Procuradora é agredida a socos por colega dentro de prefeitura em SP

Procuradora é agredida a socos por colega dentro de prefeitura em SP

A procuradora-geral do município de Registro (SP), Gabriela Samadello Monteiro de Barros foi agredida violentamente por um colega de trabalho, o procurador Demétrius Oliveira Macedo, de 34 anos, dentro da sede da Prefeitura de Registro, em São Paulo, na última segunda-feira (20/6). A cena foi filmada por outra funcionária e divulgada nas redes sociais.

De acordo com o Boletim de Ocorrência registrado pela vítima, o procurador municipal Demétrius Oliveira Macedo é investigado num processo disciplinar interno por conta da conduta dele no ambiente de trabalho.

Na tarde de segunda, conforme o vídeo divulgado, Macedo entrou na sala de trabalho da procuradora e desferiu uma cotovelada na vítima, que caiu e passou a ser alvo de socos.

Por meio de nota, a Prefeitura prestou solidariedade a vítima. “A Prefeitura de Registro manifesta o mais absoluto e profundo repudio aos brutais atos de violência realizados pelo Procurador Municipal contra a servidora municipal mulher que exerce a função de Procuradora Geral do Município, fatos ocorridos na última segunda-feira (20/6). Que a vítima e sua família recebam toda nossa solidariedade, apoio e cada palavra de conforto e acolhimento”.

A Associação Nacional dos Procuradores dos Estados e do DF (Anape) emitiu nota em repúdio ao ataque sofrido pela procuradora. “A agressão, feita pelo procurador municipal, precisa ser severamente punida, como forma de assegurar o restabelecimento do Estado Democrático de Direito”, diz a nota.

O documento diz ainda que o “ataque violento desrespeita os direitos e princípios fundamentais dos cidadãos e atinge a esfera moral e ética de todos os advogados públicos e advogadas públicas que exercem com rigor seu papel na sociedade”.

Por fim, a associação defende que é fundamental que os procuradores tenham segurança e autonomia para exercer sua função essencial à Justiça. “A Anape manifesta sua solidariedade à procuradora que estava no desempenho pleno das suas funções profissionais”.

Por nota, a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) apresentará um ofício na Comissão de Ética e Disciplina contra o procurador.

“A 54ª Subseção da OAB – Registro, por sua Diretoria e pela Comissão da Mulher Advogada, vem a público REPUDIAR a inadmissível, covarde e grotesca agressão física praticada pelo Procurador Municipal de Registro DEMETRIUS OLIVEIRA DE MACEDO (inscrito na OAB/SP N° 305.997) contra a Procuradora Municipal de Registro GABRIELA SAMADELLO MONTEIRO DE BARROS (OAB/SP N° 304-314), fato ocorrido ontem nas dependências da Procuradoria Geral do Município. Ressalta que a agressão acima mencionada atingiu a toda a Advocacia e a toda a sociedade de uma forma geral, causando indignação permanente. A 54ª Subseção representará de ofício o Procurador Municipal agressor perante a Comissão de Ética e Disciplina, por conduta indigna com a Advocacia, bem como acompanhará o desenrolar do inquérito policial relativo a ocorrência. Prestamos, por fim, toda solidariedade e apoio à Procuradora Municipal e sua família”, informa a nota.

PUBLICIDADE
Veja também
Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.