Segunda-feira, 16 de julho de 2018

Depois da audiência de custódia Melo ia para casa, mas Seap decidiu reconduzi-lo à cadeia

Depois da audiência de custódia

Depois da audiência de custódia, Melo, o pior governador do Amazonas, quase ia para casa

O ex-governador José Melo quase não precisou atender à praxe dos últimos dias. Soltos pela Justiça, ex-secretários estaduais tiveram que esperar o amanhecer do dia seguinte para deixar a cadeia. É que eles precisaram passar por uma série de procedimentos antes de sair. Melo estava indo para casa quando a Secretaria de Administração Penitenciária (Seap) disse não. O próprio juiz Ricardo Sales expediu o Alvará de Soltura e ele iria para casa. A Seap decidiu cumprir o ritual burocrático e ele só sai às 6h da manhã.

Melo teve a prisão completamente revogada. Evandro Melo passou de prisão preventiva para domiciliar e Raul Zaidan de temporária para domiciliar. Wilson Alecrim, Pedro Elias e Afonso Lobo estão aguardando o amanhecer, na cadeia, para poder ir para casa. Voltam a ter a companhia de Melo.

A audiência de custódia tem o poder de revogar a prisão. Qualquer preso, em quaisquer circunstâncias, pode ser liberado de lá para casa.

 

Depois da audiência de custódia

O que causa estranheza, nos meios jurídicos, é que prorrogação e revogação da prisão temporária foram feitas por juízes plantonistas. “A rigor, a coisa funciona mais ou menos como no caso da briga do David Almeida e o Amazonino. David era governador interino, mas, constitucionalmente, tinha todas as prerrogativas do cargo. Podia atar e desatar e atou e desatou. É como um vice que assume o lugar do titular. Se quiser, ele pode destituir todo o secretariado e o titular, quando voltar, terá que renomear. Um juiz plantonista tem poder sobre qualquer causa. E juiz julga de acordo com seu próprio convencimento”, explicou um especialista ouvido pelo portal.

Na opinião da maioria dos leitores, porém, virou o samba do crioulo doido. Trata-se da síntese do Brasil narrado com bom humor por Sérgio Porto, o genial Stanislaw Ponte Preta. O Festival de Besteiras que Assola o País (Febeapá), nesse caso, está na resposta à pergunta: quem tem razão, Ana Paula Serizawa que mandou prender ou Ricardo Sales que mandou soltar?

Veja também

Revogada a prisão temporária de Melo e ex-governador vai para casa completamente livre Revogada a prisão temporária de Melo na sede da Justiça Federal, na noite desta terça (26/12), com o prédio às escuras O juiz Ricardo Augusto de Sales acaba de revogar a prisão temporária do ex-governador José Melo. Ele havia tido a prisão temporária, por cinco dias, dec...
Admitida prisão domiciliar para Wilson Alecrim, Pedro Elias e Afonso Lobo. José Melo em audiência de... Admitida prisão domiciliar para Afonso Lobo (foto) e todos os ex-secretários que ainda estavam no cárcere Wilson Alecrim e Pedro Elias, ex-secretários estaduais de Saúde, e Afonso Lobo, ex-secretário de Fazenda, vão para prisão domiciliar. O deferimento foi feito na noit...
Homem é morto após tentar furar PM com tesoura Foto: Reprodução Um homem, de 24 anos, morreu ao ser atingido por um tiro no peito neste domingo (15),  na rua Paulo Sarmento, bairro Amazonino Mendes, zona Leste. Segundo a polícia, ele teria reagido a uma abordagem e atacou um policial com uma tesoura. O policial re...
Homem é morto durante troca de tiros com a polícia. Ele havia tentado assaltar três pessoas na Cidad... Com ele, a polícia apreendeu um revólver calibre 38. Foto: Divulgação Um homem, ainda não identificado, morreu na noite de sexta-feira (13) após uma troca de tiros com policiais militares, no bairro Cidade Nova, zona Norte de Manaus. Ele tentou assaltar três pessoas ante...
Vem aí: 11ª Mostra de Música Canção da Mata com entrada gratuita. Confira a programação Banda Luneta Mágica. Foto: Divulgação A cidade de Manaus vai receber a 11ª edição da Mostra de Música Canção da Mata, do Sesc Amazonas, nos próximos dias 16 e 17 de julho, a partir das 20h, no palco do Teatro Amazonas, situado na Rua Eduardo Ribeiro, Centro da cidade. O ...

3 comentários para “Depois da audiência de custódia Melo ia para casa, mas Seap decidiu reconduzi-lo à cadeia

  1. Eduardo disse:

    Juro que não quero acreditar nisso. Comprovam a fraude, a PF faz o trabalho de prender e depois vem alguém de toga e solta. Incrível como corrupto “samba na cara” do povo. Eles vão estourar champane comprada com nosso dinheiro e vão ficar livres???? Até quando a justiça no Brasil será comparada a um circo?

  2. Iago Silva disse:

    Comparação completamente estapafúrdia. As medidas restritivas de liberdade foram concedidas em atenção a pedido da PF que levantou questões ensejadoras ora da temporária ora da preventiva. As mesmas, após as buscas e apreensoes e testemunhos poderiam ser enrobustecidas e, assim, fazer perseverar as prisões. O que não foi o caso. Como estamos no plantão judicial, compete ao PLANTONISTA rever ou manter tais atos APÓS PROVOCADO pelas partes (MP ou defesas). O mérito? Esse sim fica para o juiz natural do feito (no caso a juíza Ana Paula). Fora isso: metas e tolas ilações desnecessárias.

  3. Raffaele Amazonas Novellino disse:

    A Polícia Federal identificou e tornou visível a ponta do iceberg da corrupção no nosso Amazonas. Essa ponta visível do iceberg lançou a senha “sou inocente” e a parte submersa do iceberg entendeu o recado e acionou a máquina para que a parte visível continue “inocente”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook