Sul-africanos fazem grande homenagem aos 21 jovens mortos em tragédia misteriosa em um bar

Sul-africanos fazem grande homenagem aos 21 jovens mortos em tragédia misteriosa em um bar

A África do Sul prestou uma grande homenagem aos 21 jovens que morreram em circunstâncias ainda não esclarecidas em um bar, nesta quarta-feira (6), no bairro popular de Scenery Park, perto da cidade de East London, no leste do país.

Mais de mil pessoas, incluindo o presidente sul-africano Cyril Ramaphosa, participaram da homenagem, em meio à tragédia que chocou o país. A vítima mais nova foi uma menina de 13 anos.

No início da manhã de 26 de junho, os corpos das vítimas foram encontrados dentro de um bar clandestino, sem nenhum sinal de violência.

Vestidos de preto, os presentes cantaram e dançaram músicas gospel na frente de 19 caixões vazios, já que a polícia ainda investiga as mortes. As duas vítimas restantes foram enterradas separadamente por suas famílias.

Os enlutados foram colocados, junto com as autoridades, em uma grande tenda e centenas de pessoas acompanharam a cerimônia por transmissão, segundo jornalistas da AFP no local.

Em meio aos prantos e orações, a banda da polícia tocou o hino nacional. “Ainda não sabemos o que matou nossos jovens”, declarou o presidente Ramaphosa. “As famílias precisam de respostas, querem saber o que aconteceu com seus filhos”, acrescentou.

A causa mais provável parece ser algum tipo de vazamento químico ou de gás no local, que estava lotado e tinha pouca ventilação. Outra teoria que as autoridades estão investigando é que os jovens foram envenenados por algo que consumiram. Alguns dos sobreviventes internados queixaram-se de dores no peito.

PUBLICIDADE
Veja também
Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.