Empresa nuclear ucraniana alerta sobre risco de radiação após corte de energia em Chernobyl

Empresa nuclear ucraniana alerta sobre risco de radiação após corte de energia em Chernobyl

Substâncias radioativas podem ser liberadas da extinta usina nuclear de Chernobyl, na Ucrânia, porque ela não pode resfriar o combustível nuclear armazenado após a interrupção de sua conexão de energia, disse nesta quarta-feira a Energoatom, a empresa nuclear estatal da Ucrânia.

O trabalho para reparar a conexão e restaurar a energia da usina, que foi ocupada pelas tropas russas, não foi possível porque os combates estão em andamento, disse a empresa.

Segundo a Energoatom, sem energia, o combustível nuclear armazenado no local poderia aquecer e emitir radiação para o céu. Em comunicado, a empresa diz que o vento poderia transportar essa radiação para a Ucrânia e para o resto da Europa.

“A linha de alta tensão de 750 kV Chernobyl-Kyiv está atualmente desconectada devido a danos causados ​​pelos ocupantes. Assim, a estação de Chernobyl e todas as instalações nucleares da Zona de Exclusão ficaram sem eletricidade. Cerca de 20.000 conjuntos de combustível usado são armazenados na instalação de armazenamento de combustível nuclear usado – 1.”

“Eles precisam de resfriamento constante. O que só é possível se houver eletricidade. Se não houver, as bombas não esfriarão. A temperatura nas piscinas de retenção aumentará, podendo ocorrer liberação de substâncias radioativas no meio ambiente“, completou.

A Agência Internacional de Energia Atômica também perdeu contato com a usina.

PUBLICIDADE
Veja também
Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.