Domingo, 22 de julho de 2018

Projeto que derruba decreto de Temer contra a ZFM entra na pauta em agosto, promete Rodrigo Maia

Rodrigo Maia recebeu parlamentares da bancada do Amazonas e disse que vai tratar a matéria como se fosse de interesse do Rio de Janeiro. Foto: Marcelo Favaretti/Divulgação

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), garantiu que a Casa votará na primeira semana de agosto o projeto de decreto legislativo aprovado no Senado que sustou os efeitos do decreto presidencial nº 9.934/2018, reduzindo os incentivos do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) de 20% para 4% às indústrias de concentrados de refrigerantes do Polo Industrial de Manaus (PIM).

Nesta quarta (11), Rodrigo Maia recebeu parlamentares da bancada do Amazonas e disse que vai tratar a matéria como se fosse de interesse do Rio de Janeiro. Segundo ele, o governo terá que resolver o impasse com o Amazonas para que não haja um rito acelerado do projeto naquela Casa.

Antes de seguir ao plenário, o projeto de decreto, de autoria da senadora Vanessa Grazziotin (PCdoB) e subscrito por Omar Aziz (PSD) e Eduardo Braga (MDB), deverá ser apreciado pela Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) e Comissão de Finanças e Tributação (CFT). Maia tem o poder de determinar que as comissões emitam parecer direto no plenário.

Para a senadora Vanessa, haverá na Câmara uma resistência natural ao projeto, mas ela aposta que não será suficiente para derrubar a matéria. “Acho que a Câmara dos Deputados terá capacidade de respeitar o resultado positivo que obtivemos no Senado”, previu.

O coordenador da bancada no Amazonas, Omar Aziz, afirmou que as palavras de Rodrigo Maia deixaram a bancada muito confiante. “Quando um presidente de um poder se posiciona dessa forma nos deixa muito tranquilos”, disse.

É mais um passo em direção à consolidação da segurança jurídica da Zona Franca”, disse Braga, que destacou, ainda, a união de deputados e senadores em nome do estado, do modelo econômico que nele vigora há mais de 50 anos e dos trabalhadores. “A união faz a força. O Amazonas está testemunhando, mais uma vez, que somos capazes de passar por cima de qualquer diferença partidária”, disse

 

Empregos em perigo

Editado no fim de maio, o decreto presidencial reduziu de 20% para 4% a alíquota do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) sobre os concentrados de bebidas não alcoólicas.

A medida atinge em cheio as 31 empresas do setor instaladas no Polo Industrial de Manaus (PIM), que empregam 14 mil pessoas, direta e indiretamente, na capital e no interior. Além disso, o dispositivo federal compromete seriamente a preservação da Floresta Amazônica.

 

Veja também

Adaf orienta transportadores de embarcações de produtos de origem animal e vegetal em Manaus Com o objetivo de assegurar a segurança e a qualidade dos produtos alimentares de origem animal e vegetal, nas embarcações de Manaus, a Agência de Defesa Agropecuária e Florestal do Estado do Amazonas (Adaf), órgão vinculado à Secretaria de Estado da Produção Rural (Sepror...
Inscrições para concurso da Câmara Legislativa do Distrito Federal terminam dia 25. São 91 vagas e s... Foto: Reprodução Termina no próximo dia 25 o período de inscrições para o concurso público da Câmara Legislativa do Distrito Federal. O certame oferece 91 vagas para nível médio e superior. A remuneração para nível superior é de R$ 15.879,40 e nível médio, R$ 10.650,18. ...
Fronteira com Colômbia e Peru: Atalaia do Norte vem registrando altos índices de violência e tráfico... Foto: Reprodução   O município de Atalaia do Norte, distante 1,136 mil quilômetros de Manaus, na Região do Alto Solimões, fronteiriço com a Colômbia e Peru vem registrando altos índices de violência e de tráfico de drogas. Um dos principais motivos, segundo repre...
Polícia acaba festa de traficante e prende bando com drogas e armas de fogo em Manacapuru Foto: Divulgação Um bando com 14 infratores, dentre eles uma menor foram detidos com drogas e armas de fogo em uma suposta festa de um traficante em Manacapuru, por volta das 2h da madrugada de sexta para sábado (21). De acordo com informações da Polícia do município,...
AM fecha semestre com 329 vagas de emprego a menos, mas aumenta contratações em junho. Entenda Foto: Reprodução No primeiro semestre 329 postos de trabalho a menos de janeiro a junho de 2018. As informações fazem parte do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgado pelo Ministério do Trabalho na sexta-feira (20). Segundo o levantamento feito...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook