Melo ligou para David e marcou troca no Governo. Seduc, Susam, Sepror, Sefaz, Ipaam e Idam voltariam aos titulares anteriores

Melo chegou a combinar com David Almeida o momento da posse

O ex-governador José Melo comemorou muito a decisão do ministro Ricardo Lewandowski, que o colocava de volta no Governo do Estado. O foguetório foi grande no Parque das Laranjeiras, onde ele mora. Mais que isso, o ex-governador ligou para o governador David Almeida e marcou um encontro para a passagem do comando. Estava tudo certo para a transição quando, em outra decisão surpreendente, Lewandowski emitiu um fax – acredite, um fax! – esclarecendo que havia apenas suspenso a eleição direta para governador do Amazonas, até que o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) julgasse embargos declaratórios no processo de cassação do ex-governador, e não restabelecido Melo no Governo. A casa caiu. E o Panavueiro ainda não terminou.

 

Diálogo

Imaginemos o diálogo entre David Almeida, que foi líder de José Melo na Assembleia Legislativa, e o ex-governador:

– Governador, como fazemos para a transição no Governo? – disse David.

– Passe aqui comigo, Davizinho, amanhã, pra gente fazer – respondeu Melo.

– Ok, está combinado. Vou aí com o senhor.

Dia seguinte, Lewandowski volta atrás. Melo, paletó e gravata, pronto para a posse, ainda liga para David:

– Davizinho, você vai passar aqui?

– Agora não, Melo. Tô ocupado.

 

Sobra

Um dos principais assessores de David Almeida, que também serviu a José Melo, foi quem se apressou mais que o normal a articular passagem de comando. Deve cair segunda-feira.

 

Henrique

Quando governador e vice foram apeados do poder, José Melo entregou os pontos, mas liberou Henrique Oliveira. “Você tem toda liberdade para lutar pelos seus direitos ao mandato”, disse. Com a decisão de Lewandowski, em cima da ação de Henrique, Melo ligou para o vice: “Parabéns, Henrique. Foi sua determinação que nos colocou de volta no poder. Quero ficar só um mês no Governo. Depois eu renuncio e você fica”, disse o “desprendido” Melo. Nem assumiu, nem renunciou.

 

Amazonino

Assessores e amigos de Amazonino Mendes estão impressionados. Ele remoçou uns 15 anos, após entrar na disputa pelo Governo do Estado.

 

Braga

O senador Eduardo Braga comemorou a volta das diretas. Mal saiu a decisão do ministro Celso de Mello e ele retomou os contatos com os principais cabos eleitorais.

 

Rebecca

A ex-deputada federal Rebecca Garcia foi quem mais investiu na eleição direta. Não parou a estruturação da campanha, nos bastidores, enquanto os ministros tomavam suas decisões.

 

Pesquisas

Dizem que as pesquisas do pós-STF trarão surpresas, na corrida pelo Governo do Estado. Aguardemos.

 

Deflação

Deflação, isto é, queda de preços, em -0,23%, conforme registrado nesta sexta (07/07). E o Brasil ainda não se tocou de que a equipe de Henrique Meireles está fazendo a diferença. “Fora Temer”, “Volta Lula” ou “Bolsonaro já” deveriam se unir numa mesma bandeira: “Fica Meireles!”.

Veja também

Eleições para governador do Amazonas confirmadas para 6 de agosto. TSE dá aval para manter calendári... Apesar de possibilidade de mudança anunciada pela manhã, pleno do TRE mantém pleito para o dia 6 de agosto, no primeiro turno. Foto: DivulgaçãoAs eleições suplementares para o Governo do Amazonas estão mantidas para o dia 6 de agosto, no primeiro turno, e 27 de agosto, ...
Candidatos retomam campanha e TRE não confirma início do horário eleitoral gratuito O presidente do TRE, desembargador Yedo Simões, recebeu oficialmente na manhã desta sexta-feira, 7, o comunicado sobre decisão do STF, que retoma o pleito de agosto. Foto: ArquivoOito dias após terem deixado em suspensão suas campanhas, os candidatos ao Governo do Amazo...
Celso de Mello extingue liminar de Lewandowski e eleições diretas no AM estão de volta. Veja a decis... O ministro Celso de Mello não titubeou em reformar a decisão de Ricardo LewandowskiO ministro Celso de Mello, decano (mais antigo) do Supremo Tribunal Federal (STF), acaba de decidir pela extinção do processo em que Henrique Oliveira, ex-vice-governador do Amazonas, ped...
Ministra Cármem Lúcia se declara suspeita para julgar eleições no AM. Julgamento ia para Toffoli, e ... Ministro Dias Toffoli, vice-presidente do STF, seria o novo responsável pelo julgamento das eleições no Amazonas...... e Celso de Mello, decano do STF, é quem responderá pelo julgamento no recessoA ministra Cármem Lúcia, presidente do Supremo Tribunal Federal (STF)...
Lewandowski publica esclarecimento para evitar volta de Melo. Decisão atualizada é republicada Ministro Ricardo Lewandowski deferiu liminar suspendendo eleições até o esgotamento das instâncias ordináriasEm nota enviada hoje à tarde ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE), o ministro Ricardo Lewandowisk, do Supremo Tribunal Federal (STF) , esclarece parte da decisão...

2 comentários para “Melo ligou para David e marcou troca no Governo. Seduc, Susam, Sepror, Sefaz, Ipaam e Idam voltariam aos titulares anteriores

  1. Paulo Pereira disse:

    A estória de Melo ligando para David é muito duvidosa e beira a pura maldade.
    O blog, até então bastante sério e profissional, não deveria se prestar a tais atitudes.
    Lamentável.

    RESPOSTA
    Os fogos foram ouvidos na noite de Manaus, os ecos do telefonema e do quase retorno do comando estadual a José Melo estão por toda parte. E quem leu Sérgio Marcus Rangel Porto, o Stanislaw Ponte Preta, e Carlos Eduardo Novaes sabe o quanto uma pitada de ficção nos mostra a irrealidade cotidiana da política brasileira. Obrigado por sua confiança.

  2. Iago Silva disse:

    Dois comentários:

    1. Seu desrespeito junto ao ex governador Melo impressiona. Nunca vi tanta ferocidade sua para com um político. Isso tudo por conta de Parintins 2016?

    2. Deflação – com a estagnação que está o Brasil – é o pior dos cenários econômicos. Faltou estudar um pouco isso, viu?

    RESPOSTA
    Você tem razão, criei certa intolerância a Melo como 92% dos amazonenses, segundo as últimas pesquisas. Sim, o ex-governador tinha apenas 8% de aprovação quando foi afastado do governo pela Justiça. Parintins 2016 foi um dos mais lamentáveis episódios de falta de espírito público e de conhecimento técnico do papel do Governo – que é de fomentar e induzir qualidade de vida e desenvolvimento – registrado na história brasileira. Melo pior governador da história do Amazonas é um fato. São os números que dizem. Precisamos consolidar contrapontos, evitar a repetição desse desastre e isso só será possível com a crítica contundente, cujo evidente objetivo é a construção de um futuro melhor. A figura humana de Melo deve ser respeitada como tal, mas o político precisa ser confrontado com o caos que criou. Obrigado por seu contato, volte sempre.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook