Terça, 19 de junho de 2018

Palacete Provincial recebe a exposição inédita ‘O Tempo e as Ruínas’

 

A artista explica que “O Tempo e As Ruínas” é constituída de 12 telas em acrílico sobre tela. Foto: Divulgação

Pinturas de imóveis do Centro, zona sul de Manaus, podem ser conferidas de 25 (segunda-feira) de junho a 25 (sábado) de agosto na exposição “O Tempo e As Ruínas”, da artistas plástica Isadora Barreto de Sousa, na sala José Bernardo Micheles, no Palacete Provincial, na praça Heliodoro Balbi, no Centro, zona sul de Manaus. O vernissage será no dia 25, a partir das 19h.

A artista explica que “O Tempo e As Ruínas” é constituída de 12 telas em acrílico sobre tela, que são resultantes  de um trabalho que durou sete meses. Isadora Barreto ressalta que criou imagens que retratam cenários conhecidos dos manauenses, como Booth Line e Hotel Cassino.

Leia também:Festival Folclórico do Amazonas inicia hoje na Ponta Negra

“Nos quadros, estão retratados locais importantes da nossa cidade e que merecem ser preservados. As imagens evidenciam as transformações desses locais nos últimos quarenta anos” afirma Isadora.

Nova geração – Os locais escolhidos para aparecem no trabalho de Isadora Barreto, de 24 anos, um dos nomes mais promissores do Estado e que faz parte da nova geração de talentos, busca promover um resgate da história e enriquece culturalmente o município. De acordo com Isadora Barreto, a temática da série “O Tempo e As Ruínas” gira em torno do tempo em que se discute as condições atuais e o destino desses patrimônios.

Foto: Divulgação

“Desde a infância, minha avó e meus pais falavam sobra a beleza dos casarios do centro de Manaus. As telas seguem o estilo impressionista, onde ilustro a deterioração desses lugares através de diversas misturas e camadas de cores, utilizando a técnica acrílico sobre tela. Tento resgatar a beleza que não pode ser vivenciada pela minha geração” revela.

Arquitetura histórica – A curadoria da exposição é de arquiteta Maria Lúcia Abrahim. Para ela, o tema escolhido pela artista plástica é interessante e difícil, uma vez que Isadora Barreto reúne e sobrepõe vários tempos e olhares.

“Isadora procura não interpretar seu objeto mas coexistir com ele. Ela não cede a esse sentimento cruel da temporalidade. Nesse movimento pendular entre ausência e presença absoluta de valores, por um breve instante suas obras remetem à era Metamoderna da produção artística. Ela tem um olhar de esperança e não de ruína, tirando da invisibilidade urbana essa arquitetura histórica” disse Abrahim.

Veja também

Presos na Operação Incautos usavam nome da Esbam no interior para enganar alunos desavisados Presos na Operação Incautos usavam nome da Esbam no interior e conseguiam arregimentar alunos para cursos sem autorização do MEC. Instituição está sob intervenção judicial A disputa pelo comando da Escola Superior Batista do Amazonas (Esbam) levou à Operação Incautos. Fo...
Zona Franca tem dia decisivo na Comissão de Constituição e Justiça do Senado O senador Omar Aziz disse que a Receita Federal apunhalou a Zona Franca, um modelo que serve de exemplo para o controle do desmatamento na Amazônia. Foto: Divulgação A Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado decide nesta quarta-feira (20/06) se os decretos leg...
‘Tubarão’ é preso na Comunidade Rio Piorini. Ele era procurado por homicídio cometido em... Foto: Divulgação Cleberton Bezerra Romano, de 24 anos, conhecido como “Tubarão” foi preso na tarde de segunda-feira (18) por homicídio que cometeu em dezembro de 2017, na rua Paxiúba, bairro Santa Etelvina, zona norte de Manaus. De acordo com a Polícia Civil, as equipes d...
Aumento dos casos de filhotes de peixes-bois presos em malhadeiras preocupa o Inpa A instituição está planejando uma campanha de sensibilização para orientar pescadores e comunitários a como proceder no caso de captura acidental de filhotes de peixes-bois em redes de pesca. Foto: Divulgação O aumento da captura acidental de filhotes de peixes-bois-da-ama...
‘Malaba Jam Festival 6’ será lançado com shows de Canhamukaya e The Stone Ramos Foto: Divulgação As bandas Canhamukaya e The Stone Ramos vão comandar o lançamento da sexta edição do Malaba Jam Festival, que acontecerá nesta quarta-feira, dia 20, a partir das 19h, dentro da programação do Tacacá na Bossa, no Largo de São Sebastião, Centro. O acesso é g...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook