Prefeitura apresenta ao Iphan projeto para reabilitação da rua Frei José dos Inocentes

Prefeitura apresenta ao Iphan projeto para reabilitação da rua Frei José dos Inocentes

Centrado em um dos territórios de história, cultura e surgimento da cidade, a Prefeitura de Manaus, via Instituto Municipal de Planejamento Urbano (Implurb), apresentou nesta quinta-feira, 3/2, ao Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) no Amazonas, o projeto de revitalização da rua Frei José dos Inocentes, no Centro. A proposta incluí a requalificação da via e cromatização das fachadas.

É prevista a intervenção em 425 metros na via e de 5,2 mil metros quadrados de fachadas de prédios, imóveis e edificações na rua, situada no Centro Histórico de Manaus e carregada de memória.

“A gestão do prefeito David Almeida lançou o projeto ‘Nosso Centro’ e essa proposta se soma às ações programadas para a requalificação deste ambiente e conjunto arquitetônico, primordiais para a vitalidade da cidade e conservação das características, além de promover inspiração para melhoria urbana”, disse o diretor-presidente da autarquia, engenheiro Carlos Valente.

O projeto já foi protocolado junto ao Iphan para análise do trabalho gráfico e do memorial descritivo. A intervenção compreende o trecho entre a rua Governador Vitória e a Ilha de São Vicente, onde hoje está instalado o 9º Distrito Naval da Marinha do Brasil. Um resgate urbanístico foi implementado na rua Bernardo Ramos, cuja revitalização serve de parâmetro e referência, apostando na renovação e na identidade do conjunto.

Prefeitura e Iphan

“Este trabalho representa um projeto de requalificação tanto de infraestrutura, com regularização de calçadas, de pavimentos, implantação de paisagismo, mobiliário urbano, lixeiras, quanto também da pintura das fachadas da Frei José dos Inocentes. Importante que se pense num conjunto a ser reabilitado. Já temos a rua Bernardo Ramos, belíssima, que foi revitalizada. E por estar em uma área de preservação e tombada, necessitamos da análise e aprovação do Iphan-AM”, explicou o arquiteto e urbanista Pedro Paulo Cordeiro, diretor de Planejamento do Implurb.

Quarteirões

O projeto de requalificação da rua Frei José dos Inocentes abrange três quarteirões, tendo como ponto de partida o alargamento das calçadas da via; marcação de vagas de estacionamento onde a caixa viária é mais larga, com canteiros de espécies vegetais; implantação de balizadores para evitar o estacionamento irregular; e mobiliários como bancos, lixeira e iluminação.

A sugestão de piso para a pavimentação é da pedra São Tomé, mantendo no meio-fio a pedra Lioz existente, que será resgatada e reinstalada.

Cromatização

A paleta de cores e cromatização para as fachadas da Frei José dos Inocentes foram criadas a partir de critérios com base no patrimônio cultural, seguindo pesquisas e referências de projetos urbanos onde a cor evidencia a renovação e a identidade espacial.

Como se trata de área histórica, a intervenção tem o cuidado da conservação do ambiente, onde as cores vão respeitar as fachadas centenárias, considerando a amplitude e diversidade cultural do local, bem como a sua historicidade.

Equipe técnica do Implurb fez levantamento fotográfico atual das fachadas, em campo, com respectiva observação do estado de conservação, levantamento iconográfico do estado anterior das edificações, estudos de casos relacionados à temática, pesquisa bibliográfica, pesquisa in loco e projeto arquitetônico para execução da cromatização.

“Uma próxima etapa será a apresentação das propostas aos proprietários para que tenham o sentimento de pertencimento, zelo e valorização do território onde vivem, buscando envolvê-los no processo de recuperação do conjunto e na mudança de percepção do conjunto arquitetônico”, completou Pedro Paulo Cordeiro.

O arquiteto frisa que os processos de execução a serem adotados deverão garantir a preservação dos aspectos culturais do bem edificado, ressaltando ornatos, ornamentos e valores estéticos e históricos das fachadas dos imóveis, sem interferir na integridade da construção.

A rua Frei José dos Inocentes está localizada em área de tombamento do Centro Histórico de Manaus determinado pela Lei Orgânica do Município de Manaus (Loman), de 1990, como Centro Antigo da Cidade. A via se integra ao sistema viário estando na área delimitada como sítio histórico, próximo ao conjunto do Porto de Manaus e da praça Dom Pedro II.

“A Ilha de São Vicente tem atividades comerciais, econômicas e culturais, o mercado, um porto e uma orla descontinuada, mas sempre se pode avistar o rio de um ponto. O programa ‘Nosso Centro’ está em curso na gestão David Almeida para reabilitar esse território histórico e sua infraestrutura, com o diferencial de desenvolver projetos para aperfeiçoar as características inerentes ao espaço, atraindo investimentos privados”, comentou o diretor de Planejamento.

PUBLICIDADE
Veja também
Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.