateau Montelena, que fica na cidade de Santa Helena e tem o vinho branco do mesmo nome que desbancou os vinhos franceses em uma prova cega, em 1976, e a Opus One, vinícola que produz um dos melhores vinhos californianos e por muitos considerado o melhor dos EUA.

No

Os vinhedos dominam a paisagem no Napa Valley e as vinícolas são abertas à visitação.

O Napa Valley é a maior região produtora de vinho dos EUA.

O Napa Valley é a maior região produtora de vinho dos EUA.

Chateau Montelena, que produziu o Chadornnay que desbancou, em uma prova cega, os vinhos franceses.

Chateau Montelena, que produziu o Chadornnay (branco) que desbancou, em uma prova cega, os vinhos franceses.

Para os mais corajosos há viagens de balão pelo Wine Country, a partir de Yountville. Também há o Napa Valley Wine Train, que oferece viagem de três horas, apreciando os vinhos da região acompanhados por pratos requintados.

Os balões coloridos dominam os céus do Napa Valley.

Os balões coloridos dominam os dias ensolarados nos céus do Napa Valley.

Depois de conhecer as vinícolas, uma excelente opção para almoço ou jantar é o Wine Spectator Greystone Restaurant, a joia do Culinary Institute of América Greystone Restaurante, uma escola de gastronomia próxima a cidade de Santa Helena. O restaurante tem alguns ex-alunos ilustres, como Antony Bourdain, astro do canal Discovery Travel & Living, e o apoio da “bíblia” mundial do vinho, a Wine Spectator. É que a revista doou os primeiros US$ 2 milhões para o estabelecimentos da fundação, que recebe o apoio das vinícolas e armazena e faz harmonizações enogastronômicas com todos os rótulos já fabricados no Napa.

Os pratos são elaborados por estudantes do curso, sob supervisão dos chefs.

No Wine Spectator, os pratos são elaborados por estudantes do curso, sob supervisão dos chefs. O principal deles, Almir da Fonseca, é brasileiro, já esteve em Manaus, e esbanja simpatia

É servido um menu degustação de sobremesas, acompanhado de três tipos de vinhos.

É servido um menu degustação de sobremesas, cada uma acompanhada pelo tipo de vinho (doce, liquoroso) que faz a harmonização perfeita. É parte do aprendizado: vinhos são de entrada (aperitivo), como os do Porto, espumantes (Champanhe), brancos, tintos e de sobremesa, caso dos franceses Sauternes e dos canadenses Ice Wines. Como se vê, o Napa Valley produz variedades que alcançam sim a sobremesa

O Institute Culinary of America tem uma arquitetura que lembra as construções medievais da Europa.

O Wine Spectator, do Institute Culinary of America, tem uma arquitetura semelhante às das construções medievais da Europa.

Outro lugar com boas opções de restaurantes é a pequena cidade de Yountville, entre San Francisco e Santa Helena.

 

Posts relacionados

Califórnia: Nas curvas da lendária Highway 1, de San Francisco a Monterey

Nas curvas da lendária Highway 1, de Monterey a Carmel (parte 2)

Nas curvas da lendária Highway 1: de Carmel a Santa Barbara (parte 3)

Nas curvas da lendária Highway 1, de Santa Bárbara a Los Angeles (parte 4)

A estrada Los Angeles-Las Vegas e a cidade que é o maior playground adulto do planeta

Uma receita caseira: pacu frito com o melhor vinho branco do mundo

 


 

Veja também

Festival traz a música e a gastronomia paraenses para a Arena da Amazônia Wanderley Andrade é a atração nacional do Festival Nossa Energia Mova a Amazônia, que vai tomar a Arena da Amazônia de 17 a 19 de novembroA gastronomia paraense vai dominar a praça de alimentação da sexta edição do festival Nossa Energia Move a Amazônia (Nema), que acon...
General diz que participação dos EUA em exercício militar na Amazônia não é ameaça à soberania nacio... Exército se prepara para o AmazonLog 2017, exercício de logística multinacional inédito na América do Sul, na tríplice fronteira entre Brasil, Colômbia e Peru. Foto: Antonio Cruz/ Agência BrasilO general Guilherme Cals Theophilo Gaspar de Oliveira, comandante logístico ...
Governo busca fortalecer o turismo gastronômico ao realizar a 2ª edição do FIGA Turismo gastronômico é opção de fomento de geração de emprego e renda, segundo objetivo das empresas de turismo e fomentadores. Foto: Valdo Leão/ SecomO turista que visita o Estado do Amazonas e sua capital Manaus gasta cerca de 70% de sua receita diária com alimentação...
Belém sedia Encontro Mundial das Cidades Criativas da Gastronomia, promovido pela Unesco, em novembr... Chef Thiago Castanho, do Remanso do Bosque, é a estrela da gastronomia paraenseEncontro Mundial das Cidades Criativas da Gastronomia, reunindo 18 cidades, de 15 países, acontece em Belém, de 7 a 11 de novembro. O projeto é da Organização das Nações Unidas para a Educaçã...
Queijo Serra da Estrela: um manjar português totalmente artesanal O queijo Serra da Estrela tem uma casca de consistência mais dura e o interior é derretido e apetitoso. Fotos: DivulgaçãoAo visitar Portugal, o turista irá descobrir que as riquezas gastronômicas vão muito além do tradicional bacalhau ou do ilustre pastel de nata. Prova...

2 comentários para “San Francisco, da Golden Gate aos vinhos do Napa Valley, em meio a cartões postais conhecidos mundialmente

  1. Carlos Valente disse:

    Marcos.
    Parabéns pela matéria. Muito bem apresentada e enriquecedora.
    Muito Obrigado.
    Carlos Valente

  2. Gostei muito da materia “San Francisco, da Golden Gate aos vinhos do Napa Valley, em meio a cartões postais conhecidos mundialmente”.

    Parabéns!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook