Maioria do STF vota pela restrição ao foro privilegiado para parlamentares

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes votou a favor da restrição ao foro privilegiado> Foto Antonio Cruz – Agência Brasil

A maioria dos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu hoje (23) a favor da restrição ao foro privilegiado para deputados e senadores. Até o momento, sete dos 11 integrantes da Corte se manifestaram a favor a algum tipo de restrição na competência do tribunal para julgar crimes praticados por deputados e senadores. Os demais ministros devem votar após o intervalo da sessão.

Para os ministros, deputados federais e senadores somente devem responder a processos no STF se o crime for praticado no exercício do mandato. Na sessão desta tarde, votaram os ministros Alexandre de Moraes, que havia pedido vista do processo, Edson Fachin e Luiz Fux.

Antes da interrupção, Barroso votou a favor da restrição ao foro privilegiado para autoridades. De acordo com Barroso, os detentores de foro privilegiado, como deputados e senadores, somente devem responder a processos criminais no STF se os fatos imputados a eles ocorrerem durante o mandato. Os ministros Marco Aurélio, Rosa Weber e Cármen Lúcia acompanharam o relator.

O caso concreto que está sendo julgado envolve a restrição de foro do atual prefeito de Cabo Frio (RJ), Marcos da Rocha Mendes. Ele chegou a ser empossado como suplente do deputado cassado Eduardo Cunha, mas renunciou ao mandato parlamentar para assumir o cargo no município. O prefeito responde a uma ação penal no STF por suposta compra de votos, mas, em função da posse no Executivo municipal, o processo foi remetido para a Justiça.

Veja também

Ministro amazonense do STJ manda prender presidente de TCE e cancela viagem a Manaus Ministro Mauro Campbell ficou à disposição do STF no julgamento de HC de presidente de TCEO ministro Mauro Campbell, amazonense, integrante do Superior Tribunal de Justiça (STJ), ficou impedido de vir a Manaus. Ele era um dos principais convidados do Simpósio Nacional d...
Omar Aziz, denunciado como beneficiário de propina na Maus Caminhos, já tem investigação em andament... Há um longo caminho entre a delação premiada que denunciou Omar Aziz e o julgamento deleA denúncia de que o senador Omar Aziz (PSD-AM) recebeu propina do Instituto Novos Caminhos (INC), implicado na Operação Maus Caminhos, está sendo investigada. A autorização foi dada ...
MEC e Inep comunicam que vão acatar decisão do STF de não zerar redação do Enem de quem violar Direi... O Ministério da Educação (MEC) e o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) comunicam que acatam a decisão do Supremo Tribunal Federal e que não vão recorrer da decisão.O MEC e o Inep entendem que os participantes do Enem 2017 precisa...
Simpósio de Ouvidorias no TCE-AM terá três ministros entre os palestrantes Ministros Marco Aurélio de Mello, do STF; Mauro Campbell, do STJ; e Walton Rodrigues, do TCU, palestram no simpósio realizado pelo TCE nos dias 16 e 17 de novembro. Foto: Divulgação TCE-AMPara debater o papel das Ouvidorias no Cenário de Crise Política, Institucional e ...
Governo do AM prepara recurso contra decisão sobre bloqueio de R$ 20 milhões A Procuradoria Geral do Estado (PGE) informa que irá recorrer da decisão do Tribunal Regional do Trabalho (TRT) da 11ª Região, divulgada nesta terça-feira, em que determina o bloqueio de até R$ 20 milhões das contas do Governo do Estado referente a pagamentos de salários...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *