O troco que salva

Na manhã do sábado passado, ocorreu o lançamento do Troco Solidário no supermercado Pátio Gourmet. Essa campanha implementada pela Fundação Hemoam, com apoio da Sefaz, tem por objetivo angariar recursos para a construção do Hospital do Sangue, que terá 150 leitos com UTI para adultos e crianças, visto que cerca de 80% dos cânceres em crianças são curáveis, desde que recebam o tratamento adequado.

Com a ajuda da população, os grandes beneficiados serão os pacientes em tratamento no Hemoam, que, atualmente, atende cerca de 2.500 pessoas por mês no ambulatório. Na parte hospital, a fundação conta com 22 leitos de internação e tem o dobro da demanda: 40 pacientes internados. Os profissionais se desdobram para evitar que pessoas, a grande maioria carente, voltem para casa sem assistência.

Mesmo trabalhando 100%, as demandas só aumentam. É de fundamental importância a construção desse hospital para curar as doenças e/ou proporcionar qualidade  de vida. Mas infraestrutura custa caro. Em busca dos recursos para tornar realidade um sonho de décadas, o Hemoam lançou a campanha Troco Solidário, que está presente nas 23 lojas dos supermercados DB e, agora, contempla também mais seis lojas do Grupo Nova Era. A empresa estuda a possibilidade de incluir mais 15 lojas para aumentar os elos de solidariedade.

A Sefaz participou desde a formatação do projeto. Diversas pastas do governo abraçaram a ideia com o intuito de alcançar o sucesso: angariar os necessários para devolver a tranqüilidade às famílias que sofrem. A Sefaz contribuiu adequando seus sistemas para permitir  que o troco ficasse separado das compras e evitando assim a tributação. Além disso, audita as doações para que entrem na conta bancária destinada a este exclusivamente para fim.

No momento em que solicitamos o apoio da população e dos empresários, prestamos homenagem ao homem público abnegado, que é o grande idealizador desta causa de bem-estar social, Dr. Nelson Fraiji. Este médico competentíssimo em sua fala durante o lançamento da campanha no Pátio Gourmet nos relembrou a importância que um gesto simples tem para todo o Estado. Todos nós podemos ser o beija-flor,  que ao ver a floresta queimando enquanto todos fogem, não deixa de fazer a sua parte levando no bico, gotinhas de água para aplacar o fogo que mata a natureza.

“O Hemoam tem 33 anos. Ele existe para salvar pessoas. Todo o esforço da nossa instituição é no sentido de prover sangue para a sociedade, no sentido de tratar os pacientes com doenças crônicas no sangue, particularmente aquelas doenças graves como a leucemia. Nossa instituição tem o compromisso de fazer o que deve ser feito. Precisamos construir o hospital porque aumenta o número de crianças que tem câncer no Amazonas. Muitas delas não estão tendo a oportunidade de receber o tratamento porque não se faz o diagnostico e, não se fazendo o diagnostico, não se oportuniza o tratamento”.

Essa campanha representa a esperança para o presente e o futuro dos que precisam de sangue e tratamento de doenças, que só o Hemoam é capaz de proporcionar.

 

*Auditor fiscal e professor.

 

Augusto Bernardo Cecílio

Augusto Bernardo Cecílio

* Auditor fiscal da Sefaz, coordena o Programa de Educação Fiscal no Amazonas.

Veja também
Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *