Segunda-feira, 18 de junho de 2018

Programa Diário da Manhã


Ouvir a Rádio Diário Ao Vivo

Projeto ‘Além da música’ leva o ‘Cassino do Chacrinha’ para o palco do Teatro Amazonas

No espetáculo, artistas que já estão ‘em outro plano’ participam do famoso programa de auditório de Abelardo Barbosa. Foto: Divulgação

Um show de ‘calouros’ disputado por artistas como Michael Jackson, Elis Regina, Frank Sinatra, Clara Nunes, Reginaldo Rossi e Amy Winehouse. Esse é o mote do espetáculo “Além da música – No Cassino do Chacrinha”, que será apresentado no Teatro Amazonas no próximo domingo (26), às 19h, com apoio do Governo do Amazonas, por meio da Secretaria de Estado de Cultura.

Esta é a segunda edição do projeto “Além da Música”, cujo roteiro original conta a história de artistas já falecidos que têm a oportunidade de se apresentar na Terra uma vez por ano e escolhem o Teatro Amazonas para fazer o show. Desta vez, o apresentador Abelardo Barbosa, o Chacrinha, será homenageado.

“No primeiro ano, o tema foi Halloween, mas, em 2017, foi comemorado o centenário de nascimento do Chacrinha, então vamos fazer essa segunda edição para homenageá-lo, numa pegada mais pra cima, com mais alegria. Mas a base do ‘além’ permanece”, conta Lívia Mendes, diretora do espetáculo.

Na montagem, Elke Maravilha (Michel Guerrero) é a Relações Públicas do Céu, responsável por fazer o aniversário de 100 anos de Abelardo Barbosa – interpretado por Nivaldo Mota – e convida um grupo de artistas para participar do show de calouros do “Cassino do Chacrinha”.

“Ciente da movimentação, Papai do Céu resolve dar um presente para o Chacrinha. No programa especial de aniversário, ao invés dos candidatos irem para o trono ou não, eles terão a possibilidade de ser resgatados para o Céu e a pergunta que Chacrinha  vai fazer é ‘Vai pro Céu ou não vai?’”, conta Lívia.

Na bancada do júri, além de Elke, estarão Pedro de Lara (Robson Ney), que foi para o inferno, mas teve liberação para participar do programa, e Dercy Gonçalves (Geraldo Langbeck), que ainda está no purgatório. O assistente de palco Russo (Branco Souza) também vai ajudar no andamento do concurso.

Na tentativa de garantir um lugar no Céu, artistas nacionais e internacionais, considerados rebeldes, participam do show de calouros, entre eles, Clara Nunes (Tatá Jatobá), Emílio Santiago (Antonio Bahia), Reginaldo Rossi (Michel Guerrero), Celi Campelo e Janis Joplin (Daniela Nascimento), Elis Regina e Mercedes Sosa (Isabel Vega), Amy Winehouse e Édith Piaf (Miriam Abad), Luiz Gonzaga e Tim Maia (Altair Diniz), Renato Russo e Freddie Mercury (Rodrigo Baroque), Frank Sinatra, Wando e David Bowie (Rafael Alma), Kurt Cobain, Chris Cornell e Cazuza (Luso Neto), Michael Jackson e Prince (Arnaldo Barreto).

“O elenco é maravilhoso! Algumas interpretações são emocionantes, outras muito engraçadas. Temos ator que está brincando de cantar e cantor que está brincando de atuar. Há uma convergência, e isso é muito bacana porque o resultado é original, verdadeiro”, comenta a diretora.

Participações e interatividade

O programa vai contar com participações dos Mamonas Assassinas, que já vivem no Céu e farão um especial no “Cassino”; do cantor mascarado que, como o nome sugere, será uma surpresa; e de quatro chacretes, interpretadas por bailarinas da Cia de Dança GAALD.

“É um texto bem televisão mesmo. Feito em cima do que era o programa do Chacrinha”, diz.

O espetáculo também terá momentos de interatividade com a plateia, com as brincadeiras e disputas que o Chacrinha fazia no palco como o concurso da criança mais bonita do Brasil ou do homem mais alto do País.

“Também vai ter muito bacalhau. Como estamos perto do Natal, será uma boa chance de garantir o bacalhau da Ceia”, brinca, referindo-se ao fato de Aberlado Barbosa jogar o peixe para as pessoas do auditório. “Nossa trupe é muito irreverente. Queremos entreter, brincar, divertir, assim a plateia nos ganha e a gente ganha a plateia. É uma troca bem interessante!”, pontua.

“Além da música – No Cassino do Chacrinha“ tem texto e direção de Lívia Mendes, direção musical de Carlinhos Bandeira e produção de Lucy Almeida.

Veja também

Com entrada gratuita, fusão da dança do ventre com Raízes Caboclas nesta sexta, no Teatro Amazonas... Foto: Divulgação   Nesta sexta-feira (15), às 20h, o Teatro Amazonas vai ser palco do show “Oásis Amazônico Uma Paisagem Sonora”. O evento marca a comemoração dos 20 anos da Escola de Dança do Ventre Casa de Ísis, a primeira do seguimento que surgiu no Estado. ...
Amazonas Jazz Band traz novo repertório e homenagem em concerto no Teatro Amazonas Os ingressos para o concerto da Amazonas Jazz Band estão à venda na bilheteria do Teatro Amazonas. Foto: Divulgação A Amazonas Jazz Band apresenta às 20h desta quinta-feira (14), no Teatro Amazonas, o concerto “Diálogos – Legados Contemporâneos”, com novo repertório base...
Teatro Amazonas recebe o lançamento da série audiovisual ‘Mormaço Sonoro’ Foto: Divulgação O Teatro Amazonas recebe no próximo dia 16 de Junho, a partir das 19h00, o lançamento da série audiovisual “Mormaço Sonoro” com a presença confirmada dos artistas e bandas Casa de Caba, Punga Baré (tambor de crioula), Os Platinados, Holodomor, Eliberto...
Banda Hawake faz show no Teatro Amazonas Foto: Divulgação Para apresentar as músicas do álbum “Duality of the Universe – D.O.T.U” , a banda de heavy metal  “Hawake”, realiza, nesta sexta (8), às 20h, um show gratuito no palco do Teatro Amazonas, com apoio da Secretaria de Estado de Cultura (SEC), por meio do Prog...
Encerramento do 21º Festival Amazonas de Ópera, com a apresentação de ‘Kawah Ijen – Vulcão Azu... Foto: Divulgação Neste sábado (2), às 20h, acontecerá a apresentação de “Kawah Ijen – Vulcão Azul”, no encerramento do 21º Festival Amazonas de Ópera (FAO). Os ingressos estão esgotados. Com libreto do brasileiro João Guilherme Ripper, baseado na história original de Fer...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook