Brasil e países da Europa protestam por melhores salários contra a Amazon

Protesto em Santos, São Paulo. Foto: Divulgação

Um ato global contra a empresa Amazon foi realizado no Brasil e em 15 países da Europa nesta sexta-feira (26), data da Black Friday. Em Santos, São Paulo, trabalhadores brasileiros pediram salários melhores e que a empresa repense seu impacto no meio ambiente. Os manifestantes usaram o slogan “Faça a Amazon pagar”.

No Reino Unido, além do slogan usado no Brasil, os manifestantes adicionaram “Amazon crime” e adesivos escritos “Aproveitador da pandemia”, em referência ao bilionário Jeff Bezos, dono da empresa. Em Londres, 13 centros de entrega da empresa foram ocupados pelos ativistas.

“Esta ação visa expor os crimes da Amazon, tornando-a um exemplo de um sistema econômico mais amplo projetado para nos empurrar a comprar coisas que não precisamos a um preço que não podemos pagar”, disse o grupo ambiental Extinction Rebellion, organizador do protesto em Londres.

A Amazon disse por meio de nota que estipula “salários e benefícios competitivos” e que leva o seu impacto ambiental “muito a sério”. A empresa também afirmou que está comprometida com o Climate Pledge “em ter zero emissão de carbono até 2040”.

PUBLICIDADE
Tags: amazon, protestos
Veja também
Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.