MPAM apreende celulares, drogas, armas e cordas de fabricação caseira em Unidade Prisional de Coari

A inspeção foi realizada após a fuga de dois detentos abrigados na Unidade Prisional de Coari. Foto: Divulgação/MPAM

O Ministério Público do Amazonas, por meio da 1ª Promotoria de Justiça de Coari, apreendeu, durante inspeção extraordinária realizada no último dia 1º/11, na Unidade Prisional de Coari (UPC), aparelhos de telefone celular, drogas e armas de fabricação caseira. A inspeção foi conduzida pelo promotor de Justiça Rafael del Castillo, no curso dos autos nº 0001434-34.2013.8.04.3800, em razão da precariedade da segurança na referida unidade prisional, de onde, recentemente, fugiram dois detentos.

“A segurança da Unidade Prisional de Coari é extremamente precária, o que demanda a realização de ações preventivas para manter a ordem no presídio, coibir a entrada de aparelhos celulares e entorpecentes, dentre outros ilícitos. Tais inspeções visam resguardar a ordem e a disciplina na unidade, bem como observar os problemas crônicos do estabelecimento, a fim de que sejam tomadas as medidas cabíveis, consoante as atribuições ministeriais de fiscalização da ordem jurídica”, observa o promotor de Justiça.

De caráter extraordinário, a inspeção foi realizada pelo promotor de Justiça Rafael del Castillo. Foto: Divulgação/MPAM

Segundo del Castillo, um dos detentos que fugiu recentemente da UP de Coari recebeu sentença desfavorável da Justiça e deve ser julgado pelo Tribunal Popular. O outro foi condenado pelo crime de roubo majorado, em processo recente conduzido pela 1ª PJ de Coari.

“O Ministério Público cumpre seu papel institucional de forma altiva e intrépida a despeito das enormes dificuldades estruturais no sistema penitenciário no interior do estado, com inspeções/visitas regulares ou de forma extraordinária, sempre que há reforço no policiamento na cidade para execução de uma varredura minuciosa, com apoio da Polícia Militar do Estado do Amazonas e, notadamente, dos efetivos que cumprem plantão na Operação Hórus, Base Arpão”, informou Rafael del Castillo.

Condições da Unidade Prisional de Coari. Foto: Divulgação/MPAM

Foto: Divulgação/MPAM

PUBLICIDADE
Veja também
Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.