Mais de 6 mil trabalhadores da Educação já foram vacinados contra a Covid-19

A vacinação desse grupo acontecerá de forma escalonada, para evitar aglomeração nos pontos de vacinação. Foto: Divulgação/Altemar Alcântara/Semcom

Até às 14h30 desta quarta-feira (19/5), mais de 6 mil trabalhadores do ensino básico das redes municipal e federal da Educação haviam recebido a primeira dose da vacina contra a Covid-19. A imunização deste grupo prioritário foi orientada pelo prefeito David Almeida como forma de garantir mais segurança a esses profissionais no retorno às aulas, previsto para acontecer, de forma híbrida, no dia 31 deste mês.

A secretária municipal de Saúde, Shádia Fraxe, acompanhou o atendimento a esses profissionais no ponto de vacinação montado na Universidade Paulista (Unip), zona Centro-Sul. “Nós estamos dando continuidade ao Plano Nacional de Imunização, com a categoria dos trabalhadores de Educação, cujo cadastro no Imuniza Manaus, até a manhã desta terça-feira, já chegava a 25 mil. Isso está sendo possível porque o prefeito David Almeida teve a sensibilidade de recorrer à Justiça Federal, para garantir a vacinação desses profissionais, a fim de que todos possam voltar às instituições de ensino onde trabalham, com tranquilidade”, disse.

A vacinação desse grupo acontecerá de forma escalonada, para evitar aglomeração nos pontos de vacinação. De quinta-feira a sábado (dias 20, 21 e 22/5), serão vacinados os que atuam no ensino básico da rede estadual. Na próxima segunda-feira (24/5), será a vez dos trabalhadores do ensino básico da rede particular e, na terça-feira (25/5), os do ensino superior estadual, federal e particular.

Segundo Shádia Fraxe, embora o cadastramento não seja condição obrigatória para que recebam a vacina, o ideal é que os trabalhadores da Educação preencham as informações na plataforma Imuniza Manaus (https://imuniza.manaus.am.gov.br), para agilizar o atendimento nas estações de vacinação existentes nos postos.

“Nós entendemos a ansiedade desses profissionais, que precisam voltar às escolas, e querem logo se vacinar. Peço que se cadastrem e que acompanhem o agendamento feito de forma rápida, porque a vacinação já começou. É mais seguro para todos”, orientou.

Documentos

Para receber a vacina, o trabalhador da Educação deve apresentar documento de identificação original, com foto, CPF e contracheque ou carteira de trabalho, que comprove seu vínculo com o estabelecimento de ensino (original e cópia).

A orientação é para que os profissionais priorizem a vacina contra a Covid-19 e observem o intervalo de 14 dias, para que tomem a vacina contra a Influenza, cuja campanha também está em curso. Caso algum trabalhador da rede municipal e federal não tenha comparecido nesta quarta-feira, pode se dirigir a um dos pontos de vacinação, a partir de quinta-feira (20/5), para ser imunizado.

Vale ressaltar que nessa etapa não estão contemplados os trabalhadores de cursinhos, inclusive os de idiomas.

Calendário de vacinação

9h às 16h

Quinta a sábado, 20 a 22/5 – Ensino básico (estadual)

Segunda, 24/5 – Ensino básico (particular)

Terça, 25/5 – Ensino superior (estadual, federal e particular)

Pontos de vacinação

Zona Norte

Centro Estadual de Convivência da Família Padre Pedro Vignola (rua Gandu, 119 – bairro Cidade Nova)

Supermercado Coema (avenida Torquato Tapajós, 5.890 – bairro Novo Israel)

Zonas Sul e Centro-Sul

Centro Cultural dos Povos da Amazônia (avenida Silves, 2.222 – bairro Crespo)

Universidade Paulista (Unip – avenida Mário Ypiranga Monteiro, 3.490 – bairro Parque 10 de Novembro)

Zona Leste

Clube do Trabalhador do Sesi-AM (avenida Cosme Ferreira, 7.399 – bairro São José 1)

Zona Oeste

Balneário do Sesc-AM (avenida Constantinopla, 288, conjunto Campos Elíseos – bairro Planalto)

Centro de Convenções de Manaus (sambódromo, avenida Pedro Teixeira, 2.565, Dom Pedro – bairro Alvorada

 

— — —

Texto – Sandra Monteiro / Semsa

 

PUBLICIDADE
Veja também
Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.