Sexta-feira, 20 de julho de 2018

Após 21 anos, presença de ninhos de jacarés é registrada em ilhas dos rios Solimões e Japurá

Na Amazônia, as ilhas de rio não são conhecidas por serem nascedouros de jacarés, mas uma descoberta recente pode ajudar a rever esse status.Foto: Divulgação

Para os jacarés, a escolha do lugar para construir o ninho é essencial. É preciso estar atento aos predadores, como macacos e lagartos, que podem estar à espreita dos ovos. Na Amazônia, as ilhas de rio não são conhecidas por serem nascedouros de jacarés, mas uma descoberta recente pode ajudar a rever esse status. Em nota publicada na mais nova edição da revista especializada Herpetological Review, pesquisadores associados do Instituto Mamirauá registraram a ocorrência de onze ninhos de jacarés em seis ilhas fluviais. As ilhas estão localizadas nos rios Solimões e Japurá, na Amazônia Central.

O último e, até o momento, único registro dessa natureza foi em 1997, com a descoberta de um ninho de jacaré-açu (Melanosuchus niger) no arquipélago do Parque Nacional de Anavilhanas, Amazonas. A mais recente descoberta, feita pelos pesquisadores Rafael Rabelo e Kelly Torralvo, aconteceu entre setembro e novembro de 2014, durante estudo que desenvolveram pelo Instituto Mamirauá, unidade de pesquisa do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC).

Foto: Divulgação

À época, o grupo percorreu quinze ilhas no entorno e na região da Reserva Mamirauá, também no estado amazonense. Os ovos encontrados pertenciam a répteis das espécies jacaré-açu e jacaretinga (Caiman crocodilus). Do total de ninhos de jacarés-açu, dois apresentaram evidências de terem sido alvos de predação, como escrevem os pesquisadores na nota científica, um deles por uma onça-pintada e o outro por um jacuraru.

De acordo com a nota científica, uma das causas mais frequentes de mortalidade de jacarés no período de incubação (quando os espécimes estão dentro de ovos) é a predação por outros animais. “A ocorrência de espécies predadoras, como macacos-prego e onças, pode ser menor nas ilhas do que na floresta contínua”, destaca o documento, “então essas ilhas fluviais são locais de nidificação potencialmente bem sucedidos para espécies de jacarés”. Os autores afirmam que esse registro de ninhos de jacarés fornece “novas evidências para o uso de ilhas fluviais como locais de reprodução de espécies de jacarés na Amazônia, destacando a importância destas ilhas para a conservação dessas espécies”.

Veja também

Classe artística participa de encontro sobre Lei Municipal de Incentivo à Cultura Foto: Divulgação Uma reunião de esclarecimentos foi realizada na manhã desta quinta-feira (19), pelo Conselho Municipal de Cultura (Concultura), da Prefeitura de Manaus, no Les Artistes Café Teatro, Centro Histórico da capital, com artistas, agentes culturais, empresário...
Duplo homicídio próximo ao Comando Geral da PM, no Petrópolis Foto: Divulgação Aureo Gustavo, de 19 anos, Eduardo Paiva, de 35 anos, foram executados a tiros, na noite desta quinta-feira (19), nas proximidades do Comando Geral da Polícia Militar, na rua Danilo Corrêa, bairro Petrópolis, zona Sul de Manaus. Conforme informações d...
Saiu edital da UFAM com mais de 40 vagas para níveis médio e superior Foto: Arquivo Atenção concurseiros do amazonenses! Foi publicado o edital do concurso da Universidade Federal do Amazonas (Concurso UFAM 2018) nesta quinta-feira (19).  O certame visa o provimento de 42 vagas, 17  para nível médio e 25 para nível superior nos cargos de  ...
Forte odor e couro cabeludo indicam que corpo de turista esteja preso em fenda de caverna no AM Foto: Divulgação CBMAM Após onze dias de buscas, nesta quinta-feira (19), o Corpo de Bombeiros informou que possivelmente a equipe de mergulho tenha encontrado o local onde está preso o corpo da carioca Michelle Moreno, de  22 ano. Ela caiu de uma altura aproximadamente ...
Inpa abre inscrição de processo seletivo de sete cursos de mestrado com 104 vagas disponíveis Foto: Arquivo A Pós-Graduação do Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (Inpa/MCTIC) abre inscrição para a seleção de sete cursos de Mestrado. Ao todo estão disponíveis 104 vagas. Os interessados devem ser acessar os editais para saber os detalhes dos certames. O ingr...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook