Corpos do acidente aéreo são identificados e chegam a Manaus. Avião caiu em mata fechada no interior

Aeronave monomotor inicialmente teria caído com três pessoas, mas só foram resgatados dois corpos pelos bombeiros. Foto: Reprodução

O piloto Antônio Renan Azevedo, 28, e José de Souza Oliveira, 46, são as vítimas do acidente aéreo com um monomotor Cessna 210N, de prefixo PR-RCJ, que caiu numa comunidade perto do rio Arari, em Itacoatiara, segundo informações da polícia e dos bombeiros.

Os corpos já estão no Instituto Médico Legal (IML) de Manaus, tendo sido transportados nas primeiras horas desta sexta-feira (18). Ontem, por volta de 21h30, o Corpo de Bombeiros fez o transporte até o Hospital Geral José Mendes, em Itacoatiara.

Nota oficial

O sumiço da aeronave foi confirmado na quarta-feira (16) pela Força Aérea Brasileira (FAB). A aeronave e as vítimas foram localizadas em uma área de mata fechada na Comunidade Francisco do Paí.

Conforme o último pronunciamento oficial da FAB, apenas o desaparecimento do avião foi constatado.

Equipes

Estão no local equipes da Polícia Militar, Polícia Civil, Corpo de Bombeiros e Defesa Civil. Um mateiro teria localizado os destroços.

Os bombeiros deslocaram uma equipe da base de Itacoatiara para a comunidade de São Francisco da Panair, em Urucurituba (distante 209 quilômetros de Manaus), com quatro bombeiros, um mateiro e dois policiais civis. Um vídeo circulou nas redes sociais, com imagens de destroços do avião.

Buscas

Uma força tarefa envolve representantes da empresa de aviação, Defesa Civil, Guarda Municipal, Polícia Militar e militares da FAB no trabalho de buscas.

Um helicóptero H-60 Black Hawk, do Esquadrão Harpia (7°/8° GAV) e uma aeronave SC-105, ambas da FAB, fizeram buscas pelo monomotor. A operação é coordenada pelo Centro de Coordenação e Salvamento Amazônico (RCC-AZ).

Veja também
Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *