Segunda-feira, 16 de julho de 2018

Santa Isabel do Rio Negro na rota turística do Estado

Pico da Neblina

Pico da Neblina e Pico 31 de Março, considerados os pontos mais altos do Brasil, estão localizados no Amazonas, mais precisamente no município de Santa Isabel do Rio Negro (a 846 quilômetros de Manaus), paraíso também da Pesca Esportiva. Por essas e outras justificativas que o município está entre os 30 destinos amazonenses considerados com potencial turístico, de acordo com o Ministério do Turismo.

E para ordenar a atividade no município, o Governo do Amazonas, por meio da Empresa Estadual de Turismo (Amazonastur), de forma inédita, fez uma parceria com a prefeitura local para desenvolver ações que visam fomentar, ordenar e promover o potencial turístico.

A parceria foi firmada, na manhã desta quarta-feira (10/1), quando o presidente da Amazonastur, Orsine Junior, recebeu o prefeito Araildo Mendes, na sede do Órgão Estadual de Turismo, localizada na avenida Santo Dumont, número 1350, Tarumã, zona Oeste de Manaus.

Na reunião, foi fechada uma agenda de trabalho que abrange ações como Oficina Participativa de Ordenamento Turístico, Visita Técnica para reconhecimento de atrativos naturais e culturais do município, além de acompanhar uma atividade da Fundação Estadual do Índio (FEI), no qual pretende apresentar a Instrução Normativa Número 3 da Fundação Nacional do Índio (Funai) de 2015.

“Temos potencial turístico, por isso que estamos na lista dos 30 municípios do Estado que fazem parte do novo Mapa Turístico do Brasil. Além disso, temos um novo aeroporto, porto e outros atrativos e a Amazonastur vai nos ajudar a consolidar essa atividade tão importante para a nossa cadeia econômica”, disse o prefeito Arildo Mendes.

Mais ações – O presidente da Amazonastur informou ainda que o Órgão Estadual de Turismo vai apoiar também o município com a Sinalização Turística, material promocional, balizamento do aeroporto e formatar um calendário de eventos para Santa Isabel do Rio Negro.

“O município é lindo e precisa desse nosso apoio e, seguindo a orientação do governador Amazonino Mendes, vamos trabalhar para transformar Santa Isabel em um dos principais destinos turísticos do Estado”, finalizou Orsine Junior.

Um comentário para “Santa Isabel do Rio Negro na rota turística do Estado

  1. Itamar souto disse:

    Enfim parece que o DIÁLOGO conseguiu se instaurar e a atividade turística está começando a caminhar depois de décadas de estagnação por conta de simples prepotência, que atrasou e prejudicou as atividade turística do Estado.

    Há muito que se fazer e adequar.
    Sigamos em frente para que as melhorias fluam e o Estado do Amazonas siga rumo ao seu lugar merecido.

    A atividade turística deve ser trabalhada com ênfase, sendo a capital com turismo de negócios e eventos, auxiliando ao PIM, e no interior os demais segmentos turisticos característicos de cada região.

    Concomitantemente a estas ações, a elaboração do plano estadual do turismo e a criação da marca turística a ser destinada.
    Não se pode ficar com a ideia que o Amazonas já é sua marca. Tecnicamente não potencializa conforme necessitamos. Dito isto, sim, a Marca turística do Estado deve surgir e com a continuidade no desenvolvimento da atividade se tornar perene!

    Em momento algum esqueçamos que o Turismo Sustentável e o caminho e estamos no meio da maior floresta com vasta riquezas naturais a serem usufruídas com parcimônia e zelo. Tornando a atividade turística do estado socialmente justa, ambientalmente correta e economicamente viável!

    O uso de mecanismos de controle e que possilitam melhorias como certificação de pessoas e empreendimentos turisticos deve ser vislumbrado e o Brasil já exports este tipo de conhecimento no segmento de hospedagens sustentáveis ( ABNT NBR 15401), a dinâmica evolutiva deve ser sempre utilizada para a melhoria continua da atividade.

    Desejo que estes diálogos sejam preâmbulos para a elaboracão e concretização de um plano estadual do turismo coeso e utilizando a vies do programa de regionalização do turismo para melhor perceber e estruturar o Turismo do estado do Amazonas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook