Amazonastur realiza pesquisa para análise de mercado do turismo de 2021

Amazonastur realiza pesquisa para análise de mercado do turismo de 2021

Nesta segunda-feira (31/01), a Empresa Estadual de Turismo do Amazonas (Amazonastur) inicia a terceira sondagem de 2021 da Pesquisa de Mercado do Turismo do Amazonas. Os dados são coletados em 2022, mas as informações são relativas ao terceiro quadrimestre do ano passado, abrangendo os meses de setembro a dezembro. A coleta de dados é destinada aos prestadores inseridos no sistema de cadastro de pessoas físicas e jurídicas que atuam no setor de turismo, o Cadastur, do Ministério do Turismo (Mtur).

A pesquisa deve ser respondida até o dia 11 de fevereiro por meio do site da Amazonastur (http://www.amazonastur.am.gov.br), no banner “3ª Sondagem – Pesquisa Análise de Mercado”.

As respostas são sigilosas e servirão como base para as ações de investimento da instituição e de direcionamento estratégico para o mercado. O presidente da Amazonastur, Sérgio Litaiff Filho, destaca que os dados são essenciais para o desenvolvimento de políticas públicas para a região.

Amazonastur

“As informações coletadas serão analisadas pelo corpo técnico da Amazonastur e nortearão o desenvolvimento do planejamento estratégico, principalmente nesse novo momento em que estamos vivendo. Reforço aqui o pedido aos prestadores para que participem da pesquisa”, disse Litaiff.

O objetivo do levantamento é acompanhar as atividades desenvolvidas pelos prestadores visando monitorar os obstáculos, perspectivas, vendas, faturamento, contratações e tendências em relação ao destino Amazonas, além de identificar as mudanças do cenário empresarial ocorridas no ambiente de negócios.

A análise servirá para balizar a Amazonastur para criação de ações estratégicas no desenvolvimento do setor na região. O questionário possui 14 perguntas, com um tempo médio de resposta de aproximadamente sete minutos. Ao longo da pesquisa, o empresário de turismo pode responder sobre mercado de atuação, porte da empresa, faturamento, contratações, endividamento, sugestão de investimento em infraestrutura, entre outros questionamentos.

PUBLICIDADE
Veja também
Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.