Empresário de Goiânia é o mandante da queima de helicópteros do Ibama; veja quem são os outros envolvidos

O mandante dos ataques a dois helicópteros do Ibama, no aeroclube de Manaus, é o empresário Aparecido Naves Junior, de Goiânia. Foto: Divulgação

O suspeito de ser o mandante dos ataques a dois helicópteros do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) é o empresário milionário Aparecido Naves Junior, de Goiânia. Ele foi preso hoje (2), pela Polícia Federal, por meio da Operação Acauã, em sua mansão na capital de Goiás, avaliada em R$ 2,6 milhões.

Aparecido é ligado a atividades de garimpo ilegal e é o sexto envolvido nesses ataques a ser preso. Os outros são Thiago Souza da Silva, Wisney Delmiro, Edney Fernandes de Souza, Fernando Warlison Pereira e Arlen da Silva – esses dois últimos são os autores do incêndio.

Os ataques aos helicópteros do Ibama aconteceram no dia 24 de janeiro, no aeroclube de Manaus. Um foi incendiado e outro ficou parcialmente destruído.

De acordo com a investigação, o crime teria como motivo principal frear as ações de fiscalização e repressão ao garimpo ilegal desenvolvidas no estado de Roraima em 2021, como uma represália às operações conjuntas realizadas pela Polícia Federal e Ibama recentemente.

PUBLICIDADE
Veja também
Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.