Terça, 19 de junho de 2018

Soldado da PM e comparsas tem prisão preventiva decretada por juiz de Iranduba. Eles foram presos com 300 kg de skunk e drogas sintéticas

Sargento da PM e estudante de Medicina foi candidato a vereador e é apontado como líder do grupo. A prisão preventiva foi decretada por juiz de Iranduba. Foto: Divulgação

O juiz Igor de Carvalho Leal Campagnolli, da 2a Vara de Iranduba, decretou as prisões preventivas do ex-candidato a vereador e soldado da Polícia Militar Robson Almeida Siqueira Filho, 33, o “Robinho”, de Alan Kenedy de Souza Nascimento, 28, e Bruno Albuquerque da Costa, o “Pitilico”, 29, por tráfico de drogas e associação para o tráfico.

Eles foram presos em flagrante no dia 2 de janeiro e o juiz, nesta quinta-feira, transformou as prisões em flagrante em preventivas. Bruno e Alan seguem detidos no Centro de Detenção Provisória Masculina (CDPM) e Robinho está no Batalhão de Guardas da PM.

O juiz não conheceu do pedido de Habeas Corpus apresentado pela defesa e justificou a preventiva em razão das circunstâncias do fato delituoso – “no caso concreto, a grande quantidade de substância entorpecente (256 tabletes de maconha) aliada a reiteração delitiva, demonstram que a liberdade dos flagranteados atentam contra a ordem pública”.

Drogas

Formando em Medicina, Robinho foi detido com cerca de 300 quilos de maconha do tipo skunk, ecstasy, comprimidos de LSD, uma lancha e dois veículos. Todo esse material, além de R$ 10 mil em espécie, estava numa casa no conjunto Morada do Sol.

O PM é apontado como cabeça do grupo criminoso preso com drogas avaliadas em R$ 2 milhões. A ação foi deflagrada pela Polícia Civil, pelo Departamento de Repressão ao Crime Organizado (DRCO).

Alto luxo

Durante as diligências, os policiais localizaram a residência de alto luxo no conjunto Morada do Sol, zona Centro-Sul, alugada por R$ 3 mil, que era usada para guardar os entorpecentes. “Eles faziam LSD no local e havia uma estufa. Cada tablete de LSD era vendido a R$ 50”, contou o delegado e diretor do DRCO, Guilherme Torres. No local havia uma máquina para fabricação da droga sintética.

A ação foi desencadeada pelas equipes do DRCO, com apoio dos policiais civis da 31ª Delegacia Interativa de Polícia (DIP), do município de Iranduba (distante 27 quilômetros de Manaus), e servidores da Secretaria Executiva-Adjunta de Inteligência (Seai), da Secretaria de Estado de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM).

Veja também

Preso foragido que matou homem a facadas durante bebedeira em 2008 Romilson Pacheco cumpria pena no regime semiaberto e estava foragido desde 2016. Foto: Divulgação Romilson Pacheco de Souza, 35, foi detido em cumprimento a mandado de prisão preventiva por homicídio, nesta segunda-feira (18). A prisão foi realizada pela equipe de inv...
Três mulheres são presas com 8kg de maconha na Compensa Droga estava escondida na casa de Meiriam (ao centro) e polícia chegou até o trio por meio de denúncia. Foto: Divulgação Fabiane Borges Palheta, 21, Marcelle Martins Leal, 19, e Meiriam Rossy Brasil, 48, foram presas com 8 quilos de maconha, no bairro da Compensa 1, zona...
Disque-Denúncia 181 vai funcionar 24h. De cada 10 ligações, 7 são sobre tráfico de drogas O segundo maior número de denúncias está relacionado a foragidos, com 249 ligações entre janeiro e abril de 2018. Foto: Bruno Zanardo/ Secom A Secretaria de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM) ampliou o horário de atendimento do 181, o Disque-Denúncia, que passou a fu...
Foragido desde 2015 e traficante perigoso do Comando Vermelho, Tio Patinhas chega a Manaus nesta ter... Várias mortes são atribuídas a ordens de Tio Patinhas e Mano G, e em razão da disputa entre facções Comando e FDN. Foto: Divulgação A Secretaria Executiva Adjunta de Inteligência (Seai), da Secretaria de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM), está coordenando a transfer...
Tio Patinhas, segundo maior traficante do Comando Vermelho, é preso em Pernambuco Tio Patinhas foi preso em ação conjunta da PM de Pernambuco e SSP do Amazonas, em apartamento de luxo. Perigoso e o segundo narcotraficante abaixo de Gelson Carnaúba, o Mano G, o conhecido Tio Patinhas, Clemilson dos Santos Farias, 38, foi preso em Pernambuco, em Jaboatã...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook