Segunda-feira, 23 de julho de 2018

Programa Diário da Manhã


Ouvir a Rádio Diário Ao Vivo

Tribunal de Contas reprova contas do ex-prefeito Adail Pinheiro e aplica multa de R$ 16 milhões

Pleno do TCE julgou irregular prestação de contas refente ao ano de 2007 do ex-prefeito de Coari, Adail Pinheiro. O colegiado aplicou multa de R$ 16 milhões. Foto: Markus Nagawo

O pleno do Tribunal de Contas do Estado (TCE-AM) julgou irregular a prestação de contas, referente ao exercício de 2007, do ex-prefeito de Coari Adail Pinheiro, durante 41ª Sessão ordinária do órgão, realizada nesta terça-feira (28).

De acordo com o relator do processo, auditor Mario Filho, com o ex-prefeito Adail Pinheiro ainda foram consideradas revéis e condenadas pessoas físicas e empresas envolvidas em irregularidades em obras e serviços de engenharia.

Ao ex-prefeito, o colegiado aprovou que fossem aplicadas multa e glosa que somam mais de R$ 16 milhões e aos outros responsáveis foram aplicadas multas e glosas que ultrapassam os R$ 6 milhões.

Irregularidades

Algumas das irregularidades encontradas e que levaram a condenação do ex-prefeito são aquisição de combustível em valor superior a R$ 4 milhões sem comprovação de que a despesa foi realizada; e a falta de comprovação para pagamento de despesa a título de produção, promoções e organizações de eventos também com valor superior a R$ 4 milhões.

O prazo para devolução aos cofres públicos é de 30 dias, em caso de não recolhimento dos valores da condenação, os condenados serão autuados de cobrança executiva visando à perseguição dos numerários, realizando-se as atualizações monetárias nos termos da lei.

Regular com ressalvas

Ainda durante a sessão foi a julgamento a prestação de contas do gestor do Programa de Desenvolvimento Urbano e Inclusão Socioambiental de Manaus (Prourbis), referente ao exercício de 2011, Américo Gorayeb.

O colegiado aprovou com ressalvas as contas do gestor, não houve aplicação de multa e foi recomendado que o órgão evite desequilíbrio entre ativo e passivo do balanço financeiro e que demonstre com fidelidade a gestão contábil da unidade gestora; e que sejam observadas atentamente as normas dispostas na legislação vigente, quando forem realizadas contratações de terceiros para execução de obras ou prestação de serviços.

Veja também

Prefeito de Coari vai reduzir gastos com aniversário da cidade Foto: Divulgação O prefeito de Coari, Adail José Figueiredo Pinheiro, decidiu na manhã de hoje (19/07), após reunião realizada no Tribunal de Contas do Amazonas (TCE-AM), reduzir em 30% o valor das atrações programadas para o aniversário de 86 anos da cidade — prevista par...
Presos fogem após serrarem grades em delegacia de Coari Delegacia de Coari. Foto: Divulgação PC Ao todo, sete presos fugiram da 3ª Delegacia Interativa de Polícia (DIP), situada no município de Coari, distante 363 quilômetros da capital, por volta das 2h da madrugada desta quarta-feira (18). Segundo informações da Polícia ...
Jovem é apreendido suspeito de incendiar casa em Coari O sinistro destruiu toda a casa e se alastrou para a casa vizinha, que foi parcialmente atingida pelo fogo. Foto: Divulgação Um adolescente, de 17 anos, foi apreendido suspeito de atear fogo em uma residência, situada na rua A, no bairro União. no município de Coari, a 3...
Colegiado do TCE julga convênios ilegais de Rio Preto da Eva com Seduc e da Sejel e instituto TCE julgou ilegais convênios firmados entre a Prefeitura de Rio Preto da Eva e a Seduc; e entre a Sejel e o Instituto Unido pela Amazônia. Foto: Ana Cláudia Jatahy/ TCE-AM O Tribunal de Contas do Estado do Amazonas (TCE-AM) julgou, nesta terça-feira (17), ilegais os term...
Ex-prefeitos de Novo Aripuanã recebem multa milionária por irregularidade em contas Colegiado do TCE aplicou multa milionária para dois ex-prefeitos de Novo Aripuanã hoje. Foto: Ana Cláudia Jatahy/ TCE O colegiado do Tribunal de Contas do Amazonas (TCE-AM) desaprovou as contas de 2010 da Prefeitura de Novo Aripuanã e aplicou multa aos ex-prefeitos Hilto...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook