Casa Tika abre as portas, em Novo Airão, com vista e praia exclusivas das Anavilhanas. Veja fotos

Casa Tika, hospedagem em Novo Airão

A Casa Tika consegue transmitir um “clima de montanha”, mas mantendo as características típicas do interior amazônico. Fotos: Marcos Santos/Tereza Cidade

Um dos lugares mais aprazíveis de Novo Airão (a 200 quilômetros de Manaus), a Casa Tika, está aberta ao público em geral através das plataformas online AirBNB e booking.com. É mais uma iniciativa que faz a cidade avançar no turismo, oferecendo casas elegantes e com características únicas. O casal Valdo e Geyna Garcia, recentemente, colocou no mesmo sistema Casa Madadá e Casa de Caboclo, também em Novo Airão.

Construída para receber amigos, curtindo a natureza, a Casa Tika consegue transmitir um “clima de montanha”, mantendo as características típicas do interior amazônico. Tem também, para completar, ares modernos, como o espumante gelado oferecido na chegada.

As vantagens são inúmeras e exclusivas. Uma escada conduz o morador a praia praticamente privativa, em frente ao arquipélago das Anavilhanas. No auge da vazante, que está iniciando, a faixa de areia chega a mais de 100 metros. Hoje, a água está na escada e as árvores oferecem sombra a partir das 11h, tornando o local ainda mais aprazível.

Localizada num ponto extremo da cidade, a casa está fora do burburinho e a circulação de veículos é mínima. A natureza, pródiga, oferece um fenômeno raro na região: uma hortência, em todo esplendor, teima em deitar flores praticamente o ano inteiro e de frente para o rio Negro.

As mesas, todas em madeira de lei, foram construídas atendendo ao padrão de beleza e conforto. A principal, na sala de vidro, com capacidade para 12 pessoas, é belíssima. Beleza igual à que fica no alpendre, ao lado, com tampo retirado de toco de itaúba preta, lixado e selado na parte de cima, com o restante mantido em estado natural.

Casa Tika, hospedagem em Novo Airão

Tika, a cadela do vizinho que foi homenageada pelos proprietários da casa.

Casa Tika, hospedagem em Novo Airão

Hortências e o belo visual do Parque Nacional das Anavilhanas.

Casa Tika, com quatro quartos

A Casa Tika tem quatro suítes e cinco banheiros. Foi construída com uma enorme sala de estar e jantar, para onde todos os moradores convergem. “É um lugar para conversar. Ideal para dividir com amigos e familiares. Todos se encontram, ao sair dos quartos, e o clima de informalidade se impõe”, diz o somelier e chef Ivanhoé Mendes, administrador do imóvel.

Comida? O fogão, ao lado de pia e mesa de apoio, usados pelo chef em muitos fins de semana, agora pode ser compartilhado pelos visitantes. Pode ser que, algum dia, Ivanhoé esteja na casa de apoio e possa oferecer alguma das iguarias – como o peixe fresco do rio Negro – que sempre costuma fazer.

O aluguel sai pelo preço de um quarto de hotel, cerca de R$ 600 a diária, e é facilmente diluído entre quatro casais. “Só aceitamos aluguéis a partir de duas diárias. Assim, quem alugar terá forçosamente mais tempo para curtir o pequeno paraíso que construímos”, explica Ivanhoé.

 

Por que Casa Tika?

O nome da Casa Tika vem da cadela de estimação. Do vizinho! Tika, nascida no rio Jaú, teve que se separar da dona, que hoje mora em Brasília, por conta do trabalho. Ficou com o casal Pablo e Ana, que também foi transferido. Ela tornou os vizinhos, como todos os donos, completamente apaixonados por ela. Era chegar à casa e a cadela se mudava para lá, distribuindo carinho.

Para não incomodar, Pablo e Ana fecharam a cerca. Tentavam impedir que Tika saísse. A cadela driblou a dificuldade com inteligência e argúcia, pulando numa árvore, debruçada no barranco, para dali ganhar a pequena faixa de terra entre a cerca e o vazio. Estava novamente livre para visitar os vizinhos.

Por conta da pandemia, Tika ficou meses sem ver os amigos. E, na primeira volta ao local, os proprietários foram informados que ela havia morrido. A tristeza tomou conta do fim de semana. Até que chegou a notícia de que ela estava viva e bem cuidada, na casa de uma amiga.

Todos correram para vê-la. Era muito tempo longe e havia receio de que não reconhecesse alguém. Longe disso, Tika fez a maior festa. A ponto de a nova amiga ficar preocupada em que tivesse um ataque no coração. Foi a conquista final para a merecida homenagem à cadelinha, sobrevivente, que parece ter uma fonte inesgotável de amor para dar.

CLIQUE AQUI PARA ALUGAR NO AIRBNB

CLIQUE AQUI PARA ALUGAR NO BOOKING.COM

 

Veja mais fotos da Casa Tika:

Casa Tika, hospedagem em Novo Airão

Casa Tika, hospedagem em Novo Airão

Casa Tika, onde fica em Novo Airão

 

Leia também:

Três hotéis para curtir as belezas naturais de Novo Airão

Novo Airão: saiba onde ficar, comer e o que fazer na cidade

 

 

 

PUBLICIDADE
Veja também
Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *