Segunda-feira, 23 de julho de 2018

Arrecadação de tributos no Amazonas registra alta de 17,32% em outubro, aponta Sefaz

A arrecadação do Estado do Amazonas fechou em R$ 718 milhões em outubro, com alta de 17,32% em relação a igual mês do ano passado, quando ficou em R$ 612 milhões, segundo dados da Secretaria de Estado da Fazenda (Sefaz). No acumulado de janeiro a outubro de 2017, a receita tributária alcançou R$ 7.405.066.048 e já se aproxima do registrado em todo o ano de 2016, de janeiro a dezembro, quando chegou a R$ 7.965.905.939.

O Imposto sobre Operações relativas à Circulação de Mercadorias e sobre Prestações de Serviços de Transporte Interestadual, Intermunicipal e de Comunicação (ICMS) apresentou baixa de 6,12% no comparativo de outubro de 2017 (R$ 718.396.316) com o mês anterior, setembro (R$ 765.181.177). “A queda reflete o ciclo de atividade econômica do Polo Industrial de Manaus(PIM). As empresas repõem seus estoques de insumos e efetivam as vendas para os grandes centros comerciais até os meses de agosto e setembro. A partir de outubro, as fábricas diminuem o ritmo e o setor inicia a retração. Essa é uma sazonalidade característica do final do ano”, explicou o secretário de Fazenda, Alfredo Paes.

Outro ponto destacado pelo secretário como fator que também afetou a arrecadação do ICMS foi a importação de combustíveis. Como as empresas fizeram estoque dos produtos no mês de setembro, recolhendo o imposto no ato da compra e ainda não fizeram novas aquisições, a rubrica ficou abaixo do que vinha sendo apurado.

Recuperação

Os demais indicadores demonstram que a economia começa a dar sinais de recuperação em virtude dos números apontarem crescimento. O comércio passou de R$ 350.305.957 em setembro para R$ 361.496.159 em outubro. O setor de serviços manteve-se estável. Registrou R$ 62.430.306 em outubro contra R$ 62.900.201 em setembro. Ambos os segmentos devem ter desempenhos melhores no último bimestre do ano por dependerem das demandas da população, que aumenta o consumo em virtude das festas de final de ano.

“A média mensal de crescimento do ICMS de janeiro a setembro era de 12,9%. No período de janeiro a outubro, ultrapassamos a média. Atingimos a casa de 13,37%. A oscilação na atividade industrial era esperada. Em decorrência disso, a Sefaz tem aberto outras frentes de trabalho, como o combate à inadimplência e sonegação fiscal, para manter o nível de arrecadação acima da casa dos R$ 700 milhões/mês. Este valor representa o ponto de equilíbrio para o pagamento dos servidores, fornecedores e manutenção dos investimentos determinados pelo governador Amazonino Mendes”, salientou Alfredo Paes.

Os dois maiores setores do PIM – polo de duas rodas e de eletroeletrônicos – apresentam indicadores ascendentes, dando sinais claros de recuperação. “A retomada do maior fluxo de produção destas empresas que têm grande impacto sobre a arrecadação, corroborada com a diminuição das taxas de juros e de queda acentuada da inflação, constroem um cenário otimista para o fechamento de 2017 e favorável para a instalação de novos negócios em 2018”, analisou Alfredo Paes.

Veja também

Alimentos arrecadados durante festa dos visitantes serão distribuídos pela Defesa Civil às famílias ... Cada ingresso será trocado por 3kg de alimentos não perecíveis, em supermercados da cidade. Foto: Divulgação A Defesa Civil de Parintins, em parceria com a Secretaria municipal de Assistência Social (SEMAST), iniciaram na quarta-feira (27), a coleta dos alimentos que serão...
Receita paga primeiro lote de restituição do Imposto de Renda 2018 Foto: Divulgação Contribuintes com prioridade recebem hoje (15) o crédito em conta da restituição do Imposto de Renda 2018, no total de R$ 4,728 bilhões. O dinheiro será depositado na conta indicada pelo contribuinte quando fez a declaração. Neste primeiro lote, são q...
Redução de ICMS sobre os combustíveis divide deputados A deputada Alessandra Campêlo propôs a criação de um grupo de trabalho na Aleam para estudar a redução do ICMS. Foto: Arquivo A redução da alíquota de ICMS (Imposto Sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) sobre o preço do combustível, atualmente de 25%, entrou na pau...
José Melo tentou elevar ICMS dos combustíveis para 27% e distribuidora conseguiu barrar reajuste na ... José Melo tentou elevar ICMS dos combustíveis, mas a distribuidora Atem's, de olho no impacto que isso teria junto ao consumidor, conseguiu evitar o reajuste na Justiça Uma liminar, concedida pelo juiz Marco Antônio Pinto da Costa, barrou ano passado reajuste dos combust...
Entenda a composição do preço da gasolina e do diesel no Brasil Foto: Agência Brasil A variação do preço dos combustíveis no Brasil, acompanhando a valorização do dólar e o encarecimento do petróleo no mercado internacional, tem causado protestos de caminhoneiros em diversos estados e incentivado debate no governo federal e no Congre...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook