Investigador da polícia é preso por tentativa de extorsão na internet. Policial responde por roubo majorado no TJAM

O investigador da Polícia Civil Josino Paixão de Albuquerque Tinoco, 53, foi preso nesta quarta-feira (11) em flagrante acusado de tentativa de extorsão de um homem por meio de um site de compra e vendas pela internet.

Segundo a denúncia, o policial pediu R$ 1 mil para não prender a vítima, pelo crime de receptação de celulares. A prisão ocorreu na Redenção, zona Centro-Oeste. Edilson Ferreira Lima Junior, 19, também foi detido por suspeita de participar do crime.

Roubo

Conforme a Polícia Civil, o investigador e Edilson fizeram contato com o vendedor, um homens de 27 anos, alegando que o mesmo estava de posse de dois aparelhos roubados.

No local e horário do encontro, equipe do 10º Distrito Integrado de Polícia (DIP) fez a prisão em flagrante. Josino Paixão já responde a um processo no Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM), por roubo majorado, deste ano. A audiência de instrução e julgamento deste caso foi marcada para o dia 7 de outubro de 2019.

Concussão

O delegado-geral da PC, Mariolino Brito, ressaltou que o investigador será autuado em flagrante por concussão – crime cometido por funcionário público. Edilson Ferreira Lima Junior será autuado por extorsão.

A dupla será levada para a Audiência de Custódia. Por ser policial civil, Josino Paixão de Albuquerque Tinoco ainda responderá processo administrativo junto à Corregedoria Geral do Sistema de Segurança Pública (SSP-AM).

Veja também
Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *