Falsa dentista presa na Ponta Negra, acusada de namorar para emprestar e não pagar

Foto: Divulgação

Gabrielly Grijó dos Santos, 26, foi presa nesta terça-feira (28), em cumprimento de mandado de prisão por suspeita em envolvimento em diversos estelionato em Manaus. A prisão ocorreu em seu apartamento na rua Alameda Albânia, no bairro Ponta Negra.

Segundo o delegado Aldeney Góes, titular do 19° Distrito Integrado de Polícia (DIP), a acusada trabalhou com uma dentista que teria ido embora da cidade.

Ela começou a se apresentar nas redes sociais como Gabrielly Grijó Michaelesky e dizia que era cirurgiã-dentista, especialista em odontologia hospitalar, intensivista e laser-terapeuta. Todos os cursos feitos no Rio de Janeiro.

A suspeita também usava o CRO de outra profissional e dizia que trabalhava em plantões em vários hospitais renomados de Manaus.

“Ela conhecia as pessoas, suas possíveis vítimas, e depois que ela conhecia e ganhava a confiança delas, começava a solicitar valores para determinadas emergências”, explicou o delegado sobre o modus operandi da acusada.

Além do contato pelas redes sociais, Gabrielly frequentava casas noturnas consideradas de classe alta para contactar novas vítimas. Logo após conseguir os empréstimos ela desaparecia.

Para ganhar confiança ela se vestia com roupas e acessórios caros e divulgava trabalhos realizados como cirurgiã-dentista.

Também foram encontrados no apartamento da acusada documentos e vestimentas que ela usava nos golpes. O valor que ela teria se apropriado supera R$ 300 mil reais. Os golpes vinham acontecendo há mais de 1 ano.

Gabrielly responderá por estelionato e ficará à disposição da Justiça.

PUBLICIDADE
Veja também
Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.