Pela comodidade, população aprova carreta de vacinação do Governo

Pela comodidade, população aprova carreta de vacinação do Governo

Lançada em dezembro de 2021, na Praça Heliodoro Balbi (Praça da Polícia), no bairro Centro, zona sul de Manaus, a carreta do Vacina Amazonas, do Governo do Estado, tem atraído a população da capital que busca se imunizar contra a Covid-19. Dentre os pontos positivos destacados pelas pessoas que buscam o veículo itinerante, agora situado no Centro de Convivência Padre Pedro Vignola, zona norte, está a comodidade. Muitos têm optado pela carreta pelo fato da unidade móvel estar localizada próximo às suas residências.

“A vacina é a arma mais poderosa que a gente tem contra a Covid-19. Nós estamos num período muito delicado do estado do Amazonas, que é o período chuvoso, em que aumentam significativamente os casos de síndromes respiratórias. A gente tem um sensível aumento de procura de pessoas apresentando Influenza, H3N2 e Covid-19”, alertou o governador Wilson Lima, durante visita à carreta.

O industriário Aldrin Corrêa, de 59 anos, foi um dos primeiros a chegar ao centro de convivência, por volta das 6h, para tomar a 3ª dose da vacina. Ele conta que se programou para chegar cedo ao local, por conta do trabalho. “Vim tomar a [3ª] dose para ficar com a saúde melhorada, para poder trabalhar melhor e não transmitir para outras pessoas”, reforçou Aldrin.

Morador do bairro Cidade Nova, Aldrin aprova a iniciativa do Governo do Amazonas de levar o imunizante até aqueles que ainda não se vacinaram ou não estão com o ciclo vacinal em dia.

“É uma excelente ideia, porque é sinal que ele [o governador] está trabalhando e se preocupa com as pessoas menos favorecidas, que teriam que pagar um transporte para se locomover para outros locais. Daí, trazendo para o bairro facilita para nós, que somos moradores da região”, acrescentou o industriário.

Desde que chegou ao Centro de Convivência Padre Pedro Vignola, a carreta de vacinação já atendeu mais de 5,2 mil pessoas. Na Praça Heliodoro Balbi, em 22 dias de atividade, foram 9,5 mil vacinados pela ação do Governo do Estado.

Prevenção

Para a dona de casa Vanderléia Silva, 44, também moradora do Cidade Nova, é importante que a população busque a carreta ou outros pontos de vacinação de Manaus, dentre outros motivos, pela chegada da variante Ômicron à capital amazonense.

“As pessoas têm que aproveitar a 3ª dose, tomar mesmo, porque tem uns que não estão querendo tomar com medo, e os hospitais já estão enchendo também. Então, temos que aproveitar para tomar [a vacina]”, afirmou a dona de casa.

Ela lembra ainda que a vacinação é importante para que não haja uma superlotação das unidades de saúde em Manaus. “Hoje em dia, você está vendo que não tem mais pessoas entubadas. Tem gente que pega e vai se curar em casa mesmo, mas porque tomou [a vacina]. Aqueles que não tomaram vão voltar para lá e vão ficar internados”, concluiu.

Funcionamento

O atendimento no Centro de Convivência Padre Pedro Vignola funciona de segunda-feira a sábado, das 9h às 16h. No local, está sendo disponibilizada a aplicação das 1ª, 2ª, 3ª doses, além da 4ª dose, disponível para as pessoas com alto grau de imunossupressão que receberam a dose de reforço há, pelo menos, quatro meses.

Para a população acima de 60 anos, o intervalo para a terceira dose é de, pelo menos, três meses da aplicação da segunda dose. Pessoas entre 12 e 59 anos a imunização com a dose de reforço exige um intervalo de, pelo menos, quatro meses.

Para receber a dose de reforço, é necessário apresentar a carteira de vacinação, documento de identificação original com foto ou certidão de nascimento (para menores de 17 anos) e CPF. Para aplicação da quarta dose, os documentos são carteira de vacinação, documento de identificação com foto, CPF e laudo médico ou outro documento que comprove a condição – original e cópia, que ficará retida para controle.

Nova fase

Nesta terça-feira (11/01), o governador Wilson Lima anunciou uma nova fase da campanha de vacinação do Governo do Amazonas: nesta quinta (13/01) e na sexta-feira (14/01), uma ação de intensificação chegará aos supermercados da capital. Os empreendimentos que farão parte da ação ainda serão divulgados.

Os novos pontos de vacinação estarão abertos a partir das 9h e funcionarão até as 20h. As equipes da Secretaria de Estado da Saúde (SES-AM) e da Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas Dra. Rosemary Costa Pinto (FVS-RCP) estarão nos locais para aplicar os imunizantes.

A nova estratégia visa ampliar a vacinação contra a Covid-19 na capital. A adoção de novas medidas para avançar na imunização é uma determinação do governador para fazer frente ao aumento de casos da Covid-19 e à chegada da variante Ômicron, e em razão do período sazonal para síndromes respiratórias agudas graves no estado.

PUBLICIDADE
Veja também
Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.