Desemprego recua para 12,1% e atinge 12,9 milhões de brasileiros

Desemprego recua para 12,1% e atinge 12,9 milhões de brasileiros

A taxa de desemprego no Brasil no trimestre móvel de agosto a outubro de 2021 caiu de 13,7% para 12,1% em relação ao trimestre de maio a julho deste ano. Também houve recuo em relação ao mesmo trimestre móvel de 2020 (14,6%).

A população desocupada caiu 10,4% na comparação com o trimestre anterior – de 14,4 milhões de pessoas para 12,9 milhões. Na comparação anual, a queda foi de 11,3% – eram 14,6 milhões de desempregados no trimestre encerrado em outubro de 2020.

Os dados são da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD) Contínua, divulgada nesta terça-feira (28/12) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

No Brasil, a força de trabalho (que inclui indivíduos ocupados e desocupados) chegou a 106,9 milhões de pessoas, crescendo 1,7% (1,8 milhão de pessoas) frente ao trimestre de maio a julho de 2021 e 7% (7 milhões de pessoas) ante o mesmo trimestre de 2020.

Um indivíduo é considerado desempregado quando não tem trabalho e segue em busca de novas oportunidades profissionais. O levantamento do IBGE considera tanto o setor formal (com carteira assinada) quanto o informal.

O trimestre encerrado em outubro também teve aumento da informalidade. De um trimestre para o outro, o país passou a ter mais 1,782 milhão de trabalhadores informais.

A taxa de informalidade no último trimestre foi de 40,7% da população ocupada, ou 38,2 milhões de trabalhadores informais. No trimestre anterior, a taxa havia sido 40,2% e, no mesmo trimestre de 2020, 38,4%.

PUBLICIDADE
Tags: desemprego, IBGE
Veja também
Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.