Quarteto é preso com armas e R$ 34 mil após assalto com reféns em Juruá

Quarteto foi preso com armas e R$ 34 mil após assalto com reféns em Juruá. Foto: Divulgação/PM-AM

Quatro homens, de 27, 30, 35 e 56 anos, foram presos, na tarde desta terça-feira (14/7), na cidade de Juruá (a 751 quilômetros de Manaus). Segundo a Polícia Militar (PM-AM), o quarteto é apontado como autor de um assalto ocorrido na madrugada de ontem (13/7), em que um homem teve a casa invadida e foi feito refém, junto com a família. Com o grupo, a PM apreendeu armas e mais de R$ 34 mil.

A detenção do quarteto foi efetuada por policiais do 7º Grupamento de Polícia Militar (GPM), do 3º Batalhão de Polícia Militar (BPM). Três suspeitos foram encontrados no rio Mineroá.

Na ação, foram apreendidos três revólveres calibre 38, 13 munições calibre 38, um relógio, um alicate de corte grande, um cordão, duas chaves de fenda em tamanho grande, um motor rabeta, quatro celulares e R$ 34.202, em espécie.

Assalto

Durante o assalto, além de invadir a residência e fazer a família refém, os infratores, armados com armas de fogo, levaram cerca de R$ 45 mil, joias, celulares e objetos de valor.

De acordo com a Polícia Militar, o grupo também lesionou o proprietário do imóvel na cabeça com uma barra de ferro, e efetuou disparo de arma de fogo no interior da casa.

Prisão

Os policiais receberam denúncia informando que os suspeitos tinham sido vistos em uma canoa com motor rabeta, descendo o rio Juruá.

Foram montadas equipes com policiais civis e militares, que conseguiram interceptar a fuga de três suspeitos perto da comunidade São João do Mineroá, onde o trio recebeu voz de prisão. Eles não reagiram durante a abordagem. O quarto suspeito foi detido em Juruá, pela mesma equipe, por ter fornecido as informações para a execução do roubo.

Após a operação, todos os envolvidos foram conduzidos para a 70ª Delegacia Interativa de Polícia (DIP) de Juruá, onde foram autuados em flagrante. Eles deverão responder por roubo, associação criminosa e porte ilegal de arma de fogo de uso permitido.

PUBLICIDADE
Veja também
Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.