Prefeitura lança livro ‘Planejamento Estratégico Manaus 2030’

O prefeito Arthur Virgílio Neto participou do lançamento do livro “Planejamento Estratégico Manaus 2030”. Foto: Mário Oliveira/Semcom

Prefeitura de Manaus reuniu gestores e membros da comunidade empresarial para o lançamento do livro “Planejamento Estratégico Manaus 2030”. Comandado pelo prefeito Arthur Virgílio Neto, o encontro aconteceu nesta segunda-feira, 16/7, à noite, no auditório da Federação das Indústrias do Estado do Amazonas (Fieam), Centro.

A publicação compila os trabalhos desenvolvidos sob coordenação das Secretarias Municipais de Administração, Planejamento e Gestão (Semad) e de Finanças, Tecnologia da Informação e Controle Interno (Semef) e apresenta ações estratégicas da administração municipal para os próximos 12 anos, para tornar Manaus uma cidade global.

“Por que não dar um salto e começar a planejar o futuro? Por que não planejarmos, ainda que modestamente, a cidade para os próximos anos? Isso é uma coisa boa, mas se a gente faz isso dar certo, se a gente faz a nossa parte e os governos que vierem depois fizerem a parte deles, nós vamos poder planejar Manaus até 2050, até 2060, e a cidade vai se qualificar como uma das metrópoles mundiais, eu não tenho nenhuma dúvida disso”, salientou o prefeito Arthur Virgílio Neto, durante o lançamento do livro.

Em dois mil dias de gestão, a Prefeitura realizou estudos, pesquisas e workshops para montar um diagnóstico da administração e definir as ações prioritárias para o crescimento da cidade, alinhando as ações planejadas ao orçamento disponível orientado pelos Planos Plurianuais (PPAs) e Leis Orçamentárias Anuais (LOAs).

Segundo o secretário da Semad, Lucas Bandiera, o livro condensa o resultado de um intenso trabalho técnico que contou com a participação de toda a Prefeitura de Manaus. “Seguindo as diretrizes administrativas do prefeito Arthur Neto, cinco workshops envolvendo secretários, subsecretários, Comitê de Gestão Estratégica e Comitê Técnico discutiram e definiram os pontos fortes, pontos fracos, ameaças e oportunidades da administração municipal”, explicou.

O trabalho contou com a atuação de mais de duas mil pessoas, sob consultoria do Instituto Áquila. Além dos workshops, internamente, foram realizados seminários nas secretarias e, em paralelo, pesquisas com autoridades, servidores, comunidade e observadores sociais, comparando a realidade da Prefeitura, em vários aspectos, com as capitais brasileiras e as principais cidades do mundo.

A partir disso, foram definidos Missão, Visão e Valores da Prefeitura de Manaus, e estabelecidos os Objetivos Estratégicos e as ações para alcançá-los. “Cada secretaria, agora, tem um plano de trabalho alinhado com a visão macro do projeto Manaus 2030 e com as diretrizes orçamentárias para os próximos anos”, destacou Bandiera.

 

Execução

Desde 2017, a Semef vem alinhando o processo de elaboração orçamentária municipal de acordo com as diretrizes do Planejamento Estratégico Manaus 2030. Prova disso é a elaboração do último Plano Plurianual (PPA 2018-2021) do município, aprovado pelo legislativo no final do ano passado.

“Foi o primeiro PPA construído dentro das diretrizes do projeto Manaus 2030. É uma construção histórica de todas as secretarias e órgãos da prefeitura. A partir da determinação do prefeito, compilamos neste Plano os programas e as ações da prefeitura que geram despesas e esforço dos servidores e da máquina municipal, todos baseados no planejamento estratégico do município. Não são iniciativas soltas. Todas elas estão integradas e com visão para os próximos 12 anos”, destacou o secretário da Semef, Lourival Praia.

Veja também
Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *