Segunda-feira, 18 de junho de 2018

Programa Diário da Manhã


Ouvir a Rádio Diário Ao Vivo

Colégios da PM liberam alunos mais cedo por falta de professores e Seduc anuncia mais 180 mestres para redistribuição

Colégios da PM liberam alunos mais cedo

Colégios da PM liberam alunos mais cedo alegando que não podem mais suprir ausências de professores contratando temporários. Na foto, formatura de Ensino Médio do CMPM 3, no Campos Sales, uma das escolas mais destacadas do Estado.

O aviso é claro: “Comunicamos aos senhores pais e/ou responsáveis dos alunos que estudam na turma 602, 804 e 806 que amanhã, dia 22 de fevereiro de 2018, sairão às 9h45, por falta de professor”. A nota foi encaminhada, num pequeno papel impresso, com chancela do diretor do 3º Colégio da Polícia Militar (3º CPM). O major-comandante, Alysson de Almeida Lima, tem sido muito elogiado pelo trabalho. Trata-se daquela escola do Campos Sales destaque na mídia nacional, após seus alunos ganharem Olimpíada Nacional de Matemática.

A situação se repete no 7º, 8º e outros colégios da PM, como em outras escolas da rede estadual. “Amanhã (23/02) estaremos encaminhando para publicação edital de chamamento de 180 professores para redistribuição. Quase todos se negaram a trabalhar nas escolas onde foram lotados”, explica o secretário estadual de Educação, Lourenço Braga.

Lourenço acrescenta que, desde ontem (21/02), há grupo trabalhando especificamente com quantidade de aulas que excedem carga normal de professores. “Isso é para comprovar a necessidade de autorização de carga dobrada no âmbito de algumas escolas”, acrescenta.

O secretário explica que é assim em todo início de ano letivo. “Já determinei que a secretaria da capital coordene todo o processo de lotação. Já pedi restrição à designação de professores para atividade de apoio pedagógico, em detrimento da docência em sala de aula”.

Em outras palavras, os alunos estaduais sofrerão ainda, por algum tempo, os problemas da falta de professores. “A direção da escola emite esses comunicados para que os pais peguem as crianças na hora certa. Isso impede que eles fiquem pelas ruas perambulando e ocorra algum problema, responsabilizando a escola”, diz uma professora.

“Estamos agindo vigorosamente para superar dificuldades, que são tópicas, no universo de 603 escolas estaduais no Amazonas”, diz Lourenço Braga.

 

Entenda os colégios da PM

Os colégios da PM passaram a ser reduto da classe média, além de atenderem carentes em zonas vermelhas. Afetados pela crise, pais foram atraídos pelo sucesso em testes do MEC e concursos nacionais. A disciplina rígida, contrapondo certa permissividade em outras instituições, é outro atrativo. E o conjunto tornou essas escolas alternativas para baratear o custeio da educação dos filhos. Atraiu, da mesma forma, visibilidade para elas.

 

Decisão impede cobrança que supria lacunas

Está proibido cobrar taxa extra de matrícula e material nas escolas da PM amazonense. A decisão é da juíza Rebeca de Mendonça Lima, do dia 4 de dezembro, a pedido do Ministério Público Estadual. A Associação de Pais e Mestres do Colégio da Polícia Militar (APMC) recebia esse dinheiro e supria necessidades. “A APMC consertava ar-condicionado, torneiras ou luminárias quebradas e até contratava professores para suprir ausências”, conta uma mãe.

Até o ano passado, os colégios da PM não tiveram queixa de falta de professor. Agora, os pais estão surpresos com as constantes “devoluções” dos filhos mais cedo. “A gente trabalha e tem uma rotina. Não dá para ficar cortando o expediente, fora de horário, pra pegar criança na escola”, diz um pai.

O leitor encontrará nesta matéria, como na declaração acima, diversas pessoas que preferem não se identificar ao falar da escola. Temem represálias. Ou simplesmente querem resguardar o direito do filho de continuar no colégio.

“Encontram-se aqui os motivos que preocupam este juízo”, escreveu a juíza na sentença. “…visto que o absoluto dever do Juizado da Infância e Juventude é resguardar pelas crianças em questão. E fazer com que os direitos que lhes são oferecidos pela nossa Ilustre Constituição estejam devidamente sendo cumpridos. Tais como educação, saúde, alimentação e direito à vida”.

Veja o vídeo de parte da formatura da turma de Ensino Médio de 2017 do CMPM 3:

CLIQUE NESTE LINK E CONFIRA A ÍNTEGRA DA DECISÃO.

Veja também

Aluno de Colégio Militar da PM é primeiro colocado em vestibular da UEA Carlos Kaique Santos de Souza tem apenas 17 anos. Foto: Divulgação PM O primeiro-tenente-aluno Carlos Kaique Santos de Souza de 17 anos de idade, recém-formado no Ensino Médio no 4º Colégio Militar da Polícia Militar (CMPM-4), Escola Estadual Áurea Pinheiro Braga, localiza...
MP-AM obtém liminar que suspende cobrança de taxas nos colégios da PM em Manaus Juíza Rebeca de Mendonça Lima determinou, em liminar, que gestores dos colégios da Polícia Militar não cobre taxas de pais ou responsáveis para fins de matrícula, rematrícula, expedição de diploma, material e/ ou uniforme. Foto: Arquivo O Ministério Público do Estado do ...
Escolas da Polícia Militar na mira da OAB-AM A Comissão de Direito da Educação da Ordem dos Advogados do Brasil seccional Amazonas (OAB-AM) realizará na próxima terça-feira, dia 12, uma audiência pública com o objetivo de analisar e discutir o sistema de acesso às vagas ofertadas pelas unidades de ensino vinculadas...
Aluno do Colégio Militar sai para aula e desaparece por horas. Ônibus foi assaltado e ele voltou par... Um estudante do Colégio Militar da PM, de Petrópolis, desapareceu por algumas horas na noite desta segunda-feira (13), deixando a família desesperada. O garoto estava acostumado a sair do CPMPM, pegar o ônibus e ir direto para casa, o que não aconteceu ontem até perto...
Inscrições para processo seletivo de admissão ao Colégio Militar vão até sexta-feira. Veja o edital... O Colégio Militar da Polícia Militar V (CMPM V) Ten. Cel. Cândido José Mariano está com inscrições abertas para o processo seletivo de admissão 2017/2018. São 60 vagas para o 1º ano do Ensino Fundamental I; 20 vagas para o 6º ano do Ensino Fundamental II e 20 vagas para ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook