Quarta-feira, 23 de maio de 2018

O Brasil tem jeito

Augusto Bernardo Cecílio

Augusto Bernardo Cecílio

Sim, o Brasil tem jeito sim. Mas, longe, muito longe de querer fazer uso do tal “jeitinho brasileiro”, que tanto envergonha (quem tem vergonha, é claro) a imagem do país internacionalmente. Ainda no século passado, nosso “Águia de Haia” já cunhava: “De tanto ver triunfar as nulidades; de tanto ver prosperar a desonra, de tanto ver crescer a injustiça. De tanto ver agigantarem-se os poderes nas mãos dos maus, o homem chega a desanimar-se da virtude, a rir-se da honra e a ter vergonha de ser honesto”. Até parece que Rui Barbosa construiu esse conceito sobre a política de hoje.

Em meio a tantas notícias dantescas, que beiram o cúmulo da insanidade e o escárnio humano, acompanhei a notícia dando conta que dois cariocas, um dia após o Natal, encontraram uma carteira cheia de dinheiro e devolveram ao dono, um turista argentino. Parecia até um presente de natal, dólares, euros, reais. Marcos e Marcelo Nascimento, dois moradores da favela da Rocinha, encontraram a carteira perdida no calçadão e se empenharam em encontrar o dono, embora dinheiro seja artigo de primeira necessidade na comunidade onde moram.

Quase R$ 10 mil não foram suficientes para que eles esquecessem a dignidade humana e só sossegaram quando percorreram os hotéis da orla e encontraram o dono. Além da alegria do dever cumprido, os dois receberam US$ 100 que vão usar para ajudar uma família cuja casa pegou fogo, na favela onde moram. Os dois puderam confirmar com uma frase o que falta nos poderes constituídos da nação, sem distinção: “Honestidade é obrigação”.

Pois é, honestidade é ingrediente sine qua non para qualquer tentativa de estancar essa sangria, esse estado tumoral que ataca a política brasileira. Lamentavelmente, ser honesto virou virtude escassa e, quando aparece logo ganha notoriedade, seja em qualquer âmbito. Nas semifinais do Campeonato Paulista desse ano, durante o jogo Corinthians e São Paulo, o zagueiro paulista Rodrigo Caio assumiu ter pisado na mão do goleiro Renan, inocentando o atacante Jô, do Corinthians, que havia levado cartão amarelo pela falta, na interpretação do árbitro. O cartão tiraria o atacante do próximo jogo, mas a honestidade do zagueiro fez com que o cartão fosse anulado. Pronto, a atitude do zagueiro foi assunto para a semana inteira, pois muitos acham que dentro de campo vale tudo, inclusive mentir e ser desonesto.

Tanto a honestidade, a honra, o respeito, a moral, os bons costumes, os valores humanos e éticos, a solidariedade, a educação cabem e devem estar sempre em todos os lugares. E devem fazer parte do dia-a-dia de qualquer trabalhador, seja deputado, senador, presidente, vereador, delegado, professor, taxista, feirante e/ou faxineiro, como aquele que encontrou uma pasta contendo US$ 10 mil, num banheiro do aeroporto de Brasília. Mesmo ganhando Salário Mínimo, não hesitou e usou o sistema de som para encontrar e devolver ao dono do dinheiro, um turista suíço. O poeta espanhol Miguel Cervantes pregava que “a honestidade é a melhor política”.

 

*Auditor fiscal e professor

 

 

* Auditor fiscal da Sefaz, coordena o Programa de Educação Fiscal no Amazonas.

Veja também

Recepcionista do Barolo teria morrido após tiroteio em forró, promovido pelo namorado dela, no Alvor... Recepcionista do Barolo teria morrido após tiroteio em forró, no Alvorada, no qual o traficante Carlinhos, namorado dela, teria se envolvido Tiroteio, ocorrido em forró localizado no Alvorada 1, pode ter sido o estopim da morte de Bruna Freitas Rodrigues, 23. A recepcion...
EXCLUSIVO Presidente da Unimed confirma dívidas, mas nega venda: ‘Vamos ouvir proposta para eq... EXCLUSIVO Presidente da Unimed confirma dívidas, mas nega venda e afirma que reunião desta quarta (23/05), revelada pelo Portal do Marcos Santos, será apenas para ouvir proposta da Central Nacional Unimed a fim de equacionar débito Em entrevista EXCLUSIVA ao Portal do Ma...
Josué Neto diz que 14 comunidades podem se tornar municípios no Amazonas O deputado Josué Neto disse que 14 localidades do Amazonas já atendem os principais requisitos para se tornarem municípios. Foto: Divulgação Um total de 14 comunidades do Amazonas atendem os requisitos para serem transformadas em cidades e outras 54 possuem condições de ...
Operação retira ocupações irregulares em área de preservação ambiental Foto: Divulgação Visando o ordenando público e o monitoramento em áreas de risco e de preservação ambiental na capital amazonense, a Prefeitura de Manaus, por meio da Secretaria Executiva do Gabinete de Gestão Integrada Municipal (SEGGIM), integrou na manhã desta terça-fei...
Adjuto Afonso cobra do governo regulamentação dos free shops e da energia solar   Deputado Adjuto Afonso cobra regulamentação da Lei dos Free Shops e da Energia Solar. Foto: Divulgação Em pronunciamento na manhã desta terça-feira (22), na Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas (Aleam), o deputado Adjuto Afonso (PDT) cobrou do Governo do Estado a...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook