Estudantes do interior do AM vencem feira de ideias voltadas para solução de problemas ambientais

O concurso fez parte do Programa de Educação Cultural (P.E.C), que levou oficinas sobre sustentabilidade para escolas de várias regiões do país entre os meses de setembro e novembro.

A falta de saneamento básico adequado na comunidade Punã, no município de Uarini, a 733 km de Manaus, inspirou uma equipe de alunos da escola municipal São Luiz de Gonzaga a projetar a construção de fossas sépticas para beneficiar os moradores da localidade. O projeto foi o mais votado na Feira de Ideias realizada dentro do Programa de Educação Cultural (P.E.C), que impactou diretamente 1.875 pessoas e indiretamente mais 5 mil, entre alunos e professores de escolas públicas de várias regiões do país entre os meses de setembro e novembro.

O programa, voltado para a capacitação de educadores e estudantes em temas relacionados à sustentabilidade e proteção do meio ambiente, contou com a participação de instituições de ensino e entidades dos estados como Ceará, Paraíba, Rio Grande do Sul, São Paulo, além do Amazonas. Os alunos que desenvolveram o projeto vencedor – Alciele Dias Marinho, Ana Raquel Praia da Silva, Danilo Santos de Oliveira, Jamily Coelho Dias, assim como o professor Nilton Borges Vieira – serão presenteados, cada um, com um computador. “Foi uma experiência única e estamos muito felizes, principalmente os jovens por terem conseguido vencer mesmo com grandes dificuldades. Iremos fazer uma apresentação do projeto na comunidade e creio que irá ajudar bastante tanto os moradores quanto o meio ambiente”, comemorou o professor.

Patrocinado pela Lwart Soluções Ambientais e pela Lei de Incentivo à Cultura, o P.E.C foi realizado pela Cultura Ambiental, em parceria com a NTICS Projetos, e apoio do Ministério do Turismo e Secretaria Especial de Cultura, do Instituto Lidera Jovem Desafio Faça Acontecer e, ainda, da Zilor Energia e Alimentos.

Além da equipe amazonense, também se destacaram na Feira de Ideias outras cinco equipes das cidades de Cajamar, São Bernardo do Campo, Quatá e Guarulhos, todas do estado de São Paulo. Os projetos abordaram temas como compostagem, venda de materiais recicláveis separados corretamente pela comunidade, reuso de água do ar-condicionado das salas de aula, reflorestamento de margens de rio e construção de uma horta comunitária. “Os projetos apresentados pelos alunos foram excepcionais e não foi fácil escolher apenas um. Ficamos muito felizes com o comprometimento dos estudantes, dos professores e das escolas e estamos torcendo para que todas as propostas sejam implementadas nessas comunidades”, ressalta o diretor de expansão da NTICS Projetos, Abílio Martins.

O P.E.C. foi idealizado para atender a metas de cinco dos 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), definidos pela Organização das Nações Unidas (ONU). Os ODS atendidos são: Educação de Qualidade (ODS 4), Água Potável e Saneamento (ODS 6), Consumo e Produção Responsáveis (ODS 12), Vida na Terra (ODS 15) e Parcerias e Meio de Implementação (ODS 17).

“A Lwart é uma empresa que tem a sua marca fundamentada na transformação e por essa razão buscamos apoiar iniciativas que promovam o conhecimento, o debate e a execução de atividades de cunho social e pedagógico relacionadas à sustentabilidade e ao meio ambiente. O resultado é sempre valoroso, o maior exemplo está na grandiosidade dos projetos apresentados, e com toda certeza, caso sejam implementados, farão a diferença positiva nas comunidades em que estão relacionados”, afirma Carolina Tanese gerente de Comunicação e Marketing Institucional da Lwart Soluções Ambientais.

PUBLICIDADE
Veja também
Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.