Quinta-feira, 21 de junho de 2018

Após casos em Roraima, Susam reforça ações de prevenção ao sarampo

No início desta semana, o Programa Nacional de Imunização (PNI) enviou ao PNI Estadual 50 mil doses extras da vacina. Foto: reprodução Internet

Tendo em vista a confirmação de casos “importados”, em Boa Vista (RR), distante 708 quilômetros de Manaus, a Secretaria de Estado de Saúde (Susam) está reforçando as ações de prevenção ao sarampo. Umas das medidas foi solicitar ao Ministério da Saúde o reforço de doses da vacina tríplice viral (sarampo, rubéola e caxumba). No início desta semana, o Programa Nacional de Imunização (PNI) enviou ao PNI Estadual 50 mil doses extras da vacina.

“Estamos tomando algumas medidas preventivas, junto com o município, no sentido de ampliar a cobertura vacinal, uma delas é orientar a população, que faz parte do público alvo e não está imunizada, para que vá a uma unidade de saúde tomar a vacina”, afirmou o secretário de Estado de Saúde, Francisco Deodato.

De acordo com o secretário, a intensificação da vacinação é a principal medida de prevenção para impedir a reintrodução do sarampo que não tem registro de casos no Estado há 18 anos. “A vacina é disponibilizada de forma rotineira nas unidades de saúde e estamos solicitando do MS reforço na quantidade, tendo em vista, o importante processo migratório entre Venezuela e Brasil e constante fluxo de pessoas que seguem para Boa Vista e vice-versa”, disse.

Crianças e adultos 

Segundo o diretor-presidente da Fundação de Vigilância em Saúde (FVS), Bernardino Albuquerque, o público alvo da vacina tríplice viral são, principalmente, crianças. A primeira dose deve ser aos 12 meses de idade e a segunda aos 15 meses. Os adultos que não foram vacinados na infância devem tomar dose única. A vacina está disponível em todas as Unidades Básicas de Saúde (UBS) e nos Centros de Atenção Integral à Criança (Caic).

O reforço no abastecimento de vacina é mais uma das medidas que estão sendo tomadas pelas autoridades de saúde local para impedir a reintrodução do Sarampo, que não é registrado no Amazonas há 18 anos. A Susam, junto com a Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) vão encaminhar uma nota técnica conjunta para o setor de turismo, recomendando orientar qualquer cidadão que tenha como destino a Venezuela tomar a tríplice viral, com quinze dias antes da data da viagem.

“A população infantil é a de maior risco, mas também estamos recomendando a vacina para todo mundo que for para área de risco, neste caso a Venezuela”, disse Bernardino. A incubação da doença demora em média dez dias para poder apresentar os primeiros sintomas. “O sarampo é uma doença infecciosa altamente contagiosa, que passa a transmitir cinco dias antes e cinco dias após o aparecimento de manchas na pele, e tem como sintomas de alerta tosse, coriza, febre, manchas vermelhas pelo corpo e alguns casos conjuntive”, completa.

Treinamento 

Para manter a rede de saúde atenta aos casos suspeitos da doença e fortalecer a vigilância, a FVS fará, nesta quinta-feira (22/02) um treinamento chamado “Atualização em Sarampo”. O treinamento, que acontece na Fundação de Medicina Tropical Dr. Heitor Vieira Dourado (FMT-HVD), é, principalmente, para profissionais de saúde e trabalhadores que atuam com imigrantes. “A intenção é que eles estejam preparados para identificar, da forma mais precoce possível, os primeiros sinais e sintomas do sarampo que pode ser confundido com outras doenças, como por exemplo dengue”, ressaltou Bernardino.

Para o monitoramento e controle da situação foi instituído o Grupo Técnico de Sarampo com especialistas intersetoriais, com diferentes órgãos parceiros – Secretaria de Estado de Saúde (Susam), Empresa Estadual de Turismo (Amazonastur), Secretaria de Assistência Social (Seas), Secretaria de Estado de Justiça e Direitos Humanos e Cidadania (Sejusc), Fundação de Medicina Tropical Dr. Heitor Vieira Dourado (FMT-HDV), Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas (FVS), Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), Secretaria Municipal de Assistência Social e Direitos Humanos (Semasdh), Pastoral do Imigrante e o Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (ACNUR).

Veja também

Movimento ‘Levante MAO’ será apresentado no Café Teatro com entrada gratuita As oito obras que serão apresentadas no movimento “Levante MAO” tiveram uma fase de alinhamento de informações. Foto: Divulgação Desde quarta (20) até sexta-feira, 22/6, o Les Artistes Café Teatro, localizado na avenida 7 de setembro, no Centro, será palco do movimento art...
Unidades de saúde de urgência e emergência funcionarão normalmente no ponto facultativo desta sexta-... Os casos mais graves devem ser atendidos nos prontos-socorros. As maternidades oferecem o atendimento às mulheres gestantes. Foto: Divulgação As unidades de urgência e emergência da rede estadual de saúde funcionarão normalmente, em plantão de 24 horas, durante o ponto f...
Amazonas é o terceiro Estado com maior número de feminicídios No Amazonas, o TJAM terminou 2017 com 522 processos de feminicídio pendentes. O número é 15,5% maior da quantidade de processos de feminicídio pendentes em 2016 (452 processos). Foto: Divulgação Amazonas é o terceiro Estado brasileiro com maior proporção de casos de fe...
Em boa fase, Iranduba recebe o Pinheirense (PA) nesta quinta na Arena da Amazônia Ocupando a terceira posição na tabela do grupo 01 com 13 pontos, o Iranduba vem de uma derrota por 2 a 1 contra o atual líder do campeonato, o Corinthians. Foto: Divulgação Com três atletas convocadas para disputar amistosos pela Seleção Brasileira Sub-20, a equipe Irandub...
Espetáculo ‘Joias de Tchaikovsky’ estreia neste domingo, no Teatro da Instalação Foto: Divulgação No próximo domingo (24), a Companhia de Dança Encontro das Águas apresentará, às 19h, o espetáculo “Joias de Tchaikovsky”, no Teatro da Instalação, localizado na rua Frei José dos Inocentes, s/Nº, Centro. A apresentação faz parte da agenda do Programa Espa...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook