Desvio de dinheiro do Fundeb para Mouhamad, da Maus Caminhos, é atestado pela CGU

Médico e empresário Mouhamed Moustafa dirigia o Instituto Novos Caminhos

O Instituto Novos Caminhos, que recebeu o repasse do Fundeb, era dirigido pelo médico Mouhamed Moustafa, preso na operação Maus Caminhos. Foto: Arquivo

Nota técnica emitida pela Controladoria Geral da União (CGU) confirma que, entre os anos de 2014 e 2016, a gestão do ex-governador José Melo (Pros)  repassou R$ 88, 2 milhões provenientes do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica (Fundeb) para pagar serviços apresentados pelo Instituto Novo Caminhos. A instituição era dirigida pelo médico e empresário Mouhamed Moustafa, apontado pela Polícia Federal como o chefe da organização criminosa que desviou mais de R$ 110 milhões dos cofres da Saúde do Estado do Amazonas.

A nota revela que os recursos da conta do Fundeb eram transferidos para a conta do Fundo Estadual de Saúde e depositados nas contas que o Instituto Novos Caminhos possuía junto à Caixa Econômica Federal. Os repasses começaram a ser feitos no dia 13 de junho de 2014 e seguiram até março de 2017.

Para exemplificar os repasses, o levantamento da CGU registra duas movimentações que somam mais de R$ 12 milhões, originários da conta do Fundeb, registrados em outubro de 2014.

O intervalo de tempo entre as transferências dos recursos do Fundeb para o Fundo de Saúde até o pagamento das faturas do Instituto Novos Caminhos era de no máximo cinco dias.

Na nota, a CGU conclui que o Governo do Amazonas ‘estadualizava’ recursos federais ao promover as transferências entre os fundos para custear outras despesas .

O relatório conclui ainda que o “Estado do Amazonas se socorreu ao Governo Federal para obtenção de recursos à saúde, enquanto a organização criminosa se locupletava de recursos públicos federais já empregados”.

A observação é uma referência ao Estado de Calamidade na Saúde decretado em setembro pelo ex-governador José Melo e que resultou em uma ajuda de mais de R$ 30 milhões do Governo Federal. Na época, o secretário da Susam, Pedro Elias que está preso, declarou à secretária de Gestão Estratégica e Participativa do Ministério da Saúde, Gerlane Baccarin, que os recursos seriam aplicados na urgência e emergência, principalmente nas áreas de cirurgia cardíaca, atendimento aos renais crônicos e na atenção oncológica.

Prisões

O ex-governador José Melo, a esposa Edilene Oliveira, os ex-secretários de saúde, Pedro Elias e Wilson Alecrim, além do ex-secretário da Fazenda, Afonso Lobo e o irmão do ex-governador e ex-secretário de Administração e Planejamento Evandro Melo continuam presos em presídios do Estado. O grupo foi alvo das operações Custo Político e Estado de Emergência que revelaram o pagamento de mais de R$ 300 mil em propina aos agentes públicos. Os repasses foram provenientes dos valores pagos pelos contratos firmados junto às empresas do médico Mouhamed Moustafa.

Acesse a nota técnica aqui.

 

Veja também

Governo do Amazonas anuncia investimentos e entrega equipamentos agrícolas em Humaitá Por determinação do governador Amazonino Mendes, a comitiva de secretários do Executivo desembarcou na cidade de Humaitá (a 675 quilômetros de Manaus), nesta sexta-feira (19/01), para destacar investimentos nas áreas de infraestrutura e no setor primário no município. En...
Justiça determina que rodoviários mantenham 70% da frota operando nesta segunda O Tribunal Regional do Trabalho (TRT) acatou na tarde desta sexta-feira, 19, o pedido feito pelo Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros do Estado do Amazonas (Sinetram) para que em caso de greve, prevista para a próxima segunda, 22, os sindicalistas mantenham ...
Confirmação de vagas na rede municipal de ensino deve ser feita até segunda-feira Se a matrícula não for efetivada, a vaga retornará ao sistema, ficando livre para ser preenchida por um novo aluno. Foto: Cleomir Santos/ Semed Pais e responsáveis que ainda não fizeram a confirmação das designações de reordenamento e transferência — de alunos que já fazem...
Banda ‘Imprensa que eu Gosto’ realiza tradicional festa no Olímpico Clube no dia 4 A tradicional Banda do Sindicato dos Jornalistas, Imprensa que Eu Gosto, já está com tudo pronto para ocupar o parque aquático no Olímpico Clube no próximo dia 4 de fevereiro, a partir das 17h.De forma alegre e descontraída, a marchinha da banda deste ano faz alusão ...
Campanha de prevenção de acidentes alerta folião para ‘não deixar o álcool mudar o ritmo do se... O Detran-AM lançou a campanha de prevenção de acidentes no Carnaval nesta sexta-feira. Foto: Roberto Carlos/Secom. Com a chegada das festividades carnavalescas, o fluxo de motoristas dirigindo sob efeito de bebida alcoólica tende a aumentar consideravelmente e a probabilid...

Um comentário para “Desvio de dinheiro do Fundeb para Mouhamad, da Maus Caminhos, é atestado pela CGU

  1. Jacques disse:

    Esses facínoras além de roubar o dinheiro da saúde roubaram também o da educação, todavia gestor que rouba dinheiro da saúde e educação é tão maligno que não existem adjetivos para qualificar esse tipo de ser.

    Lugar de ladrão e corrupto é na cadeia!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook