Prefeitura convoca mais 73 profissionais de saúde para contratação temporária

Foto: Divulgação

A Prefeitura de Manaus publicou na edição 5278 do Diário Oficial do Município (DOM), desta quinta-feira, 3/2, o segundo edital de convocação de profissionais de saúde classificados no Chamamento Público Emergencial (001/2022) da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa). Estão sendo chamados 73 profissionais do cadastro reserva para contratação imediata pelo período inicial de seis meses.

Entre os profissionais convocados estão cinco médicos clínicos gerais para o regime de trabalho de 40 horas semanais, 29 médicos clínicos gerais para 20 horas, oito enfermeiros e 31 técnicos em enfermagem, três dos quais para ocupar vagas de pessoa com deficiência (PCD).

O edital de convocação pode ser consultado no site da Semsa (semsa.manaus.am.gov.br), com acesso direto pelo link bit.ly/semsa-psemergencial.

Os convocados devem se apresentar no auditório da sede da Semsa, localizada na avenida Mário Ypiranga Monteiro, nº 1.695, bairro Adrianópolis, nesta sexta-feira, 4, e nos dias 7 e 8/2  (segunda e terça-feira), das 8h às 15h, para a realização dos procedimentos pré-admissionais, com os documentos informados no edital e o resultado dos exames obrigatórios: hemograma completo, raio X de tórax (com laudo médico) e atestado de sanidade física e mental.

O Chamamento Público Emergencial, realizado em etapa única, com inscrições on-line entre os dias 17 e 19/1, ofereceu 436 vagas  para médicos, enfermeiros, técnicos em enfermagem e fisioterapeutas, e o período de comparecimento dos candidatos classificados foi de 21 a 24 do mesmo mês.

Do total de vagas oferecidas, 363 foram preenchidas e os profissionais já estão atuando em serviços da rede municipal. As demais permaneceram abertas porque os profissionais não compareceram ou não apresentaram as credenciais necessárias para o processo de admissão.

O Chamamento foi realizado como medida emergencial do prefeito David Almeida em razão do aumento dos atendimentos por suspeita de Covid-19, registrado nas unidades de saúde da rede municipal neste início de ano, quando o município também registrou redução no quadro de servidores da Saúde por motivo de doença.

O contrato dos profissionais, em Regime Jurídico de Direito Administrativo, terá duração de seis meses, podendo ser prorrogado, de acordo com a necessidade. Os salários variam de R$ 15.261,77 (médico com 40 horas semanais de trabalho) a R$ 2.936,00 (técnico de enfermagem com 40 horas semanais).

Durante o período de inscrições, 13.170 foram finalizadas, das quais 68 para médico clínico geral (40 horas); 116 para médico clínico geral (20 horas); 5.350 para enfermeiro; 1.020 para fisioterapeuta; e 6.616 para técnico em enfermagem. Os não classificados dentro do número de vagas passaram a compor cadastro reserva.

PUBLICIDADE
Veja também
Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.