Segunda-feira, 23 de julho de 2018

Seduc informa que pagamento com fornecedor de licitação da gestão David Almeida já estava suspenso

A Secretaria de Estado de Educação e Qualidade do Ensino (Seduc) informa que recebeu, nesta terça-feira (7), ofício do Tribunal de Contas do Estado (TCE) sobre a abertura de procedimento investigativo para apurar supostas irregularidades em licitação realizada no mês de julho, na gestão do governador interino David Almeida, e do então secretário Arone do Nascimento Bentes.

De imediato, o atual secretário de Educação do Amazonas, professor José Augusto de Melo Neto, encaminhou cópia integral do processo solicitado pelo TCE para conhecimento e providências, no sentido de proceder o imediato bloqueio de todo e qualquer pagamento no âmbito do contrato nº 190/2017 firmado com a empresa Travessia Editora e Livraria Ltda.

A Seduc ressalta, ainda, que o decreto governamental 38.310/2017 estabeleceu a suspensão de pagamentos para fornecedores por um período de 30 dias, no entanto a restrição continuará para o referido processo citado acima.

Veja também

Jovem é preso por falsificar certificados escolares da rede estadual Foto: Divulgação Após uma denúncia enviada à Secretaria Executiva Adjunta de Operações (Seaop) da Secretaria de Segurança Pública (SSP-AM), um jovem, de 20 anos, foi preso na tarde desta sexta-feira (20), na Zona Norte de Manaus, por vender falsos certificados escolares ...
Prova da Seduc será reaplicada dia 2 de setembro Foto: Divulgação A prova para o cargo de professor regular, do ciclo 20h, da Secretaria de Estado de Educação e Qualidade do Ensino (Seduc), que seria reaplicada neste domingo (22), foi adiada para o dia 2 de setembro. O anúncio da mudança da data foi feito na manhã dest...
Seduc adia reaplicação de provas do concurso que teve pedido de suspensão pelo MP Foto: Arquivo A Secretaria de Estado de Educação e Qualidade do Ensinos (Seduc) informou nesta quinta-feira (19), que a prova do Concurso Público 2018 para professores foi adiada. A prova seria reaplicada neste domingo, dia 22. O pedido de suspensão veio do Ministério Pú...
Colegiado do TCE julga convênios ilegais de Rio Preto da Eva com Seduc e da Sejel e instituto TCE julgou ilegais convênios firmados entre a Prefeitura de Rio Preto da Eva e a Seduc; e entre a Sejel e o Instituto Unido pela Amazônia. Foto: Ana Cláudia Jatahy/ TCE-AM O Tribunal de Contas do Estado do Amazonas (TCE-AM) julgou, nesta terça-feira (17), ilegais os term...
Seduc informa que responderá a Ministério Público sobre dúvidas quanto à lisura do concurso MPC e MP recomendaram suspensão do concurso até que não exista mais dúvida sobre lisura no processo. Foto: Divulgação A Secretaria de Estado de Educação e Qualidade do Ensino (Seduc) informou, por meio de nota, que recebeu a notificação dos Ministérios Público de Contas ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook