Lula diz que eleição será difícil e que Alckmin é necessário

Lula diz que eleição será difícil e que Alckmin é necessário

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) declarou a aliados que a eleição será difícil, sendo fundamental realizar acenos aos partidos de centro e não apenas à esquerda. A medida tem como objetivo diluir o antipetismo das elites.

Com o cenário, é citado ser necessário ter o ex-governador de São Paulo Geraldo Alckmin (sem partido) como candidato a vice-presidente em uma eventual chapa. Ele seria responsável por fazer a personificação de um Lula que deixa o passado para trás e olha para frente.

Alckmin já está trabalhando com grupos do agronegócio e do mercado financeiro para dissolver resistências e ter chance de sucesso efetivo nas eleições.

O ex-governador é colocado por partidários do PSOL como mais conservador que os tucanos históricos, como o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso e, segundo Lula, “é por isso que a gente precisa dele”.

Lula lembra às alas mais à esquerda do próprio PT e do PSOL, que o presidente Jair Bolsonaro (PL) está no governo, com instrumentos, e tem ao seu lado um grupo político pragmatista, que deve trabalhar em duas frentes: alimentando os radicais e despejando benesses para ampliar seus votos.

Lula

Sem uma nova legenda desde a saída do Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB), Geraldo Alckmin está sendo sondado por partidos como o Solidariedade, do deputado federal Paulinho da Força.

O presidente da Força Sindical argumenta que o ex-governador não irá enfrentar resistências em diretórios estaduais como no Partido Socialista Brasileiro (PSB), citando principalmente a situação em São Paulo.

“Alckmin terá toda liberdade para negociar a chapa como vice de Lula no Solidariedade”, declarou Paulinho da Força.

A falta de espaço no Partido Social Democrático (PSD), que direcionou Alckmin para concorrer ao Palácio dos Bandeirantes também é mencionada, bem como a falta de força do Partido Verde (PV), que fez uma formalização de filiação.

O PV, no momento, tem quatro deputados. A futura ida do político para legenda poderia segurar os parlamentares que podem sair em uma janela partidária.

PUBLICIDADE
Veja também
Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.