Vídeo mostra aglomeração de pessoas para buscar encomendas na Manaus Moderna

Vídeo mostra aglomeração de pessoas para buscar encomendas na Manaus Moderna

Vídeo mostra aglomeração de pessoas para buscar encomendas na Manaus Moderna. Foto: Divulgação

Enquanto as forças de segurança e Agência Reguladora dos Serviços Públicos Delegados e Contratados do Estado do Amazonas (Arsepam), em parceria com a Delegacia Fluvial da Polícia Civil (Deflu) e Marinha do Brasil, realizaram a “Operação Flutuante”, sobre funcionamento de flutuantes no Lago Tarumã, durante os decretos da pandemia, uma aglomeração chamou atenção na rede social na noite deste domingo (10).

Vídeo mostra

Dezenas de pessoas aparecem aglomeradas, muitas sem máscara ou qualquer outra proteção, para buscar encomendas no porto da Manaus Moderna. Nos grupos de WhatsApp, pessoas aglomeradas dessa forma tem sido apelidadas de “imortais”, como forma de deboche.

Um vídeo que circulou nas redes sociais mostra o grupo no local para retirar produtos ou buscar passageiros. A gravação mostra um total desrespeito não só aos decretos municipais e estaduais, mas também às recomendações da Organização Mundial de Saúde (OMS) em relação à pandemia.

É preciso sempre lembrar que o novo coronavírus não tem remédio específico, não há vacina ou um tratamento ainda amplamente aprovado. O vírus já provocou mais de 282 mil mortes em 187 países e soma mais de 4 milhões de infectados no mundo afora.

 

No Amazonas

O Amazonas registrou 674 novos casos, neste domingo (10/05), totalizando 12.599 casos confirmados do novo coronavírus no estado, segundo boletim epidemiológico divulgado pela Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas (FVS-AM).

Nesta edição do boletim, foram confirmados mais 42 óbitos pela doença, elevando para 1.004 o total de mortes, sendo 29 nas últimas 24 horas.

O boletim aponta que 4.582 pessoas com diagnóstico de Covid-19 estão em isolamento social ou domiciliar. Outras 6.597 pessoas já passaram pelo período de quarentena (14 dias) e se recuperaram da doença.

Decreto

Conforme o estabelecido pelo Decreto n° 42.247, publicado no último dia 30 de abril e que manteve até o próximo dia 13 de maio a suspensão dos serviços transporte terrestre e fluvial de passageiros em âmbito interestadual e intermunicipal, ressalvados os serviços públicos essenciais e os casos de urgência e emergência, a fiscalização é de responsabilidade da Arsepam, que atua nos principais pontos de embarque da orla fluvial de Manaus

Em média, 12 embarcações saem de Manaus com alimentos e todas são fiscalizadas antes de seguirem em direção aos municípios do Amazonas. O controle das pessoas autorizadas a utilizar esse serviço é realizado por meio de listas oficiais encaminhadas à Arsepam pelas prefeituras municipais ou por suas respectivas representações na capital.

PUBLICIDADE
Veja também
Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.