‘Quem passou Natal com muita gente dever ter consequências’, diz infectologista

‘Quem passou Natal com muita gente dever ter consequências’, diz infectologista

O infectologista Marcos Boulos, professor da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (USP), afirmou que os sinais de aumento de casos e internações pela nova variante Ômicron do coronavírus no Brasil são preocupantes e que o país, como já está acontecendo em outros lugares do mundo, deverá ver um novo surto de infecções em breve.

“Estamos indo bem com relação ao controle da epidemia no Brasil. Estamos aumentando a imunização e podemos chegar em uma boa quantidade de pessoas imunizadas em algumas semanas, mas o que temos neste momento não é suficiente e as festas são absolutamente indesejáveis”, disse.

“Quem passou Natal com muita gente provavelmente vai ter consequências. Estamos vendo reuniões com quatro a cinco pessoas em que todos estão se infectando, então é preciso tomar cuidado ainda.”

Boulos diz que, em um cenário em que boa parte da população já está vacinada com ao menos duas doses da vacina, é possível manter os pequenos encontros entre familiares e pessoas próximas que estejam imunizadas e seguindo os protocolos e cuidados do dia a dia, como usar máscaras e evitar aglomerações.

Não significa, porém, baixar completamente a guarda. “Provavelmente a Ômicron aumentará de maneira importante [no Brasil]”, disse. “Apesar da não gravidade que ela tem mostrado em todos os lugares, o número de casos e a demanda por assistência médico-hospitalar deva aumentar bastante.”

PUBLICIDADE
Tags: Natal, Omicron
Veja também
Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.