Jiu-jitsu: paratletas do AM sobem ao pódio do Arnold Classic Sports Festival South America

Os paratletas de jiu-jitsu Alex Taveira (à esquerda) e Flávio Leonardo. Foto: Divulgação/Mauro Neto/Faar

Superando os limites e as adversidades, os paratletas de jiu-jitsu Alex Taveira e Flávio Leonardo subiram ao pódio no Arnold Classic Sports Festival South America, em São Paulo. A dupla amazonense teve apoio de passagens áreas disponibilizadas pelo Governo do Amazonas, por meio da Fundação Amazonas de Alto Rendimento (Faar).

O paratleta Alex Taveira, que ganhou três ouros e uma medalha de prata, afirma que o resultado já era esperado devido aos intensos treinos. “Em 2021, eu ganhei 13 lutas, um orgulho para o meu histórico. Desta vez eu lutei nas quatro finais, duas sem kimonos e outras duas com kimono, onde me consagrei campeão neste ano”, explica.

Flávio Leonardo, que conseguiu duas medalhas de ouro e uma medalha de prata, contou que o trabalho dos lutadores parajiu-jitsu é sempre reconhecido no Brasil e pelo mundo afora. “Isso me motiva a sempre treinar mais. O evento foi ótimo, pois fui campeão na categoria absoluto e sem kimono”, comenta.

“O Estado coloca sua bandeira nas melhores competições nacionais e internacionais. O resultado alcançado demonstra o apoio que o governador Wilson Lima está dando aos paratletas de alto rendimento do Estado. Isso é inclusão social e compromisso com o esporte amazonense”, afirma Jorge Oliveira, diretor-presidente da Faar.

O presidente Federação Amazonense de Jiu-jitsu Paradesportivo e do Instituto Paradesportivo do Amazonas, Jonathas Machado, afirmou que os paratletas treinaram pesado para essa competição internacional e, ao todo, a delegação amazonense conquistou 30 medalhas.

PUBLICIDADE
Veja também
Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.