Camisa de Maradona em gol com ‘mão de Deus’ é vendida por R$ 44 milhões

A venda da camisa quebrou o recorde anterior de artigo esportivo estabelecido pelo manuscrito original de autógrafos do Manifesto Olímpico de 1892. Foto: Divulgação

A camisa usada por Diego Maradona quando marcou dois dos gols mais famosos da história do futebol foi vendida por 7,14 milhões de libras (equivalente a R$ 44,3 milhões), nesta quarta-feira (4), estabelecendo um novo recorde de valor para um item esportivo.

A camisa 10 da Argentina foi usada por Maradona nas quartas de final da Copa do Mundo de 1986 contra a Inglaterra, no México. Aos 6 minutos do segundo tempo, ele colocou sua equipe à frente, mandando a bola para a rede com um soco, no que ficou conhecido como gol com a “Mão de Deus”.

Quatro minutos depois, Maradona driblou vários adversários em uma arrancada a partir de seu próprio campo para marcar um gol amplamente considerado um dos mais bonitos da história da Copa do Mundo.

O meio-campista inglês Steve Hodge recebeu a camisa de Maradona após o jogo e anunciou no mês passado que a colocaria à venda em um leilão após 19 anos de exposição no Museu Nacional de Futebol, na Inglaterra.

“Esta camisa histórica é um lembrete tangível de um momento importante não apenas na história do esporte, mas na história do século 20”, disse Brahm Wachter, da casa de leilões Sotheby’s. A Sotheby’s disse que o comprador era anônimo.

A venda quebrou o recorde anterior de artigo esportivo estabelecido pelo manuscrito original de autógrafos do Manifesto Olímpico de 1892, que foi vendido por 8,8 milhões de dólares (R$ 43,2 milhões) em 2019.

Contestada

A venda da camisa de Maradona foi contestada após alegações de que a camisa à venda era a errada. A filha e a ex-mulher do ex-jogador argentino disseram que Hodge recebeu a camisa que Maradona usou no primeiro tempo da partida.

A Sotheby’s, no entanto, disse que usou uma tecnologia avançada para “combinar de forma conclusiva” a camisa com vídeos de ambos os gols, “examinando detalhes únicos sobre vários elementos do item, incluindo a costura, as listras e a numeração”.

Considerado um dos melhores jogadores de futebol do mundo em todos os tempos, Maradona morreu em novembro de 2020, aos 60 anos.

Agência Brasil

PUBLICIDADE
Veja também
Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.