Empresa Roadway é autuada por falta de informação sobre preços de passagens de barcos

Foto: Divulgação/Procon-AM

Uma ação conjunta do Instituto de Defesa do Consumidor (Procon-AM), Defensoria Pública do Estado do Amazonas (DPE-AM) e representantes da Assembleia Legislativa do Amazonas (CDC/Aleam) resultou em duas autuações no Porto de Manaus, nesta quinta-feira (9/6). Um dos autos, encaminhado à empresa Estação Hidroviária do Amazonas S.A (Roadway), é referente à falta de informação sobre preços de passagens de barcos para o interior do Estado.

No documento, também foram citadas as ausências de informações sobre a taxa de embarque de R$ 5 (cobrada fora da passagem) e sobre a diferença de preços entre os pagamentos à vista e em cartão.

O outro auto foi emitido para a empresa Socimar sobre a cobrança de uma taxa para uso do banheiro sem destinação jurídica – ou seja, não se sabe o motivo dessa taxa e para onde ela será encaminhada.

“As fiscalizações seguem em diversas frentes, e por o barco ser o meio de transporte mais usado para viagens ao interior do Amazonas, não medimos esforços para garantir que o passageiro seja respeitado ao utilizar esse tipo de serviço”, disse o diretor-presidente do Procon-AM, Jalil Fraxe.

PUBLICIDADE
Veja também
Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.