Sexta-feira, 20 de julho de 2018

Programa Diário da Manhã


Ouvir a Rádio Diário Ao Vivo

Flagelo Fronteiriço

Delegado Guilherme Torres

Delegado Guilherme Torres

“Quem conhece a si mesmo e ao inimigo pode garantir a vitória, mas quem conhece o tempo e o terreno alcançará de forma absoluta.” Foi o que disse o maior estrategista de todos os tempos, o General Chinês Sun Tzu, nascido 500 (quinhentos) anos antes de Cristo.

No ano de 2017 o crime organizado na Venezuela teve um aumento alarmente de mais de 50% (cinquenta) por cento, segundo a Organização não-governamental Paz Activa. Tal fato se deu em razão da crise política e econômica que assolou o país.

No Estado de Zulia foram registrados aproximadamente 70% (setenta) por cento dos homicídios vinculados às Organizações Criminosas. Curiosamente, tal Estado faz fronteira com a Colômbia, região dominada pelos dissidentes das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia – FARC.

Pois bem, fato público e notório que, não obstante a luta diária dos colegas policiais vizinhos, Roraima já tem “pago um preço” muito alto na segurança pública em razão da imigração de venezuelanos, haja vista que a facção Primeiro Comando da Capital – PCC, tem recrutado refugiados, de dentro do presídio e, assim, aumentado sua frente internacional, criando-se, também, conexões criminosas para o tráfico de armamento de grosso calibre.

Como se nota, a rápida ascensão do PCC nos presídios de Roraima pode gerar, de igual modo, consequências graves para a Segurança Pública do Estado do Amazonas, pois não se pode olvidar que os “olhos” do PCC estão voltados para rota do Solimões e o objetivo desta facção, desde sua fundação, no ano de 1992, é se infiltrar e se estabelecer em todos os presídios do país, além de buscar o monopólio das rotas do tráfico, a exemplo do que ocorreu na fronteira do Paraguai, em junho de 2016, quando integrantes do grupo criminoso assassinaram Jorge Rafatt (considerado o Rei da fronteira) e, assim, passaram a ter o domínio daquela rota.

Diante desse cenário, autoridades de Segurança Pública do Amazonas e de Roraima (civil, militar e federal), têm envidado esforços de maneira integrada para que se amenizem os impactos da crise internacional venezuelana em nosso país.

Segurança Pública se faz com prevenção, antecipação e inteligência. Assim, conhecendo o inimigo (facções criminosas) e o território (fronteira) garantiremos a vitória.

* Guilherme Torres é delegado e diretor do Departamento de Repressão ao Crime Organizado (DRCO).

Veja também

Polícia ocupa Jorge Teixeira após prefeito denunciar intimidação de traficantes a agentes de vacinaç... Polícia está fazendo operação de saturação desde ontem no Jorge Teixeira após traficantes impedirem equipes de vacinação de continuar trabalho noturno. Fotos: Divulgação A Secretaria de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM) realiza desde as primeiras horas da manhã dest...
Colombiano é preso com 1,5kg de cocaína líquida e petrificada. Droga seria levada para Porto Velho... Colombiano foi detido no terminal rodoviário, para onde embarcaria com destino a Porto Velho, em Rondônia. Fotos: Divulgação O colombiano Ciceron Polania Barboza, 53, foi preso em flagrante com 1,5 quilo de cocaína líquida e petrificada, estado da droga para ser diluído ...
Polícia apreende duas granadas, drogas e revólver com homem no Tancredo Neves Duas granadas foram encontradas na residência de Elivelton, preso com arma e drogas. Foto: Divulgação Elivelton Gatinho Silva, 25, foi preso em flagrante na noite desta quarta-feira (18), na comunidade São Lucas, Tancredo Neves, zona Leste de Manaus, com uma arma de fo...
Após ameaça de traficantes a agentes de saúde, SSP-AM envia equipe ao Jorge Teixeira para varredura... Foto: Arquivo Em nota emitida na noite desta quarta-feira (18), sobre a ocorrência denunciada pelo prefeito de Manaus, Arthur Virgílio Neto, sobre ameaça de traficantes feita a equipe de vacinação do sarampo, a Secretaria de Segurança Pública (SSP-AM) determinou que o ca...
Mulher é presa com drogas nas partes íntimas após denúncia de tráfico no Monte das Oliveiras Shirley foi detida com drogas escondidas nas partes íntimas. Na casa havia balança de precisão e caderno de anotações do tráfico. Foto: Divulgação Shirley dos Santos Pereira, 19, foi presa em flagrante por tráfico de drogas no Monte das Oliveiras, zona Norte de Manaus, n...

Um comentário para “Flagelo Fronteiriço

  1. PLÍNIO MENDES#ESTAMOS JUNTOS NA LUTA# disse:

    A Fragilidade da SEGURANÇA nas FRONTEIRAS, permite a entrada de armas e DROGAS, também facilitou o crescimento das FACÇÕES CRIMINOSAS. INVESTIGAÇÕES já mostram como a maior FACÇÃO do PAÍS se aliou a TRAFICANTES de outros PAÍSES. SOU ESPECIALISTA, E DIGO QUE TUDO ISSO está relacionado às, REBELIÕES que o BRASIL VEM ASSISTINDO desde o começo do ano em PRESÍDIOS do PAÍS. É UMA GUERRA POR PODER E TAMBÉM POR MERCADO. A MATANÇA entre GRUPOS rivais dentro dos PRESÍDIOS das REGIÕES NORTE E NORDESTE esconde uma INTENSA DISPUTA pelo controle das ROTAS INTERNACIONAIS DO TRÁFICO DE DROGAS. UMA carta apreendida pela POLÍCIA DE SÃO PAULO em 2008 é o PRIMEIRO REGISTRO da RELAÇÃO dos CHEFES DA FACÇÃO PAULISTA COM TRAFICANTES BOLIVIANOS. ELA traz detalhes da VIAGEM que o então CONTADOR da FACÇÃO fez em fevereiro daquele ano à CIDADE PUERTO QUIJARRO, na FRONTEIRA do BRASIL com a BOLÍVIA. As investigações revelaram que, na ocasião, TRAFICANTES bolivianos acertaram a entrega de até 70KG por mês para a QUADRILHA PAULISTA, além da venda de ARMAS E EXPLOSIVOS. “Eles tem escritórios MESMO. Tem gente trabalhando dá para essas duas coisas: para comprar as DROGAS, para MOVIMENTAR a parte do DINHEIRO e também para a compra de ARMAS. Algumas dessas ARMAS que foram usadas aqui, METRALHADORA .(ponto) 50, QUE FORAM USADAS AQUI NOS grandes ASSALTOS a TRANSPORTADORAS de VALORES, aparentemente elas são ARMAS antigas do EXÉRCITO BOLIVIANO”. PARAGUAI, foi alvo de uma EMBOSCADA nas ruas de PEDRO JUAN CABALERO. Ordem era: MATAR RAFAAT. Ordem partiu da FACÇÃO Paulista, que queria eliminar os INTERMEDIÁRIOS e assumir o CONTROLE das ROTAS de TRÁFICO NA REGIÃO. ”Está faltando uma integração entre os ORGÃOS DE INTELIGÊNCIA para que façam um trabalho preventivo nessas REGIÕES e também um TRABALHO INVESTIGATIVO a partir das INFORMAÇÕES DE INTELIGÊNCIA. NO MOMENTO HÁ UMA AÇÃO DESCOORDENADAS, EM QUESTÃO DE AÇÕES INTEGRADAS. TEMOS QUE MUDAR TAL PROCEDIMENTO,JUNTO AO NOVO MINISTÉRIO DA SEGURANÇA PÚBLICA.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook