Cinco mil empresas optantes do Simples Nacional vão ser notificadas pela Sefaz-AM

O levantamento realizado pela Sefaz-AM apurou pendências no faturamento que totalizam mais de R$ 2 bilhões. Foto: Arquivo

A Secretaria Executiva da Receita (SER), setor da Secretaria de Estado da Fazenda (Sefaz-AM), promoveu cruzamento de dados e identificou inconsistências nas declarações de 5.331 empresas optantes do Simples Nacional (SN) no Estado do Amazonas no período de 2013 a 2017. O levantamento realizado pela nova administração tributária da SER apurou pendências no faturamento que totalizam mais de R$ 2 bilhões.

As empresas que declararam valores inferiores ao que efetivamente faturaram, conforme levantamento feito junto à base de dados da Receita Federal e Notas Fiscais Eletrônicas (NF-e) armazenadas na Sefaz-AM, deixaram de informar para o fisco estadual R$ 2 bilhões e 179 milhões em receita, nos últimos cinco anos.

TCE 68 anos

Em 2017, 990 empresas na capital e 603 no interior do Estado não declararam R$ 518.143.632,75. No ano de 2013, foi registrada a maior pendência. Naquele exercício, 382 empresas na capital e 269 no interior deixaram de informar ao Estado R$ 748.145.989,90.

Omissos de declaração

O Departamento de Informações Econômico-Fiscais (Deinf) levantou que do universo de 20.873 empresas do SN com inscrições estaduais ativas no Amazonas, 4.868 não apresentaram o Programa Gerador do Documento de Arrecadação do Simples Nacional (PGDAS-D). Os omissos de entrega da declaração por seis meses ou mais estão passíveis de terem suas inscrições estaduais suspensas (conforme art. 84 do RICMS/99).

Para se regularizem os contribuintes devem transmitir os arquivos para a Receita Federal,www8.receita.fazenda.gov.br/SimplesNacional/.

Na próxima semana, a Sefaz-AM irá notificar as empresas que apresentam inconsistências no faturamento e as que não entregaram as declarações. Elas terão um prazo de 30 dias para sanarem as pendências. Caso não se regularizem, poderão sofrer maiores sanções pelo fisco.

Veja também
Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *